Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

06
Dez18

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações


Se há coisa que mais me irrita do que uma ida a um mau restaurante é visitar um restaurante que tem tudo para ser óptimo mas que oferece uma má experiência ao cliente.

 

Foi o que me aconteceu ontem, no meu dia de anos, quando fui visitar a Pizzaria Luzzo situada no Parque das Nações.

 

Não posso dizer que a experiência foi má, mas é como quando fazemos um exame da faculdade e passamos com 10, ficamos contentes porque finalmente fizemos aquela cadeira do demo mas não podemos deixar de pensar que menos um bocadinho e tínhamos de ir a recurso.

 

Um espaço bonito e bem decorado, com funcionários simpáticos e prestáveis, a Pizzaria Luzzo tinha tudo para me proporcionar um almoço de aniversário memorável, só que não foi capaz de cumprir o que prometia.

 

O pedido é feito de uma forma bastante futurista (pelo menos para mim que sou moço antiquado): recorrendo a um tablet que possui o menu na íntegra com fotos e detalhes de cada prato, seleccionamos o que queremos e depois é só carregar em enviar.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

O grande problema foi o tempo de espera entre o ter carregado em enviar e os pratos virem para a mesa.

 

A cozinha estava um caos, os pedidos estavam todos atrasados, fossem os nossos ou os dos outros clientes, depois de termos comido a entrada vieram-nos perguntar se já tinha vindo para a mesa...enfim, uma desorganização de dimensões épicas.

 

O grande problema de se almoçar fora é que o tempo muitas vezes está contado, então o serviço ainda tem que ser mais expedito que ao jantar, onde normalmente as pessoas estão mais relaxadas.

 

Como metade dos meus convidados tinham de ir trabalhar a seguir ao almoço acabei por ter uma refeição stressada, porque só via o tempo a passar e nada de comida.

 

Pior que tudo, a mesa onde nos sentaram era mesmo colada à ligação da cozinha com a sala, por isso de cinco em cinco minutos tinha um empregado furioso a gritar num misto de português com inglês pelas entradas da mesa 7 ou pela pizza com extra queijo da mesa 9.

 

A certa altura juro que estive para me levantar e ir fazer uma micro-gestão daquela cozinha, porque acreditem que em tempos de crise eu sou fantástico a dar ordens (se não acreditam venham ver-me um dia na farmácia quando tenho 28 clientes em espera...).

 

Relativamente à comida, foi ela que conseguiu salvar o almoço, porque era realmente boa, apesar de mesmo assim terem existido algumas falhas.

 

Para entrada vieram uns peixinhos da horta italianos, que consistiam nuns espargos envolvidos em presunto e polme acompanhados com uma maionese de caril e lima.

 

Estavam muito saborosos mas o grande problema de se ter um menu com fotografias é que as pessoas comparam, e na foto a polme estava muito delicada, deixando ver quase à transparência o espargo, enquanto que a nossa era extremamente massuda, o que matava um pouco o equilíbrio do prato.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

O crostini de presunto estava delicioso, com um bom balanço entre a riqueza do presunto, a intensidade do queijo parmesão e a frescura do tomate - se fossem só um bocadinho maiores eram perfeitos, mas aqui já entramos no meu gosto pessoal.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

As pizzas essas eram divinais, com uma massa fina e crocante, repletas de ingredientes de muito boa qualidade.

 

A Calzone Michele, com azeitonas pretas, fiambre de porco e pepperoni, é uma aposta segura mas mais conservadora.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das NaçõesPizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

A Formaggio, com a sua mistura de queijos parmesão e gorgonzola, é de comer e chorar por mais de tão saborosa que é.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

A Rústica, com o seu ovo escalfado, alheira e espargos laminados, é uma combinação vencedora, havendo um contraste muito interessante de sabores que não se esperam encontrar numa pizza.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

Agora a pizza da minha eleição, a pizza que eu posso considerar uma das melhores que comi nos últimos tempos, foi a Basil, exclusiva da Luzzo Expo, que combina amêndoas tostadas (a sério, quem é que se ia lembrar de colocar amêndoas numa pizza?), com folhas de manjericão, azeite de trufa e quantidades colossais de presunto fatiado.

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

Só que infelizmente nem as pizzas se livraram do meu olho crítico, tudo por causa do ovo que veio na Rústica e na Formaggio (nesta última tendo sido pedido como extra).

 

Por ser escalfado o ovo é cozinhado à parte e depois adicionado à pizza, o que seria perfeito se ele tivesse sido escorrido em condições.

 

Como nenhum dos dois foi, na zona circundante ao ovo conseguia-se ver mini-poças de água que deixaram a massa empapada.

 

Concluindo, a Pizzaria Luzzo tinha tudo para ser uma excelente memória gastronómica, mas apesar de me ter deixado com a barriga satisfeita infelizmente também me deu uma valente dor de dentes por causa dos níveis de stress que me fez atingir!

 

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

Pizzaria Luzzo - Parque das Nações

 

Pizzaria Luzzo Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D