Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Dom Black - Uma descoberta improvável

28.07.19, Triptofano!

Dom Black em 10 segundos: Descubra um dos melhores pastéis de bacalhau de Lisboa e surpreenda-se como ele combina bem com o molho de chili, apaixone-se perdidamente pelo pão de parmesão mas peça o seu hambúrguer médio a bem passado - é que tem porco!

Dom Black

Se me dissessem que ia encontrar um sério concorrente ao título de melhor pastel de bacalhau de Lisboa num restaurante especializado em hambúrgueres provavelmente iria revirar os olhos e dizer que tal era impossível.

Porém, com 32 anos de idade, já devia mais do que saber que nada é impossível e que o improvável muitas vezes concretiza-se numa descoberta extremamente deliciosa.

Foi no Dom Black, um restaurante que veio ocupar o antigo espaço da Farmácia de Manipulação do Conde Redondo, que me deparei com tamanha maravilha.

Dom Black

Nascida no Brasil, mais concretamente no Recife, a cadeia Dom Black, após seis bem sucedidos restaurantes no país irmão, escolheu Lisboa para abrir o seu novo espaço, convicta de que iria conquistar os portugueses (e a quantidade astronómica de turistas que nascem como cogumelos em cada esquina) com o sabor dos seus hambúrgueres, a cordialidade sorridente do seu atendimento e uma decoração simplesmente perfeita, cheia de pequenos detalhes que dão gozo em descobrir.

Dom BlackDom Black

Mas deixem-me falar mais do pastel de bacalhau que tanto me fascinou.

Sabem aqueles pastéis maçudos, que só sabem a batata e a óleo?

Esqueçam porque não é isso que vão encontrar aqui.

Com uma boa quantidade de bacalhau e bem arejados, uma textura crocante por fora a contrastar com um interior muito macio, estes pastéis quase que imploram para ser comidos.

E após o primeiro é impossível não comer um segundo e um terceiro e, basicamente, a travessa toda...

Mas e se eu vos dissesse que estes pastéis vêm servidos com molho de chili?

Muito provavelmente a Maria de Lourdes Modesto que vive dentro de vocês iria aparecer com uma colher de pau na mão revoltada devido a tamanho atentado contra a tradição gastronómica portuguesa.

É simplesmente fantástico minha gente!

Se é desafiador para os palatos mais tradicionais? Sem dúvida!

Se desvirtua a essência do pastel? Não, como que a complementa de uma forma inesperada.

Estão a ver aquele casal onde ela é uma tia de Cascais e ele é um gótico que cria morcegos na cave? Ninguém esperaria que resultasse, mas a verdade é que resulta maravilhosamente bem!Pastéis de Bacalhau do Dom Black

Então e os hambúrgueres, - perguntam vocês - também são maravilhosos?

Eu e o Cara-Metade experimentámos o Dom Black Premium, o cabeça de cartaz do restaurante, que pode vir servido em três tipos de pão: brioche, preto ou parmesão.

Se o pão de feijão preto era bom, o de parmesão era qualquer coisa de inolvidável, dando vontade de pedir mais quatro ou cinco fatias só para se ter o prazer de as sentir fundirem-se quase que ordinariamente com as nossas papilas gustativas.

Dom Black Premium com pão de feijão pretoDom Black Premium com pão de parmesão

O Dom Black Premium é uma combinação de um tomate coração de boi no ponto certo de colheita, doce e aromático, com uma alface iceberg bastante fresca e muito saborosa.

O bacon, ligeiramente grelhado, com muito aroma e sabor demonstra a utilização de produtos com muita qualidade.

No que toca à carne do hambúrguer, apesar de estar temperada, o seu sabor pouco se deixa perceber (o que me deixa a pensar na razão de tal escolha já que a sua ascendência é uma mistura de entrecôte com cachaço de porco levando-me também e igualmente a pensar na razão de se fazer um hambúrguer de tão nobre corte), acabando por não surpreender nem ser memorável.

As batatas fritas que acompanham o hambúrguer também podiam ser melhores, porque cada vez que se escolhe uma é como jogar à roleta russa, porque não se sabe se vai calhar uma apetecivelmente crocante, ou uma desapontantemente molenga.

Agora o que me chateou, o que honestamente me deixou com algum refluxo, o que fez com que ficasse desapontado com o Dom Black, foi quando perguntei inicialmente se a carne do hambúrguer era só de vaca.

Que sim responderam-me primeiramente.

Após voltar a perguntar disseram-me que afinal ela era confeccionada com pequenos de pedaços de bacon previamente cozinhados.

No fim de comer o hambúrguer, continuava com a pulga atrás da orelha e voltei a perguntar a outra pessoa.

Conclusão: o hambúrguer é feito com uma percentagem de cachaço de porco.

Caiu-me tudo naquele momento.

Não porque por motivos religiosos não pudesse comer porco (aí acho que ainda ficaria mais zangado) mas porque pedi o meu hambúrguer mal-passado (de referir que o ponto de confecção do hambúrguer não se encontrava homogéneo, com algumas partes mais cozinhadas e outras menos!).

E apesar de hoje em dia as condições fito-sanitárias serem cada vez mais exigentes, e o facto de não se comer carne de porco mal passada ser já algo mais cultural do que outra coisa, fiquei chateado.

Porque se soubesse que havia porco no hambúrguer tinha pedido outro ponto de carne e comido feliz da vida.

Assim comi feliz da vida mas no fim fiquei com o hambúrguer meio que a roer-me o estômago, quando na realidade sabia que eram os meus neurónios que estavam furiosamente a falar entre si.

Dom Black Premium

Para esquecer o triste incidente da carne-de-porco-que-não-havia-mas-afinal-já-havia pedi para sobremesa um souflé parfait de café.

Este semi-frio de café estava muito agradável, com uma textura suave e um sabor muito rico, embora remeta para uma preparação industrial e não tão caseira, algo que poderia trazer mais vantagem ao Dom Black.

Ter apenas cuidado é com os grãos de café presentes neste souflé, não quero que ninguém fique com nenhuma faceta dentária totalmente inutilizada! (sim, eu tenho um trauma com dentes e coisas rijas)

Souflé parfait de café do Dom Black

Se estão à procura de um pastel de bacalhau fabuloso o Dom Black é sem dúvida um local que tem de visitar.

O hambúrguer também não vos vai desiludir, apesar de não ser extraordinariamente memorável.

Agora pelo sim pelo não, peçam-no médio a bem passado!

Dom Black

 

Dom Black Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

7 comentários

Comentar post