Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

16
Ago18

Óleo de Coco para Pele Oleosa: Sim ou Não?


Já tinha ouvido falar das propriedades quase miraculosas do óleo de coco e das mil e uma utilizações que ele possui, mas só depois de vir trabalhar para a zona de Sintra é que percebi que o número de pessoas que o utiliza é muito maior do que eu alguma vez imaginei.

 

Na zona onde está situada a minha farmácia há uma grande comunidade africana, e por norma a pele negra é uma pele oleosa, sendo por isso que as pessoas detentoras dessa pele parecem mais novas do que a sua real idade, já que a pele não envelhece tão rapidamente como uma pele seca.

 

Após conversar com muitas pessoas cheguei à conclusão que a maior parte delas usa óleo de coco na cara principalmente por duas razões: porque sentem que a pele está seca ou porque querem controlar o excesso de oleosidade na pele.

 

Sim eu sei que uma rápida consulta no Dr. Google vai dizer que o óleo de coco é fantástico para qualquer uma das situações, mas não devemos acreditar em tudo o que lemos sem antes fazer uma investigação mais aprofundada.

 

Primeiro, quando as pessoas se queixam que a pele está seca mas continuam a ter oleosidade na zona T, é porque na realidade falta-lhes água na pele, e o óleo de coco não é o melhor produto para resolver esse problema.

 

Em segundo, tentar controlar o excesso de oleosidade com ele é a mesma coisa que nos atirarmos de um avião sem para-quedas. É morte na certa.

 

O óleo de coco é um dos óleos mais espessos existentes, e quanto mais espesso mais dificilmente vai ser absorvido de forma adequada pela pele. Assim o que acontece é que o óleo de coco vai permanecer no topo da derme criando um filme por cima do poro. 

 

As bactérias e as células de pele mortas tapadas pela camada de óleo de coco vão começar a multiplicar-se mais rapidamente o que leva a que o corpo produza um excesso de sebo, sebo este que pode dar origem a acne.

 

E não se iludam com aqueles que dizem que o melhor é o óleo puro ou o óleo fraccionado.

 

Na realidade, a versão fraccionada, à qual foi retirada as cadeias longas de ácidos gordos, é mais leve e melhor tolerada pela pele, mas não deve na mesma ser usada em peles oleosas, por causa do risco de obstrução dos poros.

 

Por curiosidade, se não souberem se o produto que estão a comprar é puro ou fraccionado basta verem qual o estado em que ele se encontra. Se for líquido é fraccionado, se for sólido é puro!

 

E agora o que é que vão fazer com todo aquele óleo de coco que compraram?

 

Uma opção é espalharem na pele do corpo de forma a terem uma hidratação mais profunda.

 

Outra alternativa é usarem-no como desmaquilhante.

 

O óleo de coco é um óptimo removedor de maquilhagem sendo muito bem tolerado por quem tem peles mais sensíveis. Não conseguem encontrar um produto para remover a vossa sombra dos olhos sem que eles fiquem a arder? Talvez o óleo de coco seja a vossa solução.

 

Ter apenas atenção a dois aspectos.

 

Em peles sensíveis usar sempre um algodão ou compressa o mais suave possível, de forma a minimizar irritações.

 

Em todos os tipos de pele depois de fazer a limpeza com o óleo de coco é obrigatório enxaguar o rosto de forma a retirar resíduos do rosto. É que se saltarmos esse passo terminamos com um rosto perfeitamente desmaquilhado mas na mesma com os poros obstruídos!

 

Óleo de Coco para Pele Oleosa

 

 

 

12
Ago18

Lierac - Hydragenist Máscara SOS


Uma das coisas que gosto de estar atento no blog é aos Termos de Pesquisa, ou seja, o que é que as pessoas procuraram para acabarem aqui neste cantinho.

 

Ontem, curiosamente, alguém pesquisou por "mascara sos lierac pode ser usada como creme noite", e sei que infelizmente não obteve a resposta que pretendia aqui no blog porque apesar de já ter falado sobre produtos da Lierac, nunca me referi a este detalhadamente.

