Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

20
Out17

Sou Socorrista!


Nestes últimos três dias tive o privilégio de frequentar o curso de formação básica de socorristas.

 

Foram três dias intensos, com imensa informação para assimilar, tendo a componente teórica sido intercalada com a prática.

 

Podia fazer um post gigantesco sobre tudo o que aprendi, que passou desde o que é que um Kit de Primeiros Socorros deve ter, a como é que se procede em casos de hemorragia, a fazer o exame inicial de uma vítima fazendo o despiste do estado de consciência e se ventila ou não, passando  pelo Suporte Básico de Vida e como colocar alguém na Posição Lateral de Segurança.

 

No entanto um post nunca seria suficiente, por mais detalhado que fosse, para transmitir a verdadeira dimensão do que este curso é, nem que seja pelo facto de a componente prática ser fundamental.

 

O meu objectivo é sensibilizar para a importância de adquirirmos estes conhecimentos. E vocês podem pensar que é uma perda de tempo, afinal trabalham num escritório de advogados e não há pessoas a serem atropeladas dentro do edifício.

 

Mas ser socorrista não é apenas estar pronto para ajudar em situações de acidentes automobilísticos - é prestar assistência a alguém que se engasga com um pedaço de comida, é conseguir detectar uma situação de hipoglicémia num diabético, é saber como actuar no caso do colega que escorrega e cai aparatosamente.

 

Nos dias de hoje, infelizmente, cada vez somos mais individualistas, e muitas vezes vemos alguém que se aleijou e pensamos, não é comigo, não me vou meter, estou com pressa para ir para o emprego, alguém há-de ajudar. 

 

O curso de socorrista sensibiliza-nos para o facto de vivermos em comunidade, de o nosso mundo ser um formigueiro e que nós formigas, deveríamos trabalhar todos na mesma direcção. Já repararam que quando uma formiga leva um pedaço de alimento gigante rapidamente aparecem outras para ajudar? Se calhar devíamos passar mais tempo a observar estes pequenos grandes seres, em vez de vivermos isolados na nossa bolha.

 

É verdade que há aqueles que acham que o curso de socorrista não faz sentido porque se estivessem perante um acidente não teriam o estofo de lidar com a vítima, ou por terem medo de fazer algo de errado ou por questões pessoais de sensibilidade.

 

Mas ser socorrista é muito mais do que isso.

Se não conseguimos colocar as mãos num membro sangrento ou fazer suporte básico de vida não há que ter vergonha, cada um de nós tem as suas próprias características (odeio o termo limitações!).

Mas já é uma grande ajuda se ao detectarmos um acidente criarmos as condições de segurança para a vítima (e para nós socorristas), se soubermos como fazer uma chamada para o 112 - sabiam que quem atende é um operacional da PSP que depois é que faz o encaminhamento da chamada consoante a situação? - pedindo para nos passarem para a Emergência Médica, fazendo um rápido descritivo da situação e, importantíssimo, dando a maior quantidade de informação relativa ao local onde nos encontramos; se estivermos a segurar a mão da vítima dando-lhe conforto, evitando que ela se sinta só e desprotegida.

 

Termos a noção de pequenos detalhes pode fazer toda a diferença no desenrolar na história de alguém.

Que quando dizem para não mexer em alguém que teve um grande acidente é para evitar que se possa causar inadvertidamente uma lesão a nível da medula espinal, que não se deve dar água a beber a acidentados porque se for preciso ir para o hospital para ser operado acabou-se de colocar líquidos no estômago, que um fio de sangue fino com uma aparência mais viscosa a sair do nariz ou do ouvido não deve ser tamponado - provavelmente ocorreu um traumatismo crânio encefálico e esta é a forma do nosso corpo se proteger devido às diferentes pressões que se criam.

 

Por tudo isto, se tiverem a oportunidade tornem-se socorristas. Por vocês, pela vossa família e pela sociedade. Está na altura de todos nós mudarmos o mundo.

 

 

O LEITOR DECIDE.png

 

A votação está renhida! Ainda estão a tempo de votar na história que querem ver revelada!

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D