Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

A razão de não conseguir deitar coisas fora!

10.04.19, Triptofano!
Sei que andamos numa fase em que toda a gente está empenhada em ter o mínimo de coisas materiais de forma a supostamente ter também o mínimo de ruído que afecte a harmonia da sua vida.   Há quem passe por destralhamentos gigantes, revirando a casa de uma ponta à outra, deitando fora o que já não presta e doando aquilo que ainda possa ser de utilidade a terceiros.   Existe quem tenha optado pelo estilo minimalista nas suas casas, que basicamente assemelha-se a um cenário (...)

Como uma frase pode mudar a nossa realidade

27.09.18, Triptofano!
Lembro-me como se fosse hoje do meu primeiro namorado.   Sempre tive uma predisposição para namorar com homens mais velhos do que eu.   Uma diferença de 15, 20 anos não era significativa para mim, talvez pelo facto do meu pai e eu termos uma diferença de 4 décadas.   Alguns poderão dizer que estava a viver um distorcido complexo de Electra, procurando uma figura que substituísse de certa forma a imagem paternal, mas para mim simplesmente sentia atracção pela forma como (...)

Pérolas do Passado

21.02.18, Triptofano!
Há uns posts atrás desabafei como era stressante para mim manter um certo ritmo de publicações, ritmo este que impus a mim mesmo para não abandonar o blog ao fim da primeira semana e meia.   E a partir daí comecei a pensar em quantos diários virtuais é que tinha deixado pelo caminho. Puxei pela cabeça e experimentei e-mails, e passwords, e apesar de ter quase a certeza que ainda (...)

Memórias da minha Infância

10.10.17, Triptofano!
  Tenho o prazer de vos apresentar o Triptofano em ponto pequeno. Uma criança adorável que, ao pressentir a hipótese de um registo fotográfico para a posteridade, estica-se todo para colocar a mãozita mesmo na mama da estátua! Ah que orgulho deve ter sentido o senhor meu pai naquele momento, a pensar que tinha ali um filho machão em potência. Apesar de continuar orgulhoso de mim o meu progenitor teve que mentalizar-se que os meus gostos anatómicos com os anos foram por caminhos (...)