 

Assim resolvi fazer um pequeno post para que se a pessoa mistério voltar a colocar a mesma questão aos deuses da Internet já encontre uma resposta mais satisfatória!

 

Que máscara SOS é esta e qual é o seu objectivo? 

 

Hydragenist Máscara SOS Lierac

 

A máscara SOS da gama Hydragenist é hidratante, oxigenante e preenchedora, sendo concentrada no complexo Hydra O2 e enriquecida em óleo de camélia. A sua fragrância é devida às notas de água de rosa, jasmim e gardénia e a sua textura bálsamo-gel providencia uma experiência extremamente sensorial, como já de resto a Lierac nos habituou.

 

Se pode ser usada como creme de noite?

Sim e Não.

 

Sim, porque na realidade esta máscara foi concebida para ser utilizada à noite.

Aplicando uma camada fina em todo o rosto, evitando o contorno dos olhos, pode-se deixar actuar durante 5 a 10 minutos e depois retirar o excesso com um disco de algodão ou, deixar a pele bebê-la durante toda a noite enquanto se dorme para acordar com um aspecto rejuvenescido.

 

Não, porque esta máscara deve-se usar uma a duas vezes por semana, dependendo do nível de hidratação da pele e das exigências por quais ela passa.

Claro que quem quiser pode passar a usar todas as noites, mas não acho que seja o mais correcto. Se a pele estiver extremamente seca ao final de todos os dias deve-se repensar qual o creme que se está a utilizar e se há a necessidade de adicionar um sérum que aumente os níveis de hidratação da pele.

A máscara SOS, como o nome indica, foi idealizada para um cuidado pontual, mas não é que a pele nos vá cair ou fique habituada se for usada todas as noites, simplesmente está-se a perder a oportunidade de utilizar alternadamente um cuidado anti-idade mais regenerador!

 

Algo que acho interessante relativamente a este assunto é ter imensos clientes que juram a pés juntos que possuem pele seca, e toca de enfiar tudo o que é gordura em cima da pele.

 

Mas há uma diferença entre pele seca e pele desidratada, porque mesmo uma pele oleosa na zona T necessita de água, por isso é normal haver excesso de brilho junto com uma sensação de repuxamento e desconforto cutâneo.

 

Nestes casos a palavra de ordem é hidratar, hidratar, hidratar!

 

E por favor, não lavem o rosto com água da torneira e sabão azul e branco. O pH não é o apropriado, as substâncias são mais agressivas e no fim vão ter uma pele mais sensibilizada e desidratada.

 

O preferível é sempre investir na qualidade - a vossa pele agradece!

 

 

24
Jul18

​Cupuaçu - os novos cuidados de corpo da Klorane​


​Quando uma pessoa pensa que já conhece tudo aparece algo que nunca tínhamos ouvido falar para nos provar que estamos enganados.
 
O cupuaçu é o fruto de uma árvore originária da Amazónia, e é com base na manteiga biológica deste fruto, 1.5 vezes mais nutritiva que a manteiga de Karité, que a Klorane apresenta a sua nova gama de cuidados de corpo nutritivos para todos os tipos de pele, mesmo as mais secas.
 
Com o apoio da Klorane Botanical Foundation, que se compromete localmente em proteger a biodiversidade e as comunidades amazónicas, esta gama de cuidados corporais é realmente amiga do ambiente, sendo formulada com mais de 96% de ingredientes de origem natural e tendo a excelente particularidade de serem biodegradáveis.
 
Porque é que a manteiga de Capuaçu é tão fantástica?
 
Com uma composição entre os 30 e os 50% de ácido oleico e entre os 2 e os 5% de ácido linoleico, tem uma óptima capacidade nutritiva devido ao reforço da barreira lipídica. A presença dos ácidos araquídico e beénico vão por sua vez prevenir a desidratação da pele.
 
