Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Marega: A única coisa que nunca lhe poderão tirar é a dignidade!

17.02.20, Triptofano!

Se existe tema do qual eu estou completamente alheado é o do futebol.

Não faço ideia quem é que está em primeiro lugar, quem é que vai jogar contra quem, quais são os jogadores simpáticos, os menos simpáticos e aqueles que vão para o campo provocar em vez de jogar.

Por isso, para escrever este post fui ler sobre o que se passou, mas não me limitei a consultar uma fonte de forma a não ter o meu juízo de valor demasiado condicionado.

Marega: A única coisa que nunca lhe poderão tirar é a dignidade!

Primeiro que tudo tenho que concordar quando se escreve que nem todo o insulto é racista.

Se é chato e enervante sempre que tocamos na bola ouvirmos milhares de pessoas a assobiar? É!

Se nos faz ferver o sangue sempre que tocamos na bola ouvirmos milhares de pessoas a mandar-nos para o caralho? Faz! 

Apesar de serem atitudes insultuosas e que não deveriam existir num contexto de "fair play" (catano é um jogo minha gente, nem é o Apocalipse nem vocês precisam de lutar pelo último croissant recheado com chocolate) não são atitudes racistas.

Agora quando um grupo de adeptos começa insultar Marega com sons de macacos então entramos no campo do racismo.

E não me venham dizer que somos todos provenientes dos símios por isso imitar um macaco não é racismo. Se há coisa que me enerva o sistema é quando as pessoas começam a fazer-se de parvinhas e a dar desculpas para coisas indesculpáveis.

Brindar Marega com sons de macaco é sim racismo puro e duro.

Imaginem que a minha pessoa estava no campo de futebol a jogar (quer dizer seria mais a ver a bola a passar e a fazer uma rasteira estilo carrinho ao adversário) e começavam a gritar PANELEIRO DO CARALHO! Como é que acham que eu me ia sentir?

E se fossem vocês naquele campo de futebol e começassem a ouvir insultos relacionados com alguma característica vossa? Algo do qual até se orgulhassem mas que outras pessoas usassem apenas para vos rebaixarem. Como é que se iam sentir?

Marega saiu do campo porque a única coisa que nunca lhe poderão tirar é a dignidade, e aqui ele preferiu a eutanásia do que manter-se até ao fim do jogo em cuidados paliativos.

Lamento apenas é que Sérgio Conceição e os colegas tenham tido uma atitude tão contra a despenalização da eutanásia, tentando dissuadi-lo de sair com dignidade do jogo e a permanecer a ouvir insultos.

Neste caso não é mais digno quem sofre durante mais tempo, mas sim quem não tolera atitudes criminosas movidas apenas pelo ódio à diferença.

O Porto devia ter sido digno e, juntando-se ao seu jogador, abandonado o relvado, mostrando que alguns de nós estão mais perto dos macacos que outros, mas não é pela cor da pele que se os reconhecem.

Infelizmente 3 pontos ainda valem mais que a dignidade de um ser humano. Nada que me devesse admirar muito, tendo em conta o mundo em que actualmente vivemos....

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.