Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Há falta de máscaras, desinfectante para as mãos e bom-senso!

27.02.20, Triptofano!

Ora bem, por onde é que eu posso começar sem ferir a susceptibilidade de ninguém?

ESTÁ TUDO MALUCO NÃO ESTÁ?

Há falta de máscaras, desinfectante para as mãos e bom-senso!

Há uns bons anos atrás lembro-me de vender carradas industriais de desinfectante para as mãos quando foi o drama da Gripe A. Houve quem me comprasse à meia dúzia, para ter um em cada divisão da casa que não se sabia por onde é que o bicharoco podia aparecer.

Quando o histerismo passou deixei de vender desinfectantes. Talvez por magia e obra do divino Portugal tenha ficado livre de vírus e bactérias e outras coisas que tais que também não fazem falta nenhuma e só servem para chatear uma pessoa, porque mais ninguém quis saber sobre desinfectar as mãos. Talvez o SNS tenha distribuído uns daqueles iogurtes milagrosos que uma pessoa bebe e pode apanhar uma chuvada em cima que não fica doente e eu é que não soube.

O engraçado é que volta e meia aparece-me na farmácia uma pessoa diagnosticada com Gripe A e não vem com um ar de quem vai morrer em menos de cinco minutos. Toma a medicação, tenta não infectar toda a gente e mais alguma que esteja à volta e pronto, o caso resolve-se.

Agora com o Coronavírus não é só o desinfectante que se vende às mãos cheias, são também as máscaras, de todos os tamanhos e feitios, com mais ou menos filtros. Obviamente que com tamanha procura tudo o que era máscara esgotou, e as que ainda existem estão a ser vendidas a um preço exorbitante.

De nada vale irem pessoas que percebem do assunto dizer na televisão que as máscaras é só para quem está doente ou para indivíduos debilitados. Ninguém liga. Se fosse a Cristina Ferreira a dizer que havia um novo suplemento para as hemorróidas então era uma loucura de vendas, o que me faz pensar que se calhar a DGS devia contratar a Cristina para anunciar tudo o que seja medidas de prevenção de contágio.

Não vale a pena comprar vinte caixas de máscaras para podermos ir passear descansados no hipermercado se depois vamos com aquela mãozinha sujar coçar o nariz. Ou estourar o ordenado em gel desinfectante se depois nem lavamos as mãos durante o tempo necessário e da forma correcta. Sim, eu sei que pode ser uma revelação bombástica, mas não chega passar o desinfectante pelas mãos e PUF, acabaram-se os bicharocos do demónio.

Compreendo que possa haver receio e que a comunicação social crie um sentimento de urgência e medo que faz as pessoas ficarem desprovidas de bom-senso, mas minha gente, sempre houve bactérias e vírus nos centros de saúde, nos comboios e nos supermercados, muitas vezes bem mais chatos que o Coronavírus, por isso não entrem em pânico.

Não pensem que vão morrer se ficarem infectados, porque sim, podem ficar infectados e isso não vai ser o fim do mundo. Protejam-se e protejam os outros mas de forma racional.

Agora aquilo que eu sei é que Portugal não está pronto para uma pandemia. Nem Portugal nem qualquer país do mundo, porque em situações de crise é basicamente o salve-se quem puder...

 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2