Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

21
Nov18

Man Versus Food


Este post é para todos, mas é especialmente dedicado a quem possui como objectivo de vida conseguir enfardar a maior quantidade de comida possível no menor intervalo de tempo.

 

Para aquelas pessoas que devoram hambúrgueres de 50 euros em menos de uma hora para não os terem de pagar, para aqueles que possuem a sua imagem afixada na porta dos rodízios de sushi porque sempre que lá vão dão prejuízo à casa, para quem compreende que um brunch das 11 às 15 horas é para chegar às 11 e sair às 15 sem nunca parar de comer.

 

Neste último sábado eu e o Cara-Metade fomos ao Sopa no Pão, no Campo Pequeno, um restaurante do qual já tinha ouvido falar bastante pelo facto de todos os seus pratos serem servidos num pão.

 

Apesar de se chamar Sopa no Pão a verdade é que só existem realmente duas sopas, a da Pedra e a de Peixe, tudo o resto são pratos com inspiração nacional e internacional.

 

O que eu desconhecia era que o sábado era dia de rodízio, ou seja, por um valor estupidamente baixo temos acesso a provar numa versão mais pequena um número quase infinito de pratos, sendo que ainda nos oferecem uma limonada para não ficarmos muito embuchados.

 

Normalmente os rodízios nunca são aquilo que nós queremos, ou seja, não é vir comida para a mesa sem parar, a maior parte das vezes temos que pedir mais uma dose ou temos de superar o constrangimento quando o empregado pergunta se ainda não estamos satisfeitos.

 

Aqui é totalmente o contrário.

 

Os pratos voam para a nossa mesa. É o empregado que nos pergunta se quer que a cozinha abrande o ritmo. E quando já estamos a ficar cheios é ele que faz um olhar triste e nos diz que ainda não provámos isto, e aquilo, e mais aquele outro que é tão bom (e nesta altura uma pessoa já nem sabe onde se meter com tanta comida à frente).

 

Eu comi muito minha gente. Eu comi mesmo MUITO!

 

Eu sei que talvez o segredo seja não comer o pão, mas o pão é tão bom, é tão delicioso, fica tão incrivelmente espectacular com a molhanga que eu comi-o quase todo (vá, em alguns pratos só marchou metade).

 

No fim foram 15 pães recheados de coisas boas que eu enfardei!

 

A certa altura achei que estava no Man Versus Food, porque já estava numa fase em que tinha de utilizar todo o meu auto-controlo para não vomitar tipo dragão enfurecido enquanto continuava a comer ser parar.

 

Sei que deixei uma má impressão, não aos funcionários do restaurante que ficam satisfeitos em ver alguém a atingir níveis de colesterol acima dos 300, mas aos outros clientes, que olhavam para mim como se eu fosse um ser do espaço que não via comida há 1478 anos!

 

O Cara-Metade acompanhou-me mais ao menos até meio do percurso, depois desistiu e passou só a provar pequenos pedaços do meu, o que me provou mais uma vez que se um dia quiser entrar numa competição de enfardamento tenho de encontrar alguém com mais skills do que ele (se ele ler isto vou dormir no sofá durante a próxima semana).

 

Antes de falar sobre a qualidade da comida vejam as fotos.

 

Basta passarem com o rato (ou o dedo, ou a caneta xpto da batata) sobre elas para verem a descrição!

 

Sopa no Pão - Limonada

Sopa no Pão - Frango Barbecue

Sopa no Pão - Frango Cheddar

Sopa no Pão - Chouriço com Cebola

Sopa no Pão - Almôndegas

Sopa no Pão - Frango com Guacamole

Sopa no Pão - Ravioli

Sopa no Pão - Mexilhões

Sopa no Pão - Porco Barbecue

Sopa no Pão - Frango Agridoce

Sopa no Pão - Sopa de Peixe

Sopa no Pão - Goulash Húngaro

Sopa no Pão - Sopa da Pedra

Sopa no Pão - Caril de Peixe e Marisco

Sopa no Pão - Currywurst

Sopa no Pão - Chilli com Carne

 

Acham que foi muito?

 

Incrivelmente se eu continuasse a pedir mais tinha vindo, mas provavelmente nessa altura teria que ser o INEM a levar-me para o hospital mais perto.

 

O mais surpreendente de tudo, é que a comida era boa!!! Mas muito boa mesmo. Bem confeccionada, bem temperada, com sabores surpreendentes, foi uma autêntica surpresa pela positiva.

 

Às vezes os rodízios pecam na qualidade e tentam compensar na quantidade, mas aqui todos os pratos tinham técnica e amor, sendo uma autêntica delícia fincar-lhes o dente.

 

Os preferidos da noite foram sem dúvida alguma a Sopa da Pedra, o Caril de Peixe e Marisco e o Frango Cheddar, que eram de perder a cabeça.

 

Os menos preferidos foram o Frango Barbecue (senti que faltava ali qualquer coisinha para o elevar, mas também a minha opinião vale o que vale porque nesta altura já estava a rebentar) e o Currywurst (o molho não funcionava completamente como um todo, sendo necessário um ligeiro aperfeiçoamento), mas mesmo estes estavam bastante agradáveis.

 

No fim não houve espaço para sobremesa, eu sei que parece impossível ainda por cima tendo elas tão bom aspecto, mas a única coisa que eu conseguiria ingerir seria um pudim de Eno ou um gelado de Guronsan.

Não havendo limitei-me a rebolar para fora do restaurante.

 

Sopa no Pão

 

O Sopa no Pão é um lugar fantástico para visitarem, em dias de rodízio ou não, com uma equipa incrivelmente simpática, sendo que é aconselhável fazerem reserva porque o espaço não é muito grande e tende a encher.

 

Se são aquele tipo de pessoas que querem ir a um restaurante e saírem quase em coma alimentar então próximo sábado marquem lugar no Sopa no Pão - afinal quando é que foi a última vez que vos desiludi? (sff não respondam porque se não lá se vai a minha pouca credibilidade que me resta!)

 

Sopa no Pão

 

Sopa no Pão Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D