Pessoalmente gosto bastante da Klorane, da suavidade das fórmulas, do envolvente das fragrância e do apelativo das suas cores e texturas. O que eu não gosto é por norma complicarem demasiado as linhas, lançando tantos produtos que uma pessoa acaba por ficar perdida.
 
E a linha Capuaçu não foi diferente.
 
Existem 4 colecções de cuidados de corpo, todas elas enriquecidas com manteiga de cupuaçu bio, compostas por leite de corpo (400 e 200 ml), gel de duche (400 e 200 ml) e sabonete creme (100 g).
 
Na gama dos leites de corpo, quem procurar uma nutrição intensa 24h e uma textura fundente, a referência flor de cupuaçu é a escolha mais acertada. Para uma textura ultra-leve com uma hidratação 24h a escolha deve recair nas referência Flor de Hibisco, Flor de Figueira ou Água de Yuzu. 
 
Todas as referências são rapidamente absorvidas e não deixam aquela sensação desconfortável de se ficar a colar.
 
Também na área do banho a escolha é idêntica. Todas as colecções não possuem sabão, sendo a flor de cupuaçu indicada para as peles secas a muita secas enquanto as outras referências estão orientadas para uma pele normal a mista.
 
​Como se já não bastasse a Klorane resolve confundir ainda mais uma pessoa e junta outros 6 geles/cremes de duche de 200ml.
 
O gel de Amora Selvagem, o de Água de Gardénia e o de Seiva de Bambu são indicados para uma pele normal a mista, enquanto que os cremes de Flor de Frangipani, de Leite de Rosa e de Flor de Groselha vão satisfazer as necessidades de uma pele seca.
 
Acho que apesar da Klorane ter boas intenções lançando um sem número de escolhas para o consumidor, o excesso de produtos pode confundir e fazer com que alguém menos informado acabe por comprar uma referência que não seja a mais correcta para as necessidades da sua pele, recaindo a escolha mais nas características visuais e olfactivas.
 
Concluindo, se souberem o que a vossa pele precisa e não comprarem por impulso, esta nova gama de cuidados corporais da Klorane pode ser uma aposta vencedora.
 
Sensorial, confortável e eficaz, além de ser amiga do ambiente!
 
 

Klorane Cupuaçu

 

 

30
Jun18

IRIS - Massajador e Iluminador de Olhos


Foreo-IRIS-Illuminating-Eye-Massager

 

Minhas senhoras e meus senhores, apresento-vos o IRIS, massajador e iluminador de olhos, criação divina que chega a nós terrestres por intermediação da Foreo.

 

Apesar de parecer um vibrador, ou mais concretamente um estimulador do clitóris ou da zona perianal, este menino é mesmo para utilizar nos olhos, de forma a reduzir a visibilidade dos pés de galinha, olheiras e bolsas sob os olhos, usando para isso a tecnologia T-Sonic™ Alternante. Vai também aumentar a absorção do contorno de olhos que usemos, e uma maior absorção traduz-se numa maior eficácia do produto.

 

O IRIS é inspirado pelas massagens linfáticas nos olhos vulgarmente praticadas na Ásia, ou seja, aqueles famosos toques com uma pressão ligeira que aumentam a vascularização da zona.

 

Neste momento vocês devem estar a pensar porque é que raio haviam de gastar um dinheirão a comprar uma máquina que faz o mesmo que vocês podem fazer com as pontas dos dedos.

 

Primeiro, o IRIS tem dois modos de utilização, o Modo Puro, que reproduz suavemente a sensação de uma massagem manual com movimentos leves de toque para evitar sinais de envelhecimento antes que estes se comecem a desenvolver, e o modo Spa, que combina toque com pulsações delicadas para apagar sinais mais evidentes de envelhecimento.

 

Apesar dos nossos dedos terem tantos modos quantos o nosso cérebro os quiser programar acho que provavelmente nenhum de nós saberá qual é a pressão e a cadência correcta para fazer uma massagem à zona ocular de forma segura e eficaz.

