Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Vontade incontrolável de comer doces? Bioactivo Crómio é a solução!

17.07.19, Triptofano!

Não se preocupem que este post não vai ser uma ode aos malefícios do açúcar, nem como ele nos envelhece a pele ou deixa os ossos mais fracos.

Vocês sabem que eu adoro comida, por isso nunca iria atirar uma pedra contra aquele gelado de chocolate branco com recheio de morango, ou aquela bola de Berlim a pingar creme, ou mesmo o chocolate negro com sal dos Himalaias que se derrete pecaminosamente na boca.

O meu verdadeiro problema com os doces é quando deixo de os comer porque eu decido que mereço um miminho e passo a devorá-los por impulso sem qualquer controlo!

No meu caso  o impulso de comer doces é devido a duas coisas : ao stress do trabalho (é ver-me enfiar no bucho travesseiro atrás de travesseiro que um qualquer delegado deixou na farmácia) ou simplesmente porque depois do jantar sinto-me insatisfeito e preciso de petiscar qualquer coisa. (e aí ataco o armário dos doces - não me julguem por ter um armário dos doces tá bem?)

Há uns tempos atrás escrevi sobre a Coenzima Q10 da Bioactivo, e qual foi a minha surpresa quando recebi um e-mail deles.

Automaticamente pensei que iam dar-me um prémio de Blogger revelação do ano ou coisa do género, mas não.

Disseram-me que tinham ficado muito contentes por eu gostar da marca e ofereceram-me a possibilidade de experimentar outro produto.

Primeiro pensei em pedir algo para perder o meu pneu, que eu sei que é sensual mas qualquer dia não vejo a piloca e depois sei lá para onde estou a apontar!?, mas depois decidi que ia experimentar o suplemento de crómio, para ver se conseguia controlar os meus anseios!

Vontade incontrolável de comer doces? Bioactivo Crómio é a solução!

Antes de continuar quero que fique bem claro que não existem suplementos mágicos.

Era bom que uma pessoa tomasse um comprimido e pimba, todos os problemas resolvidos, só que não funciona assim.

Os suplementos dão uma ajuda grande mas o resto tem de partir da nossa força de vontade e auto-controlo.

Basicamente é um trabalho em conjunto.

A senhora simpática da Bioactivo disse-me que deveria tomar um comprimido duas vezes ao dia durante o primeiro mês, como fase de ataque, sendo que depois poderia continuar fazendo apenas um comprimido diário. (a caixa tem 60 comprimidos)

Teoricamente já devia ter terminado a primeira caixa, mas confesso que volta e meio esqueço-me e tomo apenas um comprimido por dia (e o meu trabalho é infernizar as pessoas para que tomem a medicação correctamente...), e apesar dos resultados serem mais visíveis após dois mesitos de tratamento (altura em que eu virei aqui dizer de minha justiça se o Bioactivo Crómio funciona ou não) posso partilhar convosco a minha experiência até ao momento!

Continuo a comer doces é claro (ainda ontem devorei um belo de um gelado) mas sinto que não estou tão dependente deles.

Aquele ratito com que ficava depois do jantar já está mais atenuado (noto que nos dias em que tomo os dois crómios ele é quase inexistente, por isso não sejam como eu e tomem a vossa suplementação como deve ser) e quando como algo doce não sinto que é por exigência do meu corpo!

Também é verdade que quando alguém me stressa na farmácia ao dizer que só sei complicar por não vender antibióticos sem receita já não me vingo tanto nos chupa chupas (que supostamente eram para as criancinhas ) tendo passado a fazer empalações mentais dos clientes!

Aqui o crómio certamente ajudou mas ao mesmo tempo comecei a mentalizar-me que não podia usar o açúcar para activar o meu centro de recompensa cerebral, de forma a não ficar ainda mais dependente do que já estava! (como vos disse, metade do trabalho é do suplemento outra metade é vossa)

O chupa-chupa que supostamente deveria ser para as criancinhas!

Ah e tal mas também estás a falar bem desta marca porque te ofereceram!

Minha gente, vocês já sabem como eu sou!

Se o produto não estivesse a fazer efeito eu seria o primeiro a dizê-lo, porque para mim não faz sentido anunciar que algo é fantástico e maravilhoso quando não o é. (além de que as críticas construtivas fazem com que um produto possa melhorar certo?)

A verdade é que enquanto farmacêutico eu já aconselhava o Bioactivo Crómio para os meus doentes diabéticos de forma a controlar melhor os níveis de glicemia, e entre as opções que eu tenho disponíveis no meu local de trabalho esta marca é a minha preferida por causa da biodisponibilidade.

Num outro post já falei da biodisponibilidade, mas para quem não se lembra imaginem que precisam de dez cromos para finalizarem a vossa caderneta dos animais da selva.

Se para conseguirem os 10 tiverem de comprar 100, tem uma biodisponibilidade de 10%, sendo que os outros 90% dos cromos não serviram para nada.

Se tiverem a sorte (e aí deviam jogar imediatamente no Euromilhões) de comprar uma saqueta com 10 cromos e serem esses 10 que vocês precisavam, então tem uma biodisponibilidade de 100%.

O mesmo acontece nos suplementos que tomamos.

Podemos até estar a enfiar para o estômago uma quantidade incrível de substância X, mas se apenas um ínfima parte chegar onde deve chegar e fizer o seu efeito, então não é um suplemento muito interessante.

A grande vantagem do Bioactivo Crómio é o facto do crómio utilizado  estar ligado organicamente, ou seja, está ligado a uma levedura e a aminoácidos (levedura de crómio), o que faz com que tenha uma elevada absorção no organismo, 10 vezes superior a outras fontes aprovadas de crómio!

Mas ó Triptofano, explica lá bem explicadinho como é que o Crómio funciona no organismo e as interacções com a insulina e se é bom ou não para diabético e coisa e coisa...

Minha gente, como este post já está comprido, a explicação detalhada (mas que não deixe o pessoal a dormir depois de 10 segundos de leitura) vai ficar para o post onde eu vou dar a minha nota final a este suplemento está bem? 

 

Por curiosidade, já alguma vez experimentaram um suplemento de crómio? Costumam ter muito apetite por doces ou são assim pessoas mais de salgados?

50 comentários

Comentar post

Pág. 1/2