Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

01
Ago18

Longe da Vista Longe do Coração


Quantas vezes é que já ouviram a história de alguém que foi a um casamento e encheu o bandulho de marisco e no dia a seguir estava hospitalizado por causa de uma intoxicação alimentar?

 

Infelizmente para todos os amantes destas iguarias marinhas, o marisco é extremamente sensível e acarreta riscos de contaminação microbiana muito mais elevados que outros alimentos. Por isso é que é tão importante a sua correcta conservação de forma a não causar danos no sistema gastro-intestinal de quem os ingere.

 

Mas não, este post não é uma aula de microbiologia.

 

Imaginem que vão a uma marisqueira na Ericeira, simpática, bom ambiente, espaço agradável e com um staff profissional e disposto a ajudar.

 

Que pedem uma mariscada, muito bem servida, com percebes, camarões, sapateira recheada, búzios, caranguejos, ostras, enfim tudo o que vocês merecem.

 

E que o marisco está fresquinho, delicioso, e vocês passam uma boa hora entretidos a partir cascas com o martelo e a rezar que nenhuma seja projectada em direcção à mesa do lado e cegue uma pobre pessoa incauta.

E que para acompanhar são trazidos cestos de pão torrado que de tão bom que são que quase se esquecem que ainda tem meia mariscada para devorar.

 

Imaginem que no fim de tudo, estão vocês super satisfeitos e contentes com o restaurante mas a pensar que precisam de ir caminhar meia hora para fazer a digestão, enquanto esperam para receber a vossa factura, um empregado chega com os restos da mariscada de outra mesa.

 

E para vosso espanto pega nos camarões que restaram espetados no limão e os coloca numa travessa de alumínio.

 

O que é que vocês pensariam?

 

A) O serviço é tão fantástico que em vez de irem directamente para o lixo colocam os camarões primeiro numa travessa e depois sim no lixo.

 

B)  Acabaram-se as caixinhas para colocar sobras e vão entregar assim ao cliente para ele levar para casa.

 

C)  Vão voltar a usar os camarões noutra mariscada

 

D)  Como existe creme de marisco no menu os camarões resgatados vão ter uma nova vida na forma de creme

 

É incrível como uma excelente refeição na Marisqueira Ribas na Ericeira (terra dos ouriços e dos surfistas jeitosos) consegue ficar manchada por um pequeno detalhe que supostamente nunca devia ter sido visto por um cliente.

 

A verdade é que não sei o que aconteceu aos camarões, mas o problema é essa incerteza, porque da forma como a situação se procedeu tudo me leva a crer que foram aproveitados para o creme de marisco.

 

Não é que eu pense que os outros clientes andaram a lambê-los ou coisa do género, é simplesmente porque é muito fácil o marisco degradar-se e depois as intoxicações alimentares acontecem e as pessoas ficam admiradas porque é que aconteceu!!

 

Como diz o ditado, longe da vista longe do coração. E se eu não tivesse visto tinha saído com um sorriso no rosto. Assim tenho muita pena mas a dúvida não me deixa voltar com tranquilidade à Marisqueira Ribas. Pelo menos enquanto me lembrar do sucedido.

 

Marisqueira Ribas

Marisqueira Ribas

Marisqueira Ribas

Marisqueira Ribas

 

 

Marisqueira Ribas Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D