Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Valéria: Nem Comédia nem Romance

10.05.20, Triptofano!

Valéria é a nova séria espanhola da Netflix que não é carne nem é peixe, e numa tentativa de agradar a muita gente acaba por agradar a quase ninguém.

Valéria: Nem Comédia nem Romance

Com 8 episódios, a primeira coisa da qual nos lembramos ao ver Valéria é no Sexo e a Cidade.

Tal como na icónica série de Nova Iorque, a série de Madrid relata a vida de quatro amigas (Valéria, Lola, Carmen e Nerea), sendo que se Valéria é a única que não é solteira, melhor faria se o fosse. Assim como Carrie também Valéria é solteira, e novamente tal como Carrie, Valéria é a personagem com mais destaque e aquela que acaba por menos interessar, por mais engonhar na história e que menos empatia conseguimos criar com ela, deixando-nos até com um bocadinho de raiva pela sua pessoa.

Netflix apresenta Valéria como uma série de comédia, mas não me lembro de ter rido uma única vez, no máximo terei esboçado um ligeiro sorriso. Valéria poderia ser uma série romântica, mas a infidelidade e a falta gritante de comunicação num casal não são bem as coisas que me aquecem o coração, fazendo em certos momentos até ranger os dentes.

Valéria não cativa, não envolve, e não explora as outras personagens como poderia explorar, de forma a salvar a produção. Três mulheres que apesar de serem apresentadas como independentes, estão cada uma delas presas a relações presentes e passadas tóxicas, que no decorrer dos episódios parecem apenas agravar-se e não superar-se.

Talvez haja vontade de haver uma segunda season, destas mulheres terem uma nova oportunidade para um futuro melhor, mas estaremos nós dispostos a outra temporada de Valéria? Mesmo sabendo que certamente estará repletas de cenas de sexo como a primeira - só que chega a um ponto que ver cus e mamas já não é o suficiente para nos prender a atenção.

Valéria tentou ser um buffet para todos os gostos, mas não se definindo enquanto alimento, corre o risco de ficar à beira do prato!

Se tiverem interesse podem descobrir a banda sonora de Valéria no Spotify.

21 comentários

Comentar post