 

Segundo, quantos de nós usam a calculadora do telemóvel para saberem a quanto é que vai ficar aquele creme fantástico com o desconto de 20% directo e que acumula mais 15% no cartão?

Podíamos fazer a conta de cabeça não podíamos? Mas é sempre mais fácil, cómodo e à prova de erro usar a tecnologia não é?

 

O mesmo acontece com o IRIS. Podíamos usar os dedos, mas o resultado nunca seria tão bom!

 

Foreo-IRIS-Illuminating-Eye-Massager

 

 Agora bom bom, era ter um para cada mão, ou melhor, um para cada olho, que assim uma pessoa despachava este cuidado de beleza num instantinho, que a nossa vida anda sempre a 100 à hora e não há tempo a perder.

 

 

06
Jun18

Aquabella - Novidade Nuxe 2018


Para mim, a Nuxe enquanto marca de cosméticos, tirando um ou outro produto muito específico, enquadra-se mais na categoria de beleza do que de tratamento.

 

Isto quer dizer que se vocês tiverem algum problema de pele complicado esta não é a marca para vocês.

 

No entanto se foram abençoados com uma pele simpática, que não dá grandes problemas nem tem nenhuma patologia, então a Nuxe pode ser a vossa escolha ideal, já que concilia os princípios activos de origem natural com uma experiência sensorial muito agradável.

 

A mais recente novidade deste ano da Nuxe é a gama Aquabella, dirigida a uma pele tendencialmente mista. O objectivo é hidratar a pele sem deixar brilho - ninguém que parecer um farol -, corrigir e melhorar a qualidade da pele e dar à pele um efeito fresco e natural.

 

Mais uma vez friso que esta gama é para uma pele tendencialmente mista sem grandes problemas. Se sofrerem de acne ou tiverem outra patologia associada recomendo procurarem uma gama mais medicalizada.

 

Aquabella confere hidratação e frescura graças aos seus activos de nenúfar branco e de ácido hialurónico, corrigindo e melhorando a qualidade da pele devido ao seu complexo blur vegetal, um exclusivo Nuxe que possui uma patente pendente em França.

O perfume floral possui notas de pepino, água de jasmim e almíscar, sendo que a gama não possui parabenos, óleos minerais nem ingredientes de origem mineral.

 

Aquabella é constituído por três produtos:

  • Um Gel Purificante micro-esfoliante de aplicação diária para uma limpeza em profundidade
  • Uma Loção-Essência reveladora de beleza para completar a limpeza da pele - tem com objectivo fechar os poros e dar um aspecto mais homogéneo à pele
  • Uma Emulsão Hidratante reveladora de beleza (minha gente vamos descobrir beleza que nem sabíamos que a tínhamos) que hidrata e matifica.

 

Nuxe Aquabella

 

A minha opinião

 

Vocês sabem que sempre que eu posso gosto de experimentar os produtos para poder dar um feedback mais realista.

 

 

Como nem sempre tenho orçamento para poder comprar tudo e mais alguma coisa socorro-me das amostras que os laboratórios mandam - e este é um conselho que eu vos quero dar.

 

Nunca comprem nada que não conheçam sem experimentar uma amostra primeiro, porque correm o risco da vossa pele não tolerar o produto e depois é dinheiro deitado ao lixo. Claro que nem sempre isso é possível, especialmente se comprarem por canais virtuais, mas quando tiverem a possibilidade experimentem primeiro o produto antes de o adquirirem.

 

Mas falando sobre os produtos em si:

 

Fiquei fascinado com o gel purificante porque como é de uso diário e ainda por cima é micro-esfoliante já não tenho que andar a pensar em fazer esfoliações com outros produtos tão regularmente. Obviamente que não substitui o uso de um esfoliante mais forte de vez em quando, mas para aquelas pessoas que não querem comprar dois produtos - um de limpeza e um esfoliante - esta é a escolha certa.

