Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

27
Dez17

Encontra alguém que não siga a Pipoca nem a Cocó


Para quem anda a leste do paraíso a Pipoca e a Cocó são respectivamente a Pipoca mais Doce e a Cocó na Fralda, duas das blogger mais influentes do país.

 

E quem diz isto não sou, ao que parece as duas senhoras foram convidadas ao Parlamento Europeu para debater estratégias sobre como os bloggers podem influenciar as pessoas (foi isso que elas foram lá fazer ou foi só tirar selfies?).

 

Pronto, confesso, estou ressabiado!!! Eu queria ir ao Parlamento Europeu. Eu queria armar-me em importante e falar sobre como é que se influencia os outros através de um post onde apresento cinquenta camisolas felpudas diferentes. O que é que elas têm que eu não tenha? Quer dizer, além das milhares de visualizações por dia....

 

Quem também não segue nenhuma destas duas bloggers é o P.P. que sempre sem papas na língua deixa aqui a sua opinião sobre o assunto!

 

~

 

"Nem Pipoca nem Cocó

 

Nem Arrumadinho nem Lince.

 

Com saia, minissaia, sem ambos os acessórios, com pipocas doces ou salgadas e fraldas sempre limpas, por aqui paira a desarrumação. Modas marcam tendências e de mim, não faz parte integrar séquitos forçados.

 

Um blogue deve ensinar-nos algo, expressar estados de alma e ser dotado de verdade. Em nada me seduzem as “estrelas” que não deixam de ser pessoas como nós, mas que por questões de estatuto têm a vida facilitada nos contactos e parcerias, muitas das quais algo dúbias. O conhecimento e as causas devem mover-nos.

 

Não, os bloguistas citados não foram os primeiros do país. Por questões de vária ordem, o sucesso foi-lhes dado, por plataformas e diferentes meios de comunicação. É certo que, como não seguidor destes espaços, o desafio do Tripofano levou-me a revisita-los. Num deles, até apreciei o estilo de escrita, mas convenhamos, por aqui e em outras plataformas, encontramos bloguistas com menor projeção e inclusive menor nível de formação cuja escrita e valores divulgados são louváveis.

 

Algo que não posso deixar de destacar, e que me provoca algum repúdio, são os blogues que se prendem com a família, expondo pormenores que devem ser do fórum pessoal. Adultos que promovem o seu autofilismo à custa de vivências e filhos que jamais serão perfeitos, ao contrário do que nos levam a pensar. Um deslumbramento com alguns aspetos comuns ao que temos assistido em No Segredo dos Deuses, levado a cabo pela TVI, a respeito de adoções ilegais na IURD e suas consequências.

 

Pelo contrário, por vezes sou capaz de ler o espaço de Inês Mocho, o qual, em meu entender, contempla diferentes níveis económicos e procura o bem-estar, sobretudo feminino. Pena, ainda encontrarmos muito poucos do género destinados aos Homens. Refira-se ainda a não promoção da maquilhagem por parte de pré-adolescentes, cujos produtos adequados pouco encontramos no nosso país e às quais, muitos pais não colocam limites. A tal projeção nas suas crias e o autofilismo revestido.

 

Se o arrumado ou desarrumado vai ao ginásio, por aqui valorizam-se os atos, palavras, verdades, interajuda, opiniões fundamentadas e não exercícios do Ego."

 

 

 

Muito obrigado P.P. por teres participado! (agora és Pablo?, ó homem tu não me troques os neurónios!). Não se esqueçam de visitar o blog do P.P. aqui, um espaço onde ele não tem medo de colocar o dedo na ferida. E se tiverem curiosidade em ler as restantes histórias basta irem aqui!

 

17 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D