Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Todos os restaurantes deviam ter uma Alda

Ou como a minha melhor refeição de 2020 foi no restaurante do IKEA

08.01.20, Triptofano!

É inegável que Portugal está a passar por um período dourado no que toca à gastronomia, havendo cada vez mais restaurantes a apostar em ingredientes de elevada qualidade que são trabalhados por Chefs extremamente talentosos, o que se traduz em inúmeros prémios.

Mas algo que é fundamental para um restaurante ter sucesso e criar memórias duradouras nas conexões neuronais dos clientes é a força humana que dá a cara, ou seja, os funcionários que interagem com o consumidor. E foi um desses funcionários que transformou a minha refeição no IKEA de Alfragide como a melhor até agora de 2020.

A minha refeição no IKEA

Sempre gostei do restaurante do IKEA, porque a comida é boa, consistente e com um preço muito apelativo. Além disso, esta empresa de origem sueca deve ser um local fantástico para trabalhar, porque os funcionários estão sempre felizes e bem dispostos. Há a Dora uma senhora, cujo nome infelizmente não conheço, que há anos que vejo na linha de caixa do restaurante sempre bem disposta e despachada, quase que a ir buscar os clientes pela mão quando eles insistem em ficar numa fila gigantesca e ela está sem ninguém para atender.

No dia que fui jantar o ambiente do restaurante do IKEA estava como habitual: bastante gente mas com uma vibração serena, organizada e eficiente.

Dei conta da sua existência quando a ouvi pedir desculpa aos clientes que estavam à minha frente pelo facto de não haver batatas fritas - afinal as máquinas também precisam de assistência explicava ela com um sorriso. Nesse momento senti uma vibração maternal vinda daquela mulher que nos fazia sentir pequeninos e protegidos, independentemente de termos vinte ou oitenta anos.

Na placa estava o nome dela: Alda, e por baixo uma outra a informar que ela encontrava-se em formação. Não sabia que formação poderia ela precisar; com a sua natural simplicidade esta mulher encerrava mais conhecimentos de vida do que muitos dos mais prestigiados Chefs da nossa praça.

Perguntou-me com um sorriso o que eu queria a acompanhar as gulosas almôndegas mergulhadas em molho. Pedi-lhe um bocadinho de compota de arando, uma miscelânea de legumes assados e uma colher cheia de um cereal que ela me informou rapidamente ser trigo sarraceno.

Mas o momento em que percebi que estava perante uma pessoa verdadeiramente apaixonada pelo que fazia foi quando ela me perguntou se eu gostava de caril, e que se sim devia levar um bocadinho para juntar ao trigo sarraceno, porque a combinação era deliciosa.

Agradeci-lhe o conselho e decidi que sim, que ia provar. Ela sorriu e pediu-me desculpa pela sugestão, como se se sentisse culpada por estar a interferir com o meu livre arbítrio.

A minha refeição no IKEA

Só posso dizer que o trigo sarraceno e o caril são uma combinação feita nos céus, cada um potenciando o sabor do outro, sendo que o caril tem a capacidade maravilhosa de tornar o trigo menos seco e mais fácil de apreciar. O Cara-Metade, que tinha escolhido uns perfeitamente cozidos brócolos e um apetitoso puré de batata, não resistiu a roubar-me metade do combo trigo/caril, deixando-me com os não menos reconfortantes legumes assados. 

A minha refeição no IKEA

Enquanto comia o saboroso toucinho do céu com pedacinhos de amêndoa como manda a tradição, decidi que tinha de agradecer à Alda, pela sugestão, pela simpatia, pelo amor que transbordava, mas parte de mim tinha vergonha de o fazer, talvez por eu próprio ter dificuldade em aceitar elogios.

Foi quando o Cara-Metade entornou por cima de mim e do meu pobre telemóvel um copo cheio de sumo de arando que percebi que as coisas más na vida acontecem depressa demais para termos medo de fazer as boas. Neste caso em particular não foi assim uma coisa tão má porque o telemóvel sobreviveu, eu sequei depressa e o IKEA tem refill grátis.

A minha refeição no IKEA

Fui falar com ela. Esperei para que terminasse de atender com aquele sorriso do tamanho do mundo o último cliente para lhe falar do trigo e do caril. Se no primeiro instante o rosto dela se transformou numa dúvida incerta, rapidamente estourou num sorriso de alegria quando lhe agradeci a maravilhosa sugestão. Fiz questão de lhe apertar a mão e de agradecer o seu trabalho.

A minha refeição no IKEA

Pensei em pedir à Alda para lhe tirar uma foto, mas tive vergonha e não a quis também deixar constrangida, apesar de saber lá no fundo que ela aceitaria de bom grado, por isso acabei por contentar-me em tirar-lhe uma de longe.

Se todos os restaurantes tivessem uma mulher destas na sua equipa, uma Alda de sorriso aberto e coração transbordante, talvez não tivéssemos mais estrelas Michelin, mas de certeza que teríamos muitos mais clientes felizes!

 

Restaurante IKEA Alfragide Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

3 comentários

Comentar post