Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

06
Nov18

Código Promocional Taxify


Ontem, pela primeira vez na minha vida, andei de Taxify.

 

Na realidade eu já tinha andado de Taxify, mas ontem foi a primeira vez que andei sozinho.

 

Nesta altura vocês estão a pensar que raio de interesse é que isso tem.

Hoje em dia toda a gente usa este tipo de plataformas para se deslocar de um lado para o outro, por isso não é assim uma grande novidade que eu estou a dar.

 

Só que para mim foi um grande passo.

 

Nunca tive instalado no telemóvel nenhuma destas aplicações de transportes porque sempre contei que alguém o fizesse por mim ou me desse boleia.

 

E por mais idiota que possa parecer eu tinha pânico de o fazer sozinho.

 

Muitas vezes, perante situações novas, completamente inócuas, eu paraliso, porque o meu cérebro começa a pensar em mil e uma coisas que podem correr mal, e a minha reacção final é não sair da zona de conforto.

 

É ficar onde estou, enrolado sobre mim mesmo, mesmo que uma vozinha no fundo da minha cabeça diga que estou a ser ridículo. Só que é mais forte que eu.

 

Ontem fui a um jantar por convite ao qual o Cara-Metade não pôde ir.

 

Como a localização ainda era longe de casa e fora da rota dos transportes públicos ele disse-me que sim senhor que me levava mas que para voltar tivesse eu muita paciência mas que tinha de me desenrascar que ele precisava de dormir.

 

É assim minha gente, o sono é mais importante que o amor, mas adiante.

 

Disse-me então para eu instalar o Taxify, ensinou-me rapidamente como é que se utilizava e deixou-me à mercê do meu destino.

 

Logo nesse momento comecei a pensar em tudo e mais alguma coisa.

 

E se ficasse sem bateria no telemóvel? E se o meu sinal GPS ficasse maluco e disse-se que eu estava a 2 kms de onde na realidade me encontrava? E se a pessoa que me viesse buscar afinal fosse um psicopata e quando desse por ela um dos meus rins estava à venda no Ebay?

 

Confesso que hiperventilei bastante, que suei quando pedi o Taxify, que quase chorei quando passados cinco minutos ainda recebia a informação que o meu motorista continuava a dez minutos de distância (só me passava pela cabeça que ele tinha decidido que afinal não lhe apetecia ir buscar-me e eu iria ficar eternamente ao frio e ao escuro, sozinho à espera de alguém que me levasse a casa).

 

Para quem não conhece a aplicação, quando escolhemos o nosso local de destino aparece o motorista mais próximo, a pontuação que os outros usuários lhe deram, e a marca e matrícula do carro.

 

Relativamente à marca acredito que seja uma informação útil para muita gente, mas eu sou aquela pessoa que se conseguir distinguir um Audi de um Mini já está com muita sorte, por isso era ver-me a olhar para todas as matrículas dos carros que passavam.

 

O meu motorista tinha 4.9 em 5 de pontuação, o que me deixou mais tranquilo, mas não pude evitar de pensar que passageiros mortos e deixados em valas a apodrecer não podem dar pontuações negativas.

 

Finalmente o meu Taxify chegou.

 

E obviamente que eu estava a ser parvo, paranóico, drama queen e tudo e tudo e tudo.

 

A viagem correu maravilhosamente bem, o motorista foi extremamente simpático tendo até perguntado se eu queria a password do wi-fi dele (apesar de eu ser um millennial acho que nunca me vou habituar a estes "avanços tecnológicos"- desde quando é que se entra em carro alheio e há rede de wi-fi?) e passámos grande parte do caminho a falar de inteligência artificial, da indústria farmacêutica, do filme do Fiel Jardineiro, entre outras coisas.

 

Por isso só posso aconselhar que quando precisarem usem o serviço da Taxify, pelo menos eu fiquei extremamente satisfeito.

 

Agora o que eu não sabia é que eles também possuem códigos promocionais.

 

Por isso se usarem o meu código promocional 

 

R5SV5

 

quando fizerem a vossa viagem, no fim vocês ganham um voucher de 11 euros para descontar na próxima viagem e eu ganho um voucher de 11 euros também.

 

É uma win-win situation para todos! 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D