O grão é fininho mas suficiente para se sentir a fazer o seu trabalho. Ponto positivo para a cor do produto, um azulado muito bonito - afinal a Nuxe é uma marca que aposta na sensorialidade.

 

A loção-essência para mim é um grande não não.

 

Provavelmente porque eu não estou habituado a usar tónicos depois da limpeza, ainda por cima tendo em conta que se tem de usar com um algodão, coisa que eu nem sempre tenho paciência para fazer. Mas o que me leva a evitar este produto é o facto de ele realmente deixar a pele fresca, mas também com uma ligeira sensação de ardor persistente. Talvez seja eu que tenha a pele mais sensível mas a presença de álcool na formulação também não deve ajudar.

 

A emulsão hidratante tem um perfume fantástico, como é habitual nos produtos da Nuxe. De fácil aplicação, absorve rapidamente e não deixa a pele pegajosa!

 

 

Conclusão: Sim ao gel purificante, a emulsão hidratante está Ok, vade retro loção essência!

 

Nuxe Aquabella

 

22
Mai18

Novidades Uriage 2018


Lembram-se neste post de ter falado acerca do Expossoma e da Luz Azul, e do quão prejudicial ela era para a saúde da nossa pele?

 

Pois que finalmente a Uriage lançou para o mercado português a gama Age Protect, com um escudo anti-poluição e luz azul, que combate as rugas e dá mais firmeza e luminosidade à pele.

 

O BLB ("Barrière Lumière Bleue" - Barreira contra a luz azul), é uma patente registada pela Uriage,  sendo composto por uma associação de extratos vegetais, vitaminas e nácares, actuando assim como um protetor, limitando os efeitos nocivos das ondas emitidas pela luz azul sobre a pele.

 

Mas além desta barreira contra a luz azul, a gama Age Protect trás-nos o Filmexel, composto por ceras vegetais, que deposita na superfície uma película de segunda pele que impede a fixação de partículas finas de poluição na superfície da pele - testes laboratoriais demonstraram uma redução de 40% na adesão das partículas poluentes.

 

Para finalizar Age Protect tem na sua composição Vitamina A, uma precursora do ácido retinóico, que tem a capacidade de atenuar rugas e manchas, estimular a renovação celular e a síntese do colagénio e da elastina; Ácido Hialurónico de muito baixo peso molecular, que permite um preenchimento das rugas; Extracto de Dragoeiro, com propriedades regeneradoras e cicatrizantes e uma forte ação anti-radicalar, sendo que este extracto vegetal vai estimular a síntese dos colagénios 3 e 4, responsáveis pela sustentação e firmeza da pele; Vitamina C e E, com poder antioxidante, atacando nas manchas escuras e dando luminosade ao rosto, além de combateremm eficazmente os UV; Água Termal da Uriage, numa concentração de 10%, que protege e repara a pele devido aos seus minerais e oligoelementos.

 

 

Os Produtos

 

Uriage Age Protect Barreira Luz Azul

 

 

A gama Age Protect tem sete produtos, sendo 6 deles apresentados numa embalagem Airless, de forma a evitar que a fórmula perca propriedades em contacto com o ar.

 

Existe o Creme multi-acções, com ou sem protecção solar SPF 30, para peles normais a secas, enriquecido com manteiga de karité, esqualeno de azeitona e ceras vegetais ; o Fluido multi-acções para pele normal a mista (este não tem infelizmente a possibilidade de protecção solar) formulado com AHA (alfa-hidroxi-ácidos), extratos de frutos de roseira e celulose, para matificar e afinar o grão da pele; o Contorno de Olhos, sem perfume, que tem na sua composição um complexo único com sulfato dextrano que atenua as olheiras e descongestiona a pálpebra inferior; o Sérum intensivo, com uma dose dupla de vitamina A e AHA, acelerando assim a regeneração celular; o Creme detox como cuidado de noite, tendo na sua composição o agrião, uma planta conhecida pelas suas propriedades desintoxicantes antipoluição e que garante a oxigenação celular; e por fim, também para a noite, para ser usado uma a duas vezes por semana, o Creme Peeling, este sem embalagem Airless, vai alisar as rugas, eliminar manchas e imperfeições.

