Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

08
Set18

De regresso a Portugal mas...


Cheguei finalmente a Portugal.

 

Depois de mais de 24 horas passadas em aeroportos e aviões, de tempestades com trovões, chuvas torrenciais e turbulência assustadora, de ter de fazer mais de 1 km a correr para não perder um voo de ligação com a minha mãe descalça com os ténis na mão a revelar a atleta olímpica que há dentro dela, de deixar moribundos os passageiros do lado com o cheiro dos meus sovacos que não se atenuou com o perfume da casa-de-banho nem com o toalhete para as mãos, de ficar mais de uma hora parado dentro do avião à espera de permissão para levantar, de ter visto meia dúzia de filmes que me ressecaram os olhos, depois de muito desespero e poucas horas de sono, finalmente estou em Portugal!

 

Mas ainda não estou descansado, ainda não desliguei a ficha para repousar depois das férias, tudo isto por causa da mala do cara-metade.

 

Para lá foi completamente destruída, parecia que tinha sido pisada por um elefante.

Para cá, já depois de ter comprado uma nova, descobrimos que a companhia aérea a deixou esquecida em Istambul, e que ainda não se sabe quando chega a Portugal!

 

O problema não é mala nem a roupa nem os souvenirs, o problema é que o Macaco José veio dentro dela. E está sozinho num país estranho, e na minha cabeça só penso e se acontece alguma coisa e não o volto a ver?

 

É um peluche eu sei, mas para mim e para o cara-metade é muito mais que isso!

 

Enquanto não o voltar a ter nos braços não descanso....e nunca mais o mando na bagagem de porão!

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D