Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Prada Luna Rossa Black

Ou a tentativa desesperada de cheirar diferente que o marido

31.08.21, Triptofano!

Uma das grandes vantagens de  vivermos de forma intima com alguém do mesmo sexo é podermos partilhar um sem número de coisas. Friso a parte de forma intima porque se não for intima o máximo que se partilha é aquele iogurte que está com o prazo quase a expirar e é só porque uma pessoa é ferrenha adepta da luta contra o desperdício alimentar.

Desde as meias, cuecas e casacos, passando pelos desodorizantes, pelos produtos para limpar as miudezas e mesmo a escova de dentes (ok, se calhar a escova de dentes já é demasiado...), tudo é partilhado, numa alegria sem fim, digna de quem foi passear no campo e enfardou 1/4 de quilo de cogumelos alucinogénios.

Agora esta partilha também tem associada algumas desvantagens, sendo que a de maior relevo é uma pessoa acabar por perder um pouco da individualidade singular para ganhar uma espécie de individualidade colectiva, como se fossemos um ser de duas cabeças que por não estar em união de facto leva uma talhada nos impostos que até chora.

Eu sinto isto na minha vida especialmente por causa dos perfumes. É que uma pessoa gosta de ter aquele cheiro único, aquela fragrância que é associada à nossa pessoa, aquela aura olfactiva que faz todos os rebarbados da linha verde do metro virarem a cabeça quando passamos.

Mas com o Cara-Metade isso é impossível, porque como supostamente partilhar é ser feliz, acabamos por partilhar todos os nossos perfumes.

Ora como já vos contei, no início deste ano eu e o Cara-Metade deixámos de viver em Benfica e viemos para Queluz. Claro que como gente maravilhosa que somos ainda ponderámos alugar um quartito ou dois do palácio, mas quisemos ser mais discretos e optámos por um apartamento catita. Durante as mudanças muita coisa foi para a arrecadação e lá está meio esquecida em caixotes e caixotinhos, e foi aí que eu me lembrei que devia haver um perfume por lá perdido por estrear.

Depois de muito revirar encontrei finalmente o Prada Luna Rossa Black, um perfume com um aroma amadeirado e oriental, que aparentemente foi concebido para homens confiantes e corajosos, que não têm receio de enfrentar perigos e procurar novas possibilidades.

Prada Luna Rossa Black

A descrição deixou-me motivado e pensei para mim, ah Triptofano, este cheiro irresistível vai ser só teu, tu vais levar o perfume para o quarto e escondes-lo entre os pijamas, que é para o Cara-Metade não o usar.

Como está um calor descomunal e andamos a dormir em pelota fiquei convencido que era um plano infalível, por isso avancei com o mesmo.

Obviamente que correu mal.

O Cara-Metade assim que sentiu o cheiro das sensuais notas de angélica completadas por uma explosão refrescante de bergamota quis saber que perfume era aquele e onde estava. Quando ousei dizer que queria ficar com ele só para mim recebi em troca um olhar capaz de causar incontinência urinária.

Não sei como ele conseguiu, se treinou a Dona Custódia para o procurar ou coisa que o valha, mas encontrou o perfume e mudou-o de sítio. Agora tem-no usado todos os dias só para me chatear. Diz que é para ter a sua individualidade.

Já o procurei em todo o lado e não consigo encontrar. Ele para mostrar que é um bom Cara-Metade mandou-me a foto do perfume para matar saudades....