 

 

A minha Opinião

 

Primeiro que tudo quando comecei a pensar em quanto tempo estava ao computador por dia até me assustei. É aqui no blog, é no trabalho, é na hora de almoço a ver os e-mails, enfim, uma imensidão de tempo.

 

Por isso mal chegou a gama à farmácia comecei a usar o fluido multi acções.

 

O perfume é bom, não é muito forte nem enjoativo. O fluido espalha muito bem na pele, não deixa sensação de cola nem de brilho. Não me causou irritações nem comichões nem outras reacções alérgicas.

 

O único ponto negativo que tenho a apontar é a embalagem. Para usarmos o produto temos que rodar a embalagem numa certa direcção, e não é fácil nem funcional, basicamente temos de espetar o dedo mesmo na saída do creme de forma a conseguirmos que aquilo gire (quando vocês tiverem o produto nas mãos vão perceber o que eu estou a dizer) e acabamos por estar a conspurcar na mesma tudo, o que não era o objectivo desta embalagem.

 

Mas pronto, é um pequeno senão que espero que seja reformulado em breve.

 

Entretanto, é ponto assente que todos os dias antes de começar a trabalhar ponho uma boa camada de protecção contra a luz azul, que não quero ficar velho assim tão depressa!

 

 

15
Mai18

Protector Solar: Usar ou Não Usar


Protector Solar e Vitamina D

 

Esta questão pode parecer absurda, sobretudo vinda de mim, um acérrimo apologista da protecção solar para evitar o fotoenvelhecimento e outros problemas que a exposição excessiva à luz solar pode causar.

 

Se bem se lembram, neste post até defendo que uma das coisas que deveríamos fazer sempre antes de sair de casa era colocar fotoprotecção nas mãos, de forma a não termos uma cara imaculada e umas mãos envelhecidas.

 

O problema, é como em tudo na vida, para fazermos bem a uma coisa estamos a prejudicar outra. E neste caso a utilização de protecção solar compromete os nossos níveis de vitamina D.

 

A vitamina D é na realidade uma hormona, sendo as duas formas mais importantes a vitamina D2 (ergocalciferol) e vitamina D3 (colecalciferol). 

 

A vitamina D3 é a forma que é sintetizada na pele a partir do colesterol, quando nos expomos a uma quantidade razoável de luz solar ou um tipo similar de radiação UV.

 

Para conseguir um nível óptimo no organismo seria necessário apanhar sol 3 dias por semana, todas as semanas, ao longo de todos os meses do ano com pouca roupa e sem protector solar.

 

A vitamina D2 encontra-se disponível apenas na alimentação, sendo produzida por determinados fungos e plantas quando expostos à luz ultravioleta.

 

E qual a importância da vitamina D no nosso organismo?

 

Esta hormona é responsável pela activação de cerca de 2000 genes, sendo importante para o desenvolvimento e equilíbrio de uma multiplicidade de órgãos e funções do corpo humano, desde a gestação no útero até ao fim da vida.

 

Um défice de vitamina D acarreta graves problemas para a saúde, dado que sem a sua acção no organismo há maior risco de ocorrência de doenças crónicas e degenerativas como alzheimer, cancro, diabetes, doenças cardíacas, esclerose múltipla, além da osteoporose, que acaba por ser a mais associada a uma ausência desta vitamina.

 

O que fazer então?

 

Torna-se complicado conjugar tudo: ter uma pele perfeita sem manchas nem rugas e obter a vitamina D suficiente para o bom funcionamento do nosso corpo.

 

O que eu comecei a fazer é apenas colocar o protector solar quando chego ao trabalho. Como faço diariamente parte do meu percurso a pé, tenho possibilidade de absorver bastante luz solar.

