Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

No dia da Liberdade, Joacine devia ter falado!

27.04.20, Triptofano!

Joacine deveria ter falado porque demonstrou interesse para o fazer e não faz sentido ter-lhe sido negada a palavra.

Não porque é preta e gaga como alguns a querem diminuir. Não porque é preta e gaga como alguns a querem divinizar. Sim porque é uma cidadã como todos nós, com direitos e deveres, que está na AR porque foi eleita por cidadãos como ela.

O partido pela qual foi eleita distanciou-se de Joacine, mas se o Livre não é unicamente Joacine não podemos tirar os créditos a Joacine por ter feito o Livre ser parte do que é (foi).

Se o Livre tivesse mais deputados que o representassem, poderia entender melhor a recusa, assim, foi simplesmente calar sem razões de maior a voz de muitos portugueses.

 

"Não esquecerei jamais o 25 de Abril de 2020 por toda a violência simbólica que representou o meu silenciamento pelos partidos da esquerda. Na direita não me revejo, mas não deixa de ser de apontar também o seu voto - e o de toda a esquerda - na Conferência de Líderes para que a palavra me fosse retirada no dia da Liberdade e da Igualdade." Joacine Katar Moreira

No dia da Liberdade, Joacine devia ter falado!(Fotografia de José Carlos Carvalho/ Visão)

11 comentários

  • Imagem de perfil

    Sarin

    27.04.20

    Exactamente o que eu ia apontar. Aproveito e dou já a resposta toda :))
    Tendo eu defendido que os deputados únicos tivessem equivalência a líderes de bancada, e continuando a defender a adaptação da AR para que a gaguez ou outra dificuldade física não iniba quem quer que seja de exercer a função de deputado, defendo também que não se deve desvirtuar o sistema a favor de um deputado a quem foi retirada a confiança política do partido pelo qual foi eleito. Ou temos candidaturas uninominais, ou continuamos com o sistema partidário - batota, não.

    Vigora o sistema partidário, e foram os partidos que discursaram, não os deputados, pelo que é perfeitamente compreensível que Joacine seja remetida às intervenções como deputada. E até poderá ter sido eleita por ela mesma, mas apenas o saberemos em futuras eleições. 
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    27.04.20

    Tendo em conta que a cerimónia de Abril tem regras adaptativas porque não conceder à deputada não inscrita a possibilidade de discursar se era esse o seu desejo?
    Mesmo que o partido tenha-lhe retirado a confiança política não significa que lhe tenha tirado a capacidade política, e não havendo mais nenhum representante do Livre nem mais nenhum deputado não inscrito porque não conceder a palavra a Joacine?
    Qual a razão para não o fazer se teve a possibilidade de se apresentar em Parlamento no dia da cerimónia? Ou para umas coisas é filha e outras é enteada?
    Ou sim, ou sopas - e era um bom dia para ser-se um bocadinho politicamente correcto - afinal até o Ventura votou a favor :)
  • Imagem de perfil

    Sarin

    27.04.20

    Porque os discursos não couberam aos deputados mas aos partidos (penso que todos foram representados pelo presidente da bancada parlamentar), e Joacine não representa nenhum partido. Regra basilar.
    E não, Trip, o argumento de que eles incumprem noutras questões não serve, pois temos de os aplaudir quando cumprem dando-lhes na carola quando não o fazem, abstendo-nos de invocar o incumprimento anterior como justificação para incumprirem quando nos agrada - ou não passaremos da sociedade dos jeitinhos :))
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    27.04.20

    Mas não existe nenhuma lei escrita em pedra que diga que nas celebrações de Abril apenas os partidos podem discursar. Por isso é que foi a votação o facto de Joacine o poder ou não fazer. Se fosse claro como água que ela não tinha esse direito não havia sequer votação - poderia queixar-se, refilar, fazer o que bem lhe apetecesse, mas regras eram regras.
    Neste caso havia a possibilidade de ela ter tempo de antena. Era só os partidos votarem a favor. IL e Chega votaram que sim, porque é que os outros votaram que não? Qual as razões de uns e de outros para não permitirem que Joacine falasse?
  • Imagem de perfil

    Sarin

    27.04.20

    Não, as leis são os deputados que as fazem, e mais ainda os regimentos da AR.
    Democracia a funcionar, e de forma muito consistente com o princípio do sistema de base partidário. Aliás, defendo que, neste sistema e já que é o que temos, qualquer deputado que perca a confiança política do seu partido deve ser liminarmente afastado da função.
    Com candidaturas uninominais tal já não seria necessário, e Joacine já poderia concorrer sem partido e as regras na AR seriam votadas de outra forma. Mas não é o sistema que temos, logo funciona a democracia - votam, e quem tem mais ganha.
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    27.04.20

    Mas faz sentido num dia como o 25 de Abril permitirem que a deputada sem partido esteja na Assembleia mas não permitirem que discurse?
    Sim senhor muito bem que é uma democracia e quem tem mais votos ganha, mas num dia em que se celebra a liberdade, a meu ver, ficaria bem permitir que todas as vozes pudessem ser ouvidas, especialmente as que representam ou já representaram um partido político - sim, porque a Joacine foi-lhe tirada a confiança política, mas terá ela retirado a sua confiança política no partido como muitos outros membros fundadores fizeram?
  • Imagem de perfil

    Sarin

    28.04.20

    Se faz sentido? Considerando que não foram as comemorações normais, para mim faz. Porque há muitos deputados que também gostariam de ter discursado e não puderam devido às restrições nas comemorações. Porque se haveria de abrir excepção com uma deputada não inscrita? :)
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    28.04.20

    Então para que é que permitiram que uma deputada não inscrita fosse? Isso é a mesma coisa que deixarem uma pessoa usar a casa-de-banho de um café e depois negarem-lhe o papel higiénico 
  • Imagem de perfil

    Sarin

    28.04.20

    Permitiram porque não podem impedir o acesso a uma deputada não inscrita (não podem mesmo)? Permitiram por respeito? Permitiram porque se esqueceram de lhe dar o horário errado?
    Escolhe uma. Eu voto na primeira ;)
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    28.04.20

     Adorei a parte do horário errado!
    Agora o não podem impedir o acesso a uma deputada não inscrita não faz sentido, porque o número de deputados nas comemoração foi muito limitado!
    Se Joacine teve permissão para comparecer é porque lhe terão reconhecido alguma independência política, assim sendo também lhe deveriam ter concedido a palavra para discursar! 
    Ou os deputados foram tirados à sorte? Nomes num saquinho e quem saiu teve permissão para ir parlamentar?
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.