Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Beija-me Burro

04.03.19, Triptofano!

Beija-me Burro em 10 segundos: Encontre um fantástico restaurante de petiscos gourmet, experimente o bacalhau fumado com queijo de ervas, apaixone-se perdidamente pela scamorza mas cuidado com o molho das moelas, não é para meninos!

 

Beija-me Burro

 

 

Quando eu era um adolescente namoradeiro cheguei a utilizar em mais que uma ocasião a expressão beija-me burro como uma forma (achava eu na minha cabeça) de sedução irresistível, que faria qualquer homem ficar rendido aos meus encantos.

 

Escusado será dizer que além de nunca ter funcionado e, como eu previa, acabei por ficar na lista negra de muita gente, catalogado como aquele rapaz até girito mas completamente passado dos miolos.

 

Visitar o Beija-me Burro, um restaurante em Oeiras, foi mais do que um simples jantar, foi um acto de catarse, porque a partir de agora a expressão vai ficar associada no meu inconsciente a algo transcendentalmente positivo.

 

Beija-me Burro

 

Situado numa zona urbana onde estacionar pode não ser a coisa mais fácil deste mundo, o Beija-me Burro coloca-se a ele próprio no segmento das tapas e dos petiscos, mas para mim faria muito mais sentido não ter vergonhas nem excessivas humildades e definir-se como um restaurante de comida gourmet.

 

Eu sei que ainda há muita gente que tem medo do termo gourmet.

 

Normalmente pensa-se sempre em locais cheios de pompa e circunstância onde nos dão reguadas se colocamos os cotovelos em cima da mesa, ou em comida extremamente difícil de comer sempre em porção ridiculamente diminutas.

 

Mas a comida gourmet não é mais do que comida feita com imensa técnica usando ingredientes de elevada qualidade - e é isso que se encontra no Beija-me Burro, comida excepcional feita por pessoas extremamente talentosas.

 

Beija-me Burro

 

O Beija-me Burro já não é apenas um restaurante, é uma marca em constante desenvolvimento, contando já com vinhos e com cervejas artesanais produzidas especialmente para eles pela 5 e Meio, uma micro-cervejeira da região de Mafra.

 

Pelo facto do Cara-Metade não beber álcool - ele atacou valentemente um delicioso sumo de morango que eu avidamente cobicei - não provei o vinho (ainda não cheguei ao ponto em que consigo despejar uma garrafa sozinho), mas aprovei com distinção a Porter, uma cerveja de cor escura com um sabor ligeiramente torrado, meloso e com notas de chocolate.

 

Beija-me Burro - Sumo de Morango

Beija-me Burro - Cerveja Artesanal Porter

 

No que toca à comida, depois de uma longa reflexão sobre o que haveríamos de pedir porque tudo tinha ar de ser espectacularmente bom, acabámos por pedir 4 petiscos, uma frigideira e um prato da secção dos queijos, zona do menu que fez o Cara-Metade criar uma poça de baba no tampo da mesa.

 

Enquanto esperávamos atacámos o couvert, composto por azeitonas temperadas, uma manteiga com toques cítricos e um azeite com vinagre balsâmico de morango que era simplesmente irresistível de tão bom que era.

 

Beija-me Burro - Couvert

 

Para entradas vieram queques de enchidos e queijo de cabra, uma forma inteligente de associar dois elementos que provocaram uma explosão de sabor na minha boca; um salmão marinado de forma caseira com húmus de beterraba assada que era impossível deixar de comer, e mais duas entradas que considerei as mais desafiantes.

 

Beija-me Burro - Entradas

Beija-me Burro - Queque de enchidos e queijo de cabra

Beija-me Burro - Salmão Marinado de forma caseira com Húmus de Beterraba Assada

 

O pesto de favas com morcela de arroz assada é uma entrada para palatos valentes, porque os sabores são fortes, dominantes, incrivelmente ricos mas uma verdadeira tentação.

 

Beija-me Burro - Pesto de Favas com Morcela de Arroz Assada

 

O bacalhau fumado com queijo de ervas é desafiante na medida em que uma pessoa quer literalmente chafurdar a cara nele, mas tem que se lembrar que está num restaurante e pronto, pode haver quem fique chocado com tamanha demonstração de amor por tal iguaria culinária.

 

Este bacalhau só não atingiu a perfeição porque estava ligeiramente salgado devido à combinação dos dois elementos, mas aparentemente o prato vai ter a adição de um novo elemento que vai criar uma dinâmica de sabores ainda mais irresistível!

 

Beija-me Burro - Bacalhau Fumado com Queijo de Ervas

 

Da secção dos queijos veio uma scamorza (um queijo italiano feito de leite de vaca) fumada com gratin de batata, pancetta e alecrim, que eu honestamente tive de lutar com o Cara-Metade para conseguir um pedaço, já que ele se atirou literalmente para cima dela e devorou num ápice.

 

Minha gente, não vou chegar ao ponto de dizer que esta scamorza é melhor do que sexo, mas acreditem que anda lá muito perto! (quer dizer, dependendo da sorte que tiverem com o parceiro que vos calhe talvez este queijo dos deuses seja mesmo melhor que sexo!)

 

Beija-me Burro - Scamorza fumada com gratin de batata, pancetta e alecrim

 

Quase a terminar veio a frigideira, umas moelas de frango com um molho diabolicamente picante, acompanhadas por umas óptimas batatas caseiras.

 

Quem acompanha as minhas aventuras culinárias sabe que eu adoro moelas e sou extremamente rigoroso com elas, e as do Beija-me Burro precisam de mais um bocadinho de garra para estarem no ponto.

 

Tenras, muito bem cozinhadas, fiquei apenas com pena que a moela individualmente não tivesse um punch maior de sabor.

 

Agora o que vos deixa um Knock Out na boca é o molho.

 

Quando dizem que é diabolicamente picante não estão a exagerar, a certa altura eu já cuspia fogo pelas narinas, qual dragão da Guerra dos Tronos.

 

Beija-me Burro - Moelas com molho diabolicamente picante

 

A refeição acabou da melhor maneira com as sobremesas.

 

Para o Cara-Metade um pecaminoso petit-gateau acompanhado com um gelado de framboesa e champanhe, enquanto que eu rendi-me a uma muito bem servida pavlova desconstruída de chocolate com chantilly e frutos vermelhos, da qual não sobrou sequer vestígios para contar a história.

 

Fiquei só com pena que o gelado de mozzarella de búfala DOP tivesse terminado, porque estava de olho nele, mas será um motivo para voltar a visitar o Beija-me Burro.

 

Beija-me Burro - Petit-Gateau com gelado de framboesa e champanhe

Beija-me Burro - Pavlova desconstruída de chocolate com chantilly e frutos vermelhos

Beija-me Burro - Não sobrou nada para contar a história

 

Antes de findar este post quero só dedicar uma palavra ao serviço que encontrei no restaurante: Extraordinário.

 

Sabem aquele funcionário que vos atende com o maior dos sorrisos e com um profissionalismo imaculado? Aquele funcionário que vