Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Destino para 2018

16.11.17, Triptofano!

Lembro-me de quando era novo da minha mãe ficar completamente indignada quando, nos programas de televisão, as pessoas diziam que se ganhassem um grande prémio usavam o dinheiro para viajar.

 

Para ela era o maior desperdício que podia haver, gastar dinheiro em algo que basicamente ia ter uma duração muito limitada no tempo.

 

Só que a vida muda-nos as voltas, e depois de na faculdade eu ter feito Erasmus e SEP (student exchange program), algo mudou nas ligações neuronais da minha progenitora que de um momento para o outro percebeu-se que afinal queria ver o mundo.

 

Como só domina o português, a única forma que tinha de ir para destinos internacionais com algum conforto era comigo, visto que o meu pai continua a achar que é um desperdício de dinheiro viajar e o meu irmão quase que desmaia só de pensar em entrar num avião.

 

Felizmente, quase com setenta anos, a minha mãe passou de só conhecer os Açores e a Madeira e algumas zonas de Espanha, para poder dizer com orgulho que já foi à Índia, ao Senegal, a Marrocos, à Roménia, a Israel, à Turquia, entre outros países.

 

Só que, dramática como ela é (afinal eu tinha de ter herdado esta minha veia teatral de algum lado), todas as vezes que embarcamos começa com uma história super triste, em como aquela será a última viagem dela, porque está a ficar velha, e já não consegue andar como antigamente, e o corpo já não é o que era, e patati patata.

 

Nesta última viagem a São Tomé que fizemos a conversa foi a mesma, que este ano seria a derradeira vez que viria de férias, que a partir daqui ficaria no sofá qual velhinha pobrezinha, que não podia arriscar a dar-lhe uma coisinha má tão longe de casa, e mais cinquenta mil argumento, cada um mais deprimente que o outro.

 

O que é engraçado é que, apesar de todo este melodrama, a senhora minha mãe está louca por voltar a estar com o cu tremido. Por isso dois ou três dias depois de estarmos em São Tomé, começa com uma história assim muito subtil de como tinha visto na televisão que a Patagónia era um sítio lindo, fantástico, incrível, que nunca tinha pensado que era tão bonito, e que aquilo é que era, mas é só para pessoas novas, que ela já não conseguia andar por aqueles sítios...

 

Basicamente para o ano a minha mãe quer ir para a Patagónia.

E eu estou a pensar para que esquina é que eu vou trabalhar, porque já estive a ver os preços das viagens e é uma dor de alma que nem conseguem imaginar.

 

Mas se me esforçar e poupar a sério acho que consigo fazer-lhe a vontade!

 

E vocês, qual era o destino que gostavam mesmo de conhecer em 2018?

 

 

 

O LEITOR DECIDE.png

 

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    07.12.17


    Bolas já me descobriste a careca, sim o meu plano diabólico seria levar a minha mãe e quando ela desse por isso eu já tinha voltado para Portugal e ela ia ficar o resto dos seus dias a fazer trekking.

    Tudo destinos maravilhosos os que estão na tua lista, mas realmente é preciso alguma disponibilidade financeira para o fazer!
    Quanto ao pet sitter, então tens um filhote para quê? Ou achas que os bichanos iam rapar fome?
    Beijinhos
  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    07.12.17

    Para lhes dar de comer, haveria sempre alguém... estas parvas precisam é de companhia, senão deprimem...
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    07.12.17

    Tens de arranjar um robot ou coisa do género. No Japão de certeza que já existe algum para esse fim, eles inventam tudo aquele povo!
  • Imagem de perfil

    Fátima Bento

    08.12.17

    Os bichos morriam de susto!
    Se me queres ver chegar a casa e a casa estar toda borrada, e eu ainda ter de limpar aquela porcaria toda...
    Gadgets são para nós, não para as desgraçadas das bichanas :)
  • Imagem de perfil

    Triptofano!

    08.12.17


    Só de pensar em ti a chegar toda relaxada de férias e a olhares atónita para uma quantidade abismal de cocó de gato...., opá não consigo não me rir!
    Eu se não tivesse tanta alergia aos felinos até dizia para as deixares cá em casa, mas infelizmente não dá mesmo
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.