Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Koi Sushi

13.12.18, Triptofano!

Update: Segunda Visita ao Koi Sushi (depois das imagens podem encontrar o relato da primeira visita)

 

Koi Sushi em 10 segundos: Descubram o Chef mais simpático de Lisboa, deliciem-se com quantidades astronómicas de muito bom sushi, não se assustem com o fogo e arranjem espaço para a sobremesa.

 

Koi Sushi

 

Quando recebi a mensagem de uma grande amiga que vinha dos Açores a perguntar se podíamos jantar, de preferência sushi, lembrei-me mentalmente de todos os locais que tivessem all you can eat.

 

O Koi Sushi acabou por ser o local escolhido, muito pelo facto de ter ficado com uma muito boa impressão do espaço da primeira vez que o visitei.

 

Tinha também curiosidade em saber se os detalhes que achei que poderiam ser melhorados na altura da primeira visita o tinham realmente sido ou se continuava tudo na mesma.

 

Um jantar que era inicialmente para ser de 4 pessoas, nós os 2 e respectivos Caras-Metades, cresceu para 9, com amigos de ambos os lados, e se tivesse passado mais uma semana provavelmente teriam sido 25 barrigas esfomeadas em vez de 9.

 

Não sei quanto a vocês mas sempre que sugiro um restaurante sinto alguma pressão, porque de alguma forma se a refeição não corresponder às expectativas parte da culpa acaba por ser minha.

 

O Koi Sushi não correspondeu às expectativas, superou-as de uma forma fenomenal. 

 

Primeiro que tudo o Chef António Romão é sem dúvida o Chef mais simpático de Lisboa.

 

Sorridente, muito bem disposto, sempre pronto a falar com o cliente.

 

Não é raro vê-lo a tirar fotografias às peças de sushi ou numa selfie bem-humorada.

 

Mas o mais importante é que além de extremamente simpático é extremamente talentoso.

 

O sushi minha gente, o sushi estava algo de divinal.

 

Fresco, delicioso, diversificado. Não sei quantas peças comi mas garanto-vos que mais espaço tivesse no estômago mais tinha comido, de tão boas que eram.

 

As gyozas que vieram de entrada, que na minha primeira visita não me tinham conquistado, desta vez estavam irrepreensivelmente boas.

 

Koi Sushi

 

O carpaccio de salmão com queijo e alcaparras, que tinha dividido gostos, desta vez não foi servido, e em seu lugar vieram uns rolos de salmão (desculpem mas isto nomes de peças de sushi não é comigo, tenho de ir ver se encontro um livro que me elucide para não ser ignorante a vida toda) servidos em cima dumas rodelas de pepino.

 

Confesso que quando vi tal coisa fiquei apreensivo, porque juntar rodelas de pepino grossas com sushi talvez fosse um bocadinho avant-garde demais!

 

Quando reparei que uma das empregadas estava a aproximar-se de mim com um isqueiro de fogão todo eu tremi, já que tenho o péssimo hábito de revirar os olhos involuntariamente, e certamente ela tinha reparado no meu ar de dúvida e ia-me pegar fogo por ousar pôr em causa as capacidades culinárias do Chef.

 

Só que felizmente não foi a mim que ela pegou fogo, mas sim ao líquido que banhava as rodelas de pepino!

 

Foi um momento em que toda a gente ficou de boca aberta, enquanto as chamas flambeavam o sushi! (tenham atenção que quando as chamas se apagarem a rodela de pepino não é propriamente a melhor coisa para comerem, fiquem-se pelo sushi ok?).

 

Koi Sushi

 

Quando perguntaram se queríamos sobremesa, a maior parte de nós já estava a rebentar de tanto sushi por isso declinou a oferta, mas eu que me lembrava de quão bom era o bolo de brigadeiro insisti que toda a gente provasse.

 

E ninguém se arrependeu de eu ter sido tão chato, porque o bolo de brigadeiro do Koi é assim algo do outro mundo.

 

É bom minha gente, é muito bom, então acompanhado por uma bola de gelado de framboesa ainda fica mais irresistível!

