Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Os parabenos causam cancro?

09.06.19, Triptofano!

Imaginem que vão ao supermercado e lembram-se que precisam de comprar um creme de rosto.

Depois de alguns minutos de indecisão (que para mim seriam no mínimo uns três quartos de hora) ficam frente a frente com apenas dois, que prometem que vão ficar 20 anos mais novos após apenas três aplicações, e são na sua composição muito idênticos.

A única diferença é que um tem em letras garrafais SEM PARABENOS, e uma pessoa mesmo sem perceber muito bem o que é um parabeno automaticamente pensa que se um creme não tem uma coisa então é porque essa coisa deve ser uma substância do demónio.

Porque nunca viram um creme a publicitar que não tem ácido hialurónico. Ou que não tem filtro solar.

Por isso a nossa cabeça está formatada para quando algo diz que não tem uma coisa é porque de certeza estão a preocupar-se com a nossa saúde, e nós queremos estar frescos e fofos até aos 120 anos no mínimo.

Conclusão, acabam por comprar o creme sem parabenos felizes e contentes e confiantes de que fizeram a melhor escolha.

E talvez até tenham escolhido o melhor creme, mas não se deve ao facto de um ter parabenos e o outro não!

Os parabenos causam cancro?

Mas o que raio são parabenos?

Os parabenos são derivados do ácido para-hidroxibenzoico (nomes sempre super fáceis de escrever obviamente) que são utilizados como conservantes na indústria alimentar, farmacêutica e cosmética, isto porque tem uma acção microbiana que permitem que por exemplo o nosso maravilhoso creme depois de aberto não fique cheio de bolor passado uma semana ou com uma colónia invisível de bactérias comedoras de carne que nos façam uma rinoplastia ao estilo do Michael Jackson.

Os parabenos foram usados tranquilamente durante 70 anos, até que em 2004 surgiu um artigo onde se relatava a descoberta de concentrações de parabenos em tumores mamários.

E como os parabenos tem a capacidade de imitar a acção dos estrogénios produzidos pelo nosso organismo e os estrogénios por sua vez estão envolvidos no desenvolvimento do cancro da mama, demorou muito pouco tempo até os parabenos serem demonizados, mais ao menos como o alumínio foi!

Então é verdade que os parabenos causam cancro?

À primeira vista parece que sim, porque se há parabenos nos tumores então são os parabenos os culpados.

Mas foram feitos estudos em células não tumorais para perceber-se a quantidade de parabenos existentes nelas? Pesquisou-se para se compreender se os parabenos originavam os tumores ou eram um produto resultante deles? Teve-se a certeza que quando se fez o estudo de 2004 não se utilizaram equipamentos desinfectados com parabenos que poderiam por acaso ter contaminado a amostra?

E mais importante que tudo, houve algum outro estudo que tenha mostrado preto no branco que os parabenos tem que ser banidos da face da Terra?

A resposta para todas estas perguntas é Não!

Basicamente pegou-se numa pequena parte de informação e criou-se todo um mito e um medo e um pânico que só fez com que muitas marcas substituíssem os parabenos por outros produtos com capacidades conservantes.

E sabem que o marketing é algo maravilhoso, por isso mesmo as marcas sabendo que não há perigo algum em usar parabenos é estratégico anunciarem garrafalmente que não os usam, de forma a conquistar pelo medo o consumidor.

Ah e tal mas disseste que os parabenos imitam o efeitos dos estrogénios.

É verdade que imitam, mas a actividade estrogénica dos parabenos é dez mil vezes menor do que os estrogénios femininos que circulam no corpo, e bastante mais inferior que a dos fitoestrogénios que ingerimos por exemplo através da soja.

Por isso, de momento podem ficar tranquilos que não há nenhuma evidência científica que os parabenos causem cancro, e se não acreditam em mim porque não me conhecem de lado nenhum acho que podem confiar na FDA.

Obviamente que de hoje para amanhã pode-se descobrir que afinal os parabenos causam cancro, hepatite, insónias, pé-de-atleta ou mesmo comichão no rabo, mas enfim, isso é como tudo na vida e nós ainda não vivemos dentro de bolhas estéreis pois não?

Se ainda assim não estão convencidos e acham que eu estou a ser pago por uma qualquer industria farmacêutica para vos induzir em erro e depois ficarem cheios de doenças pestilentas enquanto eu estiver a curtir a vida nas Bahamas, por favor comprem produtos sem parabenos.

Mas não se fiquem pelos cosméticos, comprem também alimentos que não os tenham, que se é para fazerem as coisas é para fazerem à séria.

Ah, e não se esqueçam que alimentos como o morango, o mirtilo, a manga, a baunilha, a cevada, as cenouras, as cebolas, os grãos de cacau (adeuzinho chocolate!), entre outros, possuem naturalmente na sua composição parabenos.

Por isso também tem de deixar de comer todos estes alimentos, ok?

Talvez descubram que só podem fazer a fotossíntese, e mesmo assim com algumas precauções!

15 comentários

Comentar post