 

Para quem vai directamente de carro para o trabalho e não possui esta oportunidade de fazer a "fotossíntese" o que eu sugiro é que no início do dia, quando o sol não está tão forte, realizar um pequeno passeio de 10 minutos à volta do quarteirão - além de se fazer exercício acaba-se por apanhar algum sol.

 

Obviamente que esta altura do ano é mais propícia à exposição solar, o tempo está melhor e podemos usar roupas que mostrem mais pele, mas e se estiver um frio de rachar e estiver a chover torrencialmente?

 

E se o nosso cuidado diário hidratante, ou a nossa base já tiverem na fórmula um filtro solar?

 

Não vou pedir a ninguém que vá para o trabalho sem estar com a pele hidratada e/ou maquilhada, porque no fim o mais importante é sentirmos-nos bem com a nossa aparência.

 

Nestes casos o que eu recomendo é tomar o pequeno-almoço ao pé de uma janela enquanto se absorve a maior quantidade de luz solar possível.

 

E não nos preocuparmos se os vizinhos estão a olhar para nós fixamente - afinal toda a gente tem direito a acordar com olheiras ou com a pele com menos brilho de vez em quando.

 

Para quem não tiver tempo para tomar o pequeno-almoço relaxadamente ou queira a todo o custo evitar a luz solar, então sugiro que aposte na alimentação.

 

As melhores fontes de vitamina D são os ovos, o fígado de bacalhau, os óleos de peixe, a manteiga e o abacate.

 

No caso da alimentação não ser suficiente, em último caso pode-se optar pela suplementação, tendo-se sempre o cuidado de escolher uma marca com uma boa concentração e uma boa biodisponibilidade, de forma a maximizar a quantidade de vitamina D absorvida pelo organismo.

 

Em suma, protector solar sim, todos os dias do ano sem excepções. Mas evitar usar durante 10 a 15 minutos numa hora de menor intensidade solar!

08
Mai18

Rentabilizar a Hora de Almoço (2)


Sabem quando vocês passaram o dia todo a falar com outras pessoas e têm uma mancha gigante na vossa camisola?

Ou um macaco malandro a espreitar-vos pela narina?

Ou um bocado de favas bem escarrapachado no dente da frente?

 

Enquanto vocês não têm a auto-consciência da figura que estão a fazer, continuam alegres e animados, falando com todas as pessoas que se cruzam no vosso caminho. Até que se apercebem da mancha/macaco/fava que toda a gente viu, e ninguém teve a coragem de vos avisar acerca de.

 

Quando há esse momento de descoberta, o nosso universo centra-se nesse pequeno grande detalhe, que não nos incomodava por estar entregue à ignorância, mas agora que somos conscientes dele parece que é o fim do mundo. E enquanto não o conseguirmos resolver, toda a nossa tranquilidade, paz de espírito e capacidade de interagirmos com terceiros desapareceu pela sanita abaixo.

 

Foi basicamente o que me aconteceu ontem.

 

Estava eu a atender um cliente, de uma forma profissional e serena, quando olho para a minha mão direita.

 

Contemplo uma mão macia, suave, com umas unhas arredondadas. Olho para a esquerda e só não dou um grito porque me consegui conter e trinquei a língua. Estava com uns sachos do tamanho do mundo, capazes de cortar a garganta a sangue frio a qualquer delegado de informação médica demasiado aborrecido.

 

A partir desse instante, o utente à minha frente eclipsou-se, e tudo o que eu conseguia ver eram as minhas unhas gigantes, que eu não conseguia perceber como é que tinham ficado tão grandes em comparação com as da mão direita.

 

O meu primeiro impulso foi enfiar a mão à boca e começar a roer as unhas, mas desde que usei aparelho nos dentes que incrivelmente perdi essa capacidade.

