Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Desafios para 2018 : Update

26.01.18, Triptofano!

1 - Inscrever-me na Natação 

 

E o desafio número 1 da minha lista já está riscado.

 

Ontem fui-me inscrever nas aulas de natação livre da piscina da Junta de Freguesia de Benfica.

 

Pensava eu que era só chegar lá, fazer o meu melhor sorriso, inscrever-me e está feito.

Mas ao que parece é necessário fazer um teste de aptidão para a utilização da piscina que basicamente consiste em nadar meia dúzia de piscinas enquanto um professor avalia o nosso grau de capacidade de afogamento passados dois minutos.

 

Como eu estava determinado em riscar este objectivo da minha lista, fui a casa equipar-me e voltei umas horas depois para fazer a avaliação.

 

Primeiro que tudo tenho a dizer que devo ser a única pessoa da Junta de Freguesia a entrar no complexo da piscina com óculos - mas não é com óculos de natação, é mesmo com óculos de ver ao longe.

 

Sou tão míope que sem eles a probabilidade de ir contra uma parede ou começar a falar alegremente com a estante onde arrumam o material seria muito grande. Quando antigamente ia ao ginásio com amigos, nos balneários na altura do duche ignorava-os sempre, simplesmente porque nunca tinha a certeza se eram eles ou não que estavam ali nas redondezas,e não ia começar a falar com alguém assim do nada sobre a evolução camaleónica da Ana Malhoa ao longo dos tempos.

 

Depois, para grande desgosto meu, constatei que estou em baixo de forma. Mas mesmo em baixo de forma.

 

Quando cheguei à piscina, dirigi-me a um dos professores, dei-lhe o papelinho que me deram na recepção que basicamente ele teria que preencher a dizer se eu estava apto ou não, e ele mandou-me nadar para ver o meu estilo.

 

Determinado, lancei-me à água, e comecei num fantástico crawl, oito braçadas e uma respiração, dei o meu melhor para mostrar que todos os anos de natação que os meus pais pagaram não foram em vão.

Cheguei ao fim da piscina, e antes de começar a voltar tentei ver se o professor estava a olhar para mim. Uma mancha foi o que consegui distinguir - por isso toca a voltar a nadar, agora já só quatro braçadas por respiração.

 

Termino a piscina e ele não diz nada.

 

Penso que ele deve estar a testar-me, por isso reúno todas as minhas energias - sim já estava estoirado depois de minuto e meio a nadar - e lanço-me num espectacular estilos de bruços, com duas braçadas por respiração, mas nesta altura já sinto os músculos todos a queimarem.

Mantenho a compostura e braçada para aqui braçada para lá, consigo fazer duas piscinas.

 

Estou eu a terminar, quando ouço a voz do Professor a gritar Ó Triptofano, faça lá umas piscinas de crawl que eu estava desatento.

 

Sacana do gajo. 

 

Sorri, ou fiz um esgar de quem teve uma trombose, e lá ataquei a pista no meu já-não-tão-impecável crawl.

 

Duas braçadas por respiração, o corpo já meio torto, as pernas descoordenadas dos braços, eu a pensar porque raio tinha decidido voltar a nadar quando podia estar a aperfeiçoar a minha simbiose com o sofá e se já alguma vez alguém tinha desmaiado enquanto nadava, porque eu sentia que isso estava muito perto de me acontecer.

 

Reuni toda as minhas forças e consegui, consegui terminar aquela provação do Inferno.

 

O professor disse que por hoje já estava e eu suspirei de alívio. Honestamente só me apetecia chorar depois de todo aquele esforço sobre-humano - seis piscinas, SEIS, e eu estava pronto para ir para casa dormir.

 

Entregou-me o papelinho onde orgulhosamente li que estava apto para a prática desportiva.

 

Agora a partir de Fevereiro é tentar ir com a maior regularidade possível - pode ser que no final do mês já consiga fazer umas doze piscinas sem me desfazer todo!

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.