 

Koi Sushi

 

Quando saí do restaurante fiquei extremamente satisfeito por ouvir mais que uma pessoa dizer que o Koi Sushi tinha-lhes proporcionado a melhor refeição de sushi dos últimos tempos, algo que também eu senti!

 

É fantástico quando voltamos a um local e as nossas expectativas são completamente superadas!

 

Koi SushiKoi SushiKoi SushiKoi Sushi

 

(Relato da Primeira Visita!)

 

Cheguei (cheguei)
Cheguei chegando
Bagunçando a zorra toda

 

Para se entrar no Koi Sushi no Saldanha precisamos de afastar dois "painéis" antes de termos acesso à sala de refeição, e na minha cabeça soou a música da Ludmilla enquanto eu fazia uma entrada de arraso levando a que todas as cabeças se virassem para mim.

 

Provavelmente toda a gente ficou a olhar para a minha pessoa a pensar se eu teria fugido de algum hospital psiquiátrico ou coisa do género, mas no mundo paralelo em que vivo continuo a acreditar que foi porque simplesmente eu estava TCHÃNA! (independentemente do que isso possa ser...)

 

Já tinha ouvido falar muito do Koi Sushi, mas nunca tinha sentido vontade de o conhecer.

 

Só que quando descobri que quem tinha passado a ser responsável pelo espaço era o Chef António Romão, chef que passou pelo icónico Suchic de Almada, decidi que estava na hora.

 

Quando visitarem o Koi Sushi não esperem o ambiente do tradicional restaurante japonês, com aquela musiquinha suave de adormecer e empregadas com almofadas presas ao rabiosque.

 

Há boa música de fundo, uma decoração surpreendente onde flores brotam do tecto, empregados prestáveis e um Chef sorridente, a criar peças maravilhosas e volta e meia a tirar selfies para colocar no Instagram.

 

Koi Sushi SaldanhaKoi Sushi SaldanhaKoi Sushi Saldanha

 

Tendo em conta que sou detentor de uma medalha por capacidades sobre-humanas de enfardanço de sushi obviamente que tive de optar pelo All You Can Eat, que vai sendo servido à mesa, sempre de forma simpática e nunca com aqueles olhares de lado de julgamento por parecer que não vemos comida há ano e meio.

 

O sushi é simplesmente fantástico.

 

Fresco, variado, com óptimas combinações e com uma apresentação irresistível.

 

Tanto os rolos quentes, como as peças clássicas ou de fusão tinham uma qualidade irrepreensível e era uma delícia enfiá-las na boca e sentir todos os sabores inundarem-nos as papilas gustativas.

 

Koi Sushi SaldanhaKoi Sushi Saldanha

 

Algo a que eu dou valor é o arroz, já que um mau arroz pode arruinar completamente uma experiência de sushi.

 

Mas este arroz minha gente, este arroz era divinal.

 

Também com inspirações do divino é uma das peças fortes do Koi, um gunkan coroado com um cracker de, adivinhem,........arroz!

 

Koi Sushi Saldanha

 

O All You Can Eat é iniciado por uma sopa miso, bastante saborosa, e por umas gyozas, que não é que estivessem más, mas simplesmente não adicionavam muito à refeição, tendo em conta a excelência do sushi.

 

Koi Sushi Saldanha

 

Não se surpreendam se a certa altura vier para a vossa mesa uma experiência gastronómica, como é o caso do carpaccio de salmão com alcaparras e queijo, que será certamente detentor da capacidade de dividir gostos.

 

Koi Sushi Saldanha

 

Ou se ama ou se odeia - mas é refrescante ver que há quem deixe de jogar pelo seguro neste mundo do peixe cru.

 

Para acabar a refeição em beleza veio uma super fatia de brigadeiro acompanhada de gelado - por isso se não gostarem de sushi passem no Koi nem que seja para comerem a sobremesa!

 

Koi Sushi Saldanha

 

 

 

Koi Sushi Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

19 comentários

Comentar post