Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Carmex Classic Lip Balm - Ou como tentar chegar ao fim de um batom

30.09.20, Triptofano!

Quem leu o post anterior sabe que eu tenho assim um pequeno transtorno obsessivo-compulsivo no que toca a utilizar produtos de cosmética até ao fim. Se houver uma gota que seja dentro do meu gel de banho eu não descanso enquanto não a conseguir tirar cá para fora, porque fazendo as contas estão ali 0.002€ e eu não sou pessoa de mandar dinheiro para o lixo.

Agora existe outro pequeno, pequeníssimo, diria mesmo microscópico detalhe sobre esta minha obsessão, que é basicamente não permitir que os produtos cheguem até ao fim.

Estão confusos? Eu explico mas depois não me fiquem a olhar de esguelha como se tivesse fugido do Júlio de Matos só com uma folha de bananeira a tapar as miudezas e a cantar o Atira-te ao mar e diz que t'empurrarem dos Íris.

O que acontece é que quando compro um cosmético novo, digamos por exemplo o Carmex Classic Lip Balm que adquiri numa viagem a Nova Iorque e já habita comigo vai para aí uns 8 anos, uso-o todos os dias de forma apaixonada, e há toda uma relação que se desenvolve entre o cosmético e eu, qual amor platónico a roçar o aristotélico, já que na verdade há ali muito esfreganço entre mim e o produto de beleza.

Carmex Classic Lip Balm - Ou como tentar chegar ao fim de um batom

Ora quando uma pessoa está apaixonada não quer que essa paixão chegue ao fim certo? Por isso é que quando estou assim a um quinto de acabar o produto eu simplesmente paro e compro outra marca diferente, e volto a desenvolver nova paixão assolapada, e por aí adiante, chegando ao ponto de ter para aí uns 30 batons hidratantes espalhados por todas as divisões da casa.

Voltando ao exemplo do Carmex, sempre que eu tento chegar ao fim do batom e o coloco nos lábios há uma nostalgia que me invade, porque aquele sabor é tão característico e a hidratação que ele confere é tão profunda que eu sei que nos dias piores posso sempre contar com ele para ficar, literalmente, com um sorriso nos lábios.

Sim eu sei que isto parece conversa de gente louca, e por isso mesmo é que decidi que ia usar o Carmex até ao fim, desse por onde desse, custasse o que custasse, por mais vontade que tivesse de o proteger até ao resto dos meus dias e dormir com ele debaixo da almofada (ok, estou a escrever isto e estou a assustar-me a mim próprio...).

Mas agora digam-me, como é que eu vou conseguir chegar ao fim deste batom?

Carmex Classic Lip Balm - Ou como tentar chegar ao fim de um batom

Sempre que o tento usar hidrato a parte de dentro do lábio e faço uma exfoliação mecânica pelo plástico na parte de fora. 

Existe alguma técnica que conheçam para usar estes restinhos de batom? É tipo os sabonetes que uma pessoa junta tudo e depois faz um super sabonete que vai acabar por também tornar-se num pedacinho minúsculo e depois todo o processo volta a repetir-se num ciclo sem fim? 

3 comentários

Comentar post