Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Quando ainda há amor mas outra coisa acaba...


Triptofano!

04.01.19

Estar numa relação para mim só tem significado se ainda existir amor.

 

Eu sei que há muitas pessoas que ficam pela amizade, pelo companheirismo ou mesmo por comodismo, mas para mim se o amor desaparecer por completo então é altura de seguir em frente e procurar um novo caminho.

 

Afinal todos merecemos ser felizes e a estagnação emocional certamente não é a melhor forma de se encontrar a felicidade.

 

Mas e quando outra coisa acaba?

 

Será possível manter uma relação onde existe bastante amor mas em que consistentemente algo fulcral para o bem estar de qualquer indivíduo não se encontra em quantidades satisfatórias?

 

É verdade que há dias em que é um fartote, a pessoa até fica regalada com os olhos a brilhar, mas na maiorias das vezes é uma escassez que nos provoca um misto de tristeza e revolta.

 

Não deveria a pessoa que escolhemos para estar numa relação ter mais atenção para com as nossas necessidades básicas?

 

Não é obrigação dela ser mais cuidadosa e perceber que se nós deixamos tudo pronto a usar também ela o deveria fazer?

 

Ou será que deveríamos ser mais pacientes e perceber que pode ser apenas uma fase, mesmo que essa fase dure há quase meio ano?

 

No meu relacionamento com o Cara-Metade existe bastante amor mas, para minha grande tristeza, há algo que ele consistentemente negligencia no que toca à nossa relação.

 

Papel higiénico minha gente.

 

Constantemente o raio do homem deixa-me a porcaria de três folhas caquécticas agarradas ao rolo.

 

É que se me deixasse o rolo vazio eu nem ficava tão chateado, porque mal entrasse na casa-de-banho dava meia volta e ia buscar um novo, mas não, deixa umas folhinhas miseráveis para dar a ilusão que ainda há e quando eu me vou limpar é que descubro a triste verdade.

 

É que depois é deprimente ver-me a rentabilizar cada quadradinho para limpar o rabiosque em condições.

 

E a pegar nele o mais estrategicamente possível para não ficar com os dedos sujos vocês sabem do quê.

 

Eu deixo sempre um rolo cheio, lindo e fofinho para ele usar, mas não sei o que é que o homem faz que sempre que eu vou sentar-me no trono não há quase papel nenhum.

 

Uma relação sem amor está condenada, mas uma relação sem papel higiénico tem tudo para ser uma grande borrada.

55 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Follow

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D