Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

O que é que são aquelas borbulhinhas pequenas na parte de cima do braço?

23.05.19, Triptofano!

Quando eu era mais novo e ia para a praia com os meus pais a minha actividade favorita era passar longos minutos a espremer aquelas borbulhas pequeninas que tinha em quantidades colossais na parte superior do braço.

Eu gostava tanto de fazer aquilo que houve uma altura em que o meu maior sonho era que sofresse uma qualquer mutação genética e ao espremer as borbulhas o pus saísse de cores aleatórias - azul, roxo, laranja - em vez do chato branco amarelado do costume.

Escusado será dizer que a única coisa que aconteceu foi ficar com os braços numa desgraça de tanto apertar e levar imensas cacetadas da minha mãe que ficava furiosa com tamanho atentado que eu fazia à minha pele,

Com o passar dos anos o vício de apertar passou, mas as borbulhinhas continuaram lá, apesar de raramente lembrar-me delas.

O engraçado foi que quando conheci o Cara-Metade descobri que ele também tinha as mesmas borbulhinhas, mas nas nádegas. 

Mas afinal o que é esta condição que leva a que uma pessoa fique com uma espécie de pele de galinha, com uma textura rugosa ao contrário daquela suavidade imaculada que as revistas enfiam-nas pelos olhos dentro?

Queratose Pilar - O que é que são aquelas borbulhinhas pequenas na parte de cima do braço?

O nome é Queratose Pilar, uma hiperqueratose folicular beniga muito comum que afecta principalmente a parte de cima dos braços, das pernas e as nádegas.

A queratose pilar não tem sintomas, salvos alguns casos onde pode estar acompanhada de uma leve comichão, e o único verdadeiro "problema" é em termos visuais, porque de resto não há mal que venha ao mundo.

Esta queratose deve-se a um acumular de queratina na camada superior do folículo piloso, não permitindo a exfoliação normal das células mortas, que vão acabar por acumular-se dando origem a pequenos altos que podem ter diferentes colorações, do vermelho ao acastanhado!

E como é que se resolve esta situação?

A queratose pilar não tem cura, por isso só há duas formas de lidar com o problema.

O primeiro é usar carradas de photoshop, que é o que mais se faz nas publicações deste mundo fora, onde toda a gente é perfeita e imaculada e sem um vestígiozinho de celulite que seja.

Porém, como ainda não há photoshop para a vida real e eu sou apologista que devemos viver a nossa verdade em vez de andar iludidos com uma mentira, a solução é investirmos num bom agente queratolítico que vai eliminar o excesso de queratina acumulada permitindo que tenhamos uma pele ainda mais linda e fantástica.

Ter apenas atenção que este é um tratamento de manutenção, a partir do momento em que deixarmos de aplicar mais cedo ou mais tarde as borbulhinhas tendem a voltar.

Em termos de agentes queratolíticos o que eu costumo aconselhar é a ureia a 30%.

A concentração da ureia é importante porque concentrações diferentes dão resultados diferentes, e para o tratamento da queratose pilar 30% é o ideal, nem mais nem menos.

Duas aplicações diárias, sendo que se houver no início alguma sensação de irritação ou desconforto começa-se apenas com uma, e depois conforme a pele for-se adaptando sobe-se para as duas.

Existem milhentos produtos com ureia no mercado, mas o meu favorito pelos bons resultados que tenho com os clientes é o SVR Xerial 30!

Queratose Pilar

Para quem não tolerar a ureia ou por alguma razão não gostar dela, a minha segunda opção é o ácido láctico, usando-se exactamente da mesma forma que a ureia.

Mais uma vez há milhentos produtos com ácido láctico no mercado mas o que me inspira mais confiança é o Kerapil da Noreva. (na composição irá aparecer lactato de amónio que corresponde à forma salina amoniacal do ácido láctico)

Queratose Pilar

Também muito importante para quem sofre das borbulhinhas do demo é prevenir ao máximo uma secura extrema da pele, usando para isso produtos de banho que não ressequem a pele, evitar ficar horas no duche com água a ferver e ter condições de humidade mais favoráveis em casa!

No caso de haver muita vermelhidão associada (especialmente se tiverem andado a apertar) podem aplicar uma hidrocortisona em camada muito fina de manhã e à noite, no máximo durante uma semana! (apliquem primeiro a cortisona e depois o agente queratolítico, ou se quiserem suspendam o queratolítico e retomem quando terminarem a cortisona)

Não se esqueçam que a queratose pilar não é acne, e apesar do ácido salicílico também ser um bom agente queratolítico, a maior parte dos produtos que existem à venda para as clássicas borbulhas não vão ser eficazes!

Quem é que sofre com este problema? Já fizeram alguma coisa para o resolver ou é algo do qual nem sequer se lembram? 

11 comentários

Comentar post