Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

É possível ser-se amigo de um Ex?

09.04.19, Triptofano!

Esta questão existencial ocorreu-me quando no fim-de-semana comecei a ver no Netflix uma daquelas séries pipoca, onde uma pessoa pode desligar o cérebro e basicamente entrar em modo de voo, enquanto assiste aos dramas muito pouca dramáticos de uma data de gente que basicamente não deve ter nada melhor nada vida do que criar discussões.

 

Claro que eu podia trocar de série ou simplesmente contemplar o vazio, mas há algo na estupidificação pessoal que é fascinante!

 

Uma pessoa sabe que não está a aprender nada de jeito, tem a noção que podia empregar o seu tempo de forma bastante mais útil, mas às vezes é mesmo preciso fazer um reset neuronal e estas séries são perfeitas para isso.

 

Mas voltando à questão principal, esta surgiu-me quando num dos episódios da série uma moça está num jantar a celebrar o noivado com as amigas todas, com o futuro marido e onde está também presente o patrão/melhor amigo que também foi namorado dela no passado.

 

E eu fiquei a pensar, será que é possível ser-se amigo de um Ex?

 

Não estou a falar de ter uma relação minimamente cordial, que basicamente consiste em falar com a pessoa na rua não fingindo que se ficou subitamente cego e não se reparou nela, ou de responder de forma educada a alguma eventual mensagem de festividades sem enviar 20 emojis de bombas e caveiras e punhais e pessoas a serem consumidas pelo fogo.

 

Quando pergunto se é possível ser-se amigo de um Ex falo daquela amizade de partilha, de confidência, de estar junto com a pessoa uma vez por semana, de ir jantar a casa dela, esse tipo de amizades.

 

Honestamente acho que tem tudo para correr mal, para as pessoas começarem a recordar as coisas bonitas do passado e num pico hormonal ou num vale sentimental saltarem para a cueca um do outro e tomarem decisões que vão ser tudo menos inteligentes.

 

Mas posso ser eu que estou a ser antiquado e talvez seja possível duas pessoas que no passado partilharam fluidos corporais no presente estarem unidos por uma amizade pura e sem segundas intenções!

 

Digam-me de vossa justiça!

 

São amigos de algum Ex vosso? Acham a ideia aceitável ou completamente tresloucada?

 

E já agora, se o vosso parceiro vos revelasse que @ melhor amig@ fosse um/uma Ex, como é que reagiriam?

 

Contem-me tudo que eu fiquei mesmo a matutar nesta questão!

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    09.04.19

    Conta-nos mais sobre a tua história Peixe Frito!! Já falaste dela no teu blog? É que uma pessoa fica curiosa
    Mas se havia um verdadeiro amor como é que cada um seguiu a sua vida? Ou era apenas uma paixão mascarada com algo que pensavas ser amor? (agora estou super curioso )
    Acho que quando alguém é especial na nossa vida será sempre especial, a não ser que tenha sido uma fdp daquelas valentes, e ou se consegue transformar todo o carinho e amor em algo quase fraternal, ou as coisas podem descambar, de um lado, do outro, ou dos dois
    Mil beijinhos minha querida
  • Imagem de perfil

    Peixe Frito

    09.04.19

    Uiiii contar a minha históriaaaaaa. Alguma vez? ahah Fica lá dentro da concha para formar pérola
    Pois olha, há amores que simplesmente não correm bem, por mais que se ame o outro. Infelizmente. Era verdadeiro amor. Tão verdadeiro que uma pessoa passa pela outra, os olhos brilham, sorrisos acontecem naturalmente e o resto do mundo desvanece. Quando não têm de ser, não é, por mais que se force. Fica para a próxima encarnação eheh
    Foi uma dura lição que vivi mê fofito. Há coisas que doem de dimensões inimagináveis e pegando no nome de uma música agora na moda: Nothing breaks like a heart.
    Muito beijocooooooooooooo
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.