 

Poderia sempre afirmar que era uma afirmação político-social-qualquer-coisa, que aquelas unhacas gigantes de uma mão simbolizavam a vida dura do sector primário, que tinha a pele ressequida do trabalho agrónomo, enquanto que a outra mão representava a privilegiada vida de quem laborava na área dos serviços, e tinha tempo para cuidar de si.

 

Como era uma explicação muito longa e demasiado filosófica, decidi que tinha de conseguir cortar as unhas, desse por onde desse. 

 

Fui ao meu cacifo (que digamos é assim um acumular de tudo e mais alguma coisa) e descobri, milagre dos milagres um corta-unhas (que o cara-metade já se tinha questionado onde é que estaria!)

 

Eu sempre odiei quem corta as unhas no trabalho, aquele schlac schlac tirava-me do sério, mas bem diz o ditado Nunca digas desta água não beberei!

 

Por isso mal chegou a minha hora de almoço (que estava muito perto Graças a Deus!), enfiei-me na casa de banho e schlac schlac schalac, dei cabo do meu problema.

 

Quem neste momento tiver visto a sua consideração relativamente a mim baixar astronomicamente, tenho em minha defesa a dizer que pelo menos não cortei as unhas no comboio nem andei a comer pevides e a cuspir as cascas para o chão do metro.

 

Ah pois é, há gente muito mais badalhoca do que eu.

 

Claro que podia ter cortado a unhas e ficado por aí. Mas quando eu fui procurar no cacifo um utensílio para aniquilar aqueles pedaços de queratina, o que também achei eu?

 

Óleo para unhas Dr. Scholl

O óleo para unhas e cutículas da Dr.School.

 

 

Este óleo possui vitamina E e 7 óleos nutritivos para umas unhas com aspecto saudável e brilhante sem esforço! Quer dizer, é preciso algum esforço, pelo menos para nos lembrarmos de usar o produto.

 

Segundo o site da Dr.School, este óleo tem um feito WOW, que para mim é entendido, como WOW, consegui gastar dinheiro e nunca usar isto! Supostamente utiliza-se diariamente, e deve-se após aplicar fazer uma massagem circular de forma a que o produto seja melhor absorvido pelo leito da unha.

 

É verdade que depois de aplicar as unhas ficam com um aspecto mais bonito e brilhante, mas o problema é quando se é homem e as pessoas olham logo de lado por verem algum brilhozinho nos nossos dedos.

 

A minha sugestão para os elementos do sexo masculino é colocarem o verniz à noite - na manhã seguinte o brilho já desapareceu.

Ou dizerem que estão a usar um verniz amargo para deixarem de roer as unhas.

Ou desculparem-se com o facto de fumarem e que aquela camada brilhante é para evitar que a unha fique amarela do tabaco.

Ou simplesmente borrifarem-se para o que os outros possam pensar - afinal a vida é nossa ou das outras pessoas?

05
Mai18

A desilusão


Lembram-se quando neste post estava mais que entusiasmado com o novo produto da Neutrogena que eu sabia que ia revolucionar a minha vida?

 

Pois bem que enviei um e-mail para a Neutrogena Portugal para saber se havia previsões para a sua comercialização em terras Lusas.

 

Eis a resposta, no mínimo desapontante.

 

 

Estimado Consumidor,
 
Em primeiro lugar, queremos agradecer a confiança que deposita nos nossos produtos.
 
Em relação à sua questão, informamos que a Johnson & Johnson tem disponível em cada país diferentes gamas de produtos que se baseiam nas necessidades específicas dos consumidores. Ou seja, nem todos os produtos Neutrogena® que se encontram nos E.U.A ou em outros países, poderão estar também disponíveis em Portugal. Da mesma forma, nem todos os produtos locais se encontram à venda em outros países. Este produto não tem data prevista de lançamento em Portugal.
 
Lamentamos informar que não dispomos de informação dos produtos que a marca comercializa noutros países.
 
Atentamente.
 
 
Consumer Portugal
Johnson & Johnson Lda

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D