Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Pose Season 2 - A Série da Netflix que coloca o Trans no LGBTQ+

28.05.20, Triptofano!

Não será exagero se vos disser que terei chorado mais ao ver a segunda season da série Pose da Netflix do que durante todo o ano passado, mas eu também sou aquela pessoa que desidratou durante uma semana quando a mãe do Bamby morreu.

Pose Season 2 - A Série da Netflix que coloca o Trans no LGBTQ+

Se a primeira season de Pose foi simplesmente fantástica a segunda conseguiu ainda ser mais maravilhosa, tocante e comovente.

Alguns talvez achem que Pose é simplesmente uma série dedicada à cultura underground dos bailes nova-iorquinos dos anos 80 com muita dança, movimentos arrojados e criações de moda que eram um cruzamento entre avant-garde e esquizofrénico.

Outros podem-na considerar como uma ode à cultura queer, e não estarão errados, mas limitá-la a isso não poderia ser mais incorrecto e injusto.

Pose relembra-nos do início da epidemia do HIV/SIDA e de como uma diagnóstica naquela época era uma pena capital, sem que ninguém soubesse quanto tempo tinha para permanecer no corredor da morte. Nos dias de hoje, graças aos avanços da terapêutica farmacológica, um doente com HIV tem exactamente a mesma esperança de vida de alguém seronegativo. Porém o preconceito, o estigma e o tabu são talvez ainda maiores do que há 30 anos atrás, mostrando-nos que a evolução não tem que ser apenas científica, mas sim acompanhada de um progresso a nível do desenvolvimento pessoal.

Pose é também a série que coloca o Trans no LGBTQ+, sendo que 5 das personagens principais são mulheres transexuais na vida real, o que merece uma grande salva de palmas pela inclusão e pela visibilidade.

Pela visibilidade dos problemas reais que a comunidade Trans enfrentou e ainda enfrenta, sendo constantemente rebaixada, desvalorizada, ostracizada e olhada como se tivesse alguma doença infecto-contagiosa, quando a única coisa que fizeram foi ter a coragem de perseguir a sua verdadeira felicidade. Infelizmente, o ser humano tem a tendência de desprezar e rebaixar tudo e todos que não se reja pelas suas próprias normas e morais internas.

Porém, não poderia terminar este post sem referir que apesar de ser importante a visibilidade dos problemas que a comunidade Trans tem de superar todos os dias, o que uma pessoa Trans muitas vezes mais deseja não é estar nos centros dos holofotes, mas sim ser invisível, e ser tratada como qualquer outro homem ou mulher deste planeta, sem que quando se refiram a eles seja necessário colocar a palavra transexual na mesma expressão.

E por isso rectifico a minha frase anterior. Em Pose 5 das personagens principais são Mulheres! E mulheres com um M gigantesco!

Podem descobrir a banda sonora da segunda season de Pose no Spotify!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.