Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

25
Jul18

Problemas Oculares


Às vezes quando estou num dia um bocadinho menos bom, recordo-me de situações caricatas que se tenham passado no trabalho de forma a esboçar um grande sorriso e a atrair energias positivas.

 

Hoje fui-me lembrar de uma senhora que atendi há uns meses atrás.

 

Quando a vi, a primeira coisa que notei foi que um dos olhos estava extremamente vermelho.

 

Na altura tínhamos recebido na farmácia uma grande quantidade de produtos oculares da marca Optrex, e a minha cabeça começou furiosamente a pensar qual seria a melhor referência para lhe indicar.

 

Para quem não sabe a Optrex teve a capacidade de descontinuar o único produto que realmente era diferenciador no mercado - a solução para banho ocular - e lançar uma quantidade incrível de novas referências.

Ele é gotas, ele é sprays, ele é produtos para os olhos cansados, para os olhos irritados, para os olhos com alergia, para os olhos que não tem nada mas que que a pessoa quer colocar qualquer coisa, enfim um sem número de opções.

 

Ainda estava eu a pensar furiosamente no que poderia aconselhar à senhora quando ele me diz que aquela vermelhidão é resultante de lhe ter entrado uma coisa para o olho.

 

Fiquei logo alerta!

 

Corpos estranhos no olho podem levar a lesões da córnea que são situações muito mais complicadas.

 

Fiz logo ali todo um inquérito.

 

Se doía, se sentia alguma impressão no olho, se via bem ou via algo em duplicado. E o que é que lhe tinha entrado para o olho? Um insecto? Um pingo de lixívia? O dedo de uma criança atrevida?

 

Ah não, foi o meu namorado que ejaculou para dentro do meu olho!

 

Assim, impávida e serena.

Como se fosse a coisa mais normal do mundo levar com um jacto de sémen no olho.

 

E eu a pensar, oh raios, então mas não há nenhum Optrex para Olhos com Resíduos de Esperma. Uma falha colossal da gama, porque se calhar é uma situação de desconforto oftálmico que muitos sofrem e nunca ninguém se debruçou sobre o assunto.

 

Agora pergunto eu, como é que a senhora foi logo levar com a ejaculação no olho?

 

Será que estava a brincar descontraída com o pénis do namorado e ele deu um coice inesperado e pumba, mesmo no centro da íris? Será que o rapaz estava tão extasiado que mal tirou os boxers foi disparar em todas as direcções, qual metralhadora desgovernada, e acabou por a atingir? Ou será que quando ela estava empenhada a fazer sexo oral ele a avisou muito em cima da hora que se ia vir e ela num momento repentino para evitar levar com o jacto na boca acabou por o apanhar no olho?

 

Isto leva-me a outra questão: não sei quanto a vocês queridos leitores, mas se há coisa que me causa calafrios é ter esperma na boca.

 

É que não sabe bem.

 

A não ser que o vosso parceiro seja diabético tipo I ou tenha comido um quilo de ananás no dia anterior, o esperma tem um sabor que não é prazeroso.

 

Depois uma pessoa fica com aquilo na boca e pensa, engulo ou não engulo?

 

Se engole ainda fica com azia durante o resto da semana, especialmente se tiverem o azar de ir beber um café depois (por favor não experimentem, é uma combinação péssima), se não engole tem que ir a correr para a casa-de-banho, com as bochechas todas insufladas como se tivesse 20 nozes armazenadas dentro da boca, para cuspir tudo e bochechar com o elixir com mais álcool que exista no mercado.

 

Claro que há sempre a hipótese mais kinky de darem um beijo de esperma ao vosso parceiro, para lhe devolverem o que ele vos deu, mas normalmente como o tesão dele nessa altura já passou, vão receber um ai cá nojo, chega-te para lá, enquanto ficam com um fiozinho de sémen pendurado a escorrer-vos para o queixo.

 

Por isso senhores ejaculadores deste mundo: eu sei que têm o direito ao vosso orgasmo, todos nós temos, homens, mulheres, seres de género indefinido, todos ambicionamos atingir o nosso nirvana sexual.

 

Mas têm que avisar.

 

É que se querem que uma pessoa se empenhe, que vá até ao fim sempre com o pé no acelerador, tem que dizer quando a coisa está quase quase a rebentar.

 

Bem sei que quando se está a chegar ao êxtase uma pessoa fica meio com a língua presa e nem consegue dizer nada, mas tem que haver uma forma de anunciarem o clímax. Nem que seja criando um padrão de batidas na cabeça da pessoa que vos está a satisfazer. Longo - Curto - Longo para quando querem mais empenho. Curto - Curto - Longo para quando é melhor a pessoa proteger-se com uma almofada para não ser atingida.

 

É que ninguém merece levar com um jacto pegajoso e viscoso de esperma no olho!

18 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D