Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

21
Jul18

Festival do Leitão em Negrais


Ontem fui deliciar-me com algo que não comia à muito tempo: Leitão.

 

O local escolhido para devorar tal pitéu foi o Festival do Leitão de Negrais, que é uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Sintra e pela União de Freguesias de Almargem do Bispo, Pero Pinheiro, e Montelavar, realizando-se no Largo do Rossio em Negrais.

 

Apesar de não ser um espaço muito grande, estão presentes os grandes nomes do leitão daquela região, como o Tia Alice, o Rosa dos Leitões ou o Tasco do Galapito, entre outros.

 

Quem já estiver com o estômago a produzir suco gástrico para se preparar para a digestão de tamanha iguaria, o festival está em funcionamento hoje e amanhã das 16 horas até às 24!

 

O que é que podem esperar do Festival?

 

  • Preços iguais em todo o lado. A melhor política a meu ver. Não faz sentido um fazer vinte cêntimos mais barato só para roubar meia dúzia de clientes de outro local de venda. Assim as pessoas acabam por se dispersar e escolher o local pelo qual possuem mais afinidade ou que lhes chama mais a atenção em vez de ser por uma questão monetária
  • Um menu muito simples. Há a sandes de leitão, acompanhada com batata frita, a custar 3.5€, e o prato de leitão com aquela pele crocante fantástica, acompanhado com batata frita e salada, a custar 10€. O kilo de leitão para quem quiser levar para casa está nos 18€
  • Muita bebida para empurrar. Água, refrigerantes, imperial e como não poderia faltar, vinho frisante, vendido a copo ou a garrafa inteira. Uma garrafa fica em 5€.
  • Competição para encontrarem uma mesa onde se sentarem. Muita gente e pouco espaço sentado. Se tiverem uma daquelas mesas desmontáveis em casa, usadas nos pic-nics, sugiro que a levem, pelo sim pelo não.
  • Surdez temporária. O festival é abrilhantado por música ao vivo, onde um profissional do teclado e do microfone faz um remix furioso de música pimba com latina, visitando êxitos dos PALOP ainda com tempo de dar um cheirinho aos clássicos da valsa e do pasodoble. Infelizmente o volume do som é tão alto que se torna impossível a interacção com a pessoa que está ao nosso lado, deixando-nos no fim com um zumbido estranho nos ouvidos.
  • Alguma dificuldade em estacionar. Não é que não haja lugares, mas pode ser preciso ficarem um bocadinho de nada mais afastados para conseguirem deixar a viatura em segurança.
  • Frio, mas isso é algo que já não admira ninguém, principalmente em Sintra. O meu conselho é que levem um casaquinho para a noite porque arrefece e bem. 
  • Sentimento de culpa. Um dos espaços de venda de leitão decidiu ter a brilhante ideia de colocar uma foto dos pequeninos. É impossível uma pessoa não ficar com um amargo na boca quando está a dar uma trinca gigante na sua sandes de leitão e vê a imagem dos animais tão bonitinhos e fofinhos. Nessa altura é mentirmos a nós próprios e convencermos-nos que estamos a comer algo produzido artificialmente num laboratório do Estado.

 

Agora que já vos dei todas as informações não têm desculpas para não ir preparados ao Festival do Leitão!

 

Festival Leitão Negrais

Festival Leitão Negrais

Festival Leitão Negrais

Festival Leitão Negrais

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D