Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Puzzles em Miniatura

A melhor solução para quem tem falta de espaço

19.01.22, Triptofano!

Adoro puzzles! Existe algo de extremamente recompensador em conseguir colocar uma peça no local devido depois de duas horas de tentativas infrutíferas.

Claro que existe o lado negro destes quebra-cabeças. Primeiro o constante medo de uma pessoa chegar ao fim e faltar uma peça. É naquele momento em que se procura em todos os rebordos da caixa, debaixo da mesa, no tecto, nas solas dos sapatos. Não existe maior frustração do que acabar um puzzle apenas para descobrir que ele está inacabado.

Depois o trauma que é quando nos lembramos que devíamos ter começado a construir aquela imagem maravilhosa das criancinhas vestidas de abelhas a brincar num fundo amarelo de uma colmeia - já fiz um puzzle assim para uma amiga e jurei para nunca mais tal foi o trauma - em cima de um pedaço de jornal ou coisa parecida. É sempre um verdadeiro inferno quando queremos passar o puzzle de cima da nossa mesa para um cartão para o emoldurar, porque ele começa a partir-se todo diante dos nossos olhos e a vontade é de chorar desalmadamente perante tantas horas de esforço árduo a serem destruídas impiedosamente.

Por fim, e o que eu considero mais limitante, é a falta de espaço. Um puzzle é coisa de ocupar uma mesa quando não ocupa a mesa, o chão, o sofá, a cama e o tampo da sanita. E claro que temos de entrar em linha de conta com as outras pessoas que vivem connosco, que estão no seu direito de não vibrar com a ideia de ter que conviver com múltiplos montinhos de peças enquanto estão a tomar o pequeno-almoço ou a fazer uma videoconferência.

Por causa desta limitação de espaço é que comecei a apostar nos puzzles em miniatura.

Puzzles em Miniatura

Desengane-se quem achar que estes puzzles em miniatura são uma espécie de jogos para crianças dos 2 aos 4 anos, com 6 peças gigantes que formam uma vaquinha que dá leite com chocolate. Não, os puzzles em miniatura são como os outros puzzles, só que as peças é que são uma verdadeira caganita, que uma pessoa fica míope só a tentar perceber se está diante de um olho ou de uma mão ou de uma baguete barrada com manteiga.

Na imagem acima, referente ao puzzle que estou agora a fazer, podem ver o tamanho minúsculo das 1000 peças que vou ter que montar, para obter um quadro de 46 por 30 centímetros, que não é muito menor do que a verdadeira Mona Lisa, que possui uns estonteantes 77 por 53 centímetros. É caso para dizer que tanto o Louvre como a Educa deviam oferecer uma lupa às pessoas que tenham como objectivo contemplar a Gioconda.

3 comentários

Comentar post