Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Rebelde | A série da Netflix que é mais do mesmo

25.01.22, Triptofano!

Imaginem um cruzamento de Elite com Glee com Escola António Arroio. Já imaginaram? Então apresento-vos Rebelde, a série da Netflix que de rebelde apenas possui o nome, porque na verdade é mais do mesmo.

Começa um novo período na Elite Way School e um inimigo familiar, a sociedade secreta Loja, ameaça destruir as esperanças musicais dos caloiros.

Rebelde | Netflix

Com episódio e meio visto, já vos consigo fazer um resumo bastante preciso de todo o enredo. Trata-se de uma escola de miúdos ordinariamente ricos que obviamente têm uma data de problemas familiares, que ser rico e não ter drama na família está totalmente fora de moda, e que procuram desesperadamente fazer a mudança no mundo e em si mesmos através daquilo que mais amam: a expressão musical!

Claro que em escola de ricos que se preze existe sempre um ou outro pobretanas que entrou com uma bolsa mas que é o que de entre todos mais carisma tem e que obviamente vai acabar por papar a personagem feminina principal, e um falso pobretanas que adora ter estilo de rua mas na verdade dorme em lençóis da Gucci e num pijama da Dior mas que não quer que ninguém descubra.

Tal como em tantas outras séries também há um casalinho inicial irritante que está visto que não vai ficar junto, já que a personagem feminina vai papar e ser papada pelo pobretanas carismático, sendo que ambos desenvolvem uma paixão assolapada nos primeiros quinze segundos que botam olhos um no outros, apesar de todos sabermos que amor à primeira vista só existe nas comédias românticas e que na juventude de hoje em dia no máximo há um pico de hormonas à primeira visualização de uma foto NSFW enviada pelo Instagram.

Em Rebelde até agora ainda não houve nenhum assassinato, mas calma que ainda só vou a meio do segundo episódio por isso tudo ainda pode acontecer. Por enquanto só houve um incêndio e um pé torcido, mas não quero acreditar que seja esse o mistério no qual vão basear todos os oito episódios. Afinal supostamente há uma sociedade secreta chamada Loja, e eu estou a torcer para que seja a Loja do Mestre André e que os caloiros para se manterem na escola tenham que aprender a tocar num pifarinho e num tamborzinho e num pianinho e em tudo acabado em inho que o Mestre André tenha na sua loja.

Claro que com tanta crítica menos positiva podia utilizar o meu tempo para ver outra coisa qualquer. Mas apetece-me dar uma de rebelde e ver até ao fim, nem que seja para depois vir aqui lamentar-me de como perdi o meu tempo!