Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Parecer mais magro e saudável? Não obrigado!

10.07.19, Triptofano!

Estava eu muito sossegado a navegar no meu Instagram, a babar compulsivamente perante fotos maravilhosas de comida e a odiar secretamente todas as pessoas que estão de férias em lugares paradisíacos enquanto eu estou preso no meu trabalho escravo nos subúrbios de Lisboa, quando aparece-me uma publicação patrocinada duma marca de auto-bronzeadores.

Por alguma razão desconhecida, o meu cérebro achou que seria interessante ler a publicação com atenção, quiçá pensando que estava na hora de eu investir num produto que me permitisse chegar à praia com uma cor diferente da dos ossos de choco que se dão aos pássaros.

Ora estou a ler sobre as maravilhas do produto que como sempre são mais que muitas e vão mudar radicalmente a nossa vida para melhor elevando-nos a um patamar de iluminação que nunca achámos ser possível, quando chego a uma parte onde diz que este auto-bronzeador é ideal para se parecer mais magro e saudável!

Parecer mais magro e saudável? Não obrigado!

Ora vamos lá a ver se nos entendemos.

Primeiro que tudo como é que uma pessoa parece mais magra colocando tinta em cima?

Teoricamente até devia assim com um bocadinho mais de volume ou não? Ou será que o segredo é a pessoa espalhar em linhas longitudinais dando alguns salpicos de iluminador e esbatendo com a nossa beauty blender até que por milagre o pneu tenha ficado camuflado qual camaleão dando a impressão que passámos a semana todo no ginásio quando na realidade estivemos no sofá a enfiar para o bandulho doses industriais de gelado?

Segundo, uma pessoa parece mais saudável bronzeada porquê?

Fica com um ar menos anémico é isso? Ou dá aquela sensação que se dormiu horas e horas em lençóis de cetim quando na realidade desmaiou-se durante vinte cinco minutos em cima do cesto da roupa até a criancinha doente voltar a chorar compulsivamente e uma pessoa perguntar aos céus porque é que não escolheu uma vida de celibato?

Terceiro, desde quando é que ser-se magro significa ser-se saudável?

Quer dizer que uma pessoa que seja gorda está prestes a bater as botas não é?

Tenho um amigo meu sem uma grama de gordura que foi internado de urgência com uma insuficiência cardíaca. Uma colega de curso morreu na faculdade de ataque cardíaco por ser demasiado magra. Tenho uma amiga que vai ao ginásio e controla a alimentação e mesmo assim tem o colesterol sempre a valores dignos do livro do Guiness. E conheço um par de rapazes que por terem ficado viciados em Cross Fit agora já não tem líquido nenhum na articulação do joelho, fazendo com que os ossos roçem uns nos outros originando dores horríveis.

Uma pessoa para ser saudável não precisa de ser magra. Nem de ser gorda. Basta que seja saudável!!!

Vamos de uma vez por todas acabar com esta ridicularização e onda de vergonha que circula por aí relativamente a quem tem um corpo ligeiramente diferente daquilo que alguém considerou ser o ideal.

Se uma pessoa tem um pernão deixem-na ter um pernão. Se uma pessoa tem barriga deixem-na ter barriga. Se uma pessoa tem mamocas grandes deixem-na ter mamocas grandes. Se uma pessoa tem um rabo volumoso deixem-na ter um rabo volumoso.

Não aceitem que nada nem ninguém vos faça sentir mal com o vosso corpo, especialmente se usarem o argumento de que não são saudáveis o suficiente.

Uma coisa é ser saudável, outra coisa é achar-se que para se ter saúde tem que se ter um certo e determinado tipo de corpo.

E para finalizar, cara marca de auto-bronzeadores, eu não quero parecer mais magro e saudável!

Eu quero ser mais saudável, o resto não me preocupa, porque de aparências e falsidades já anda este mundo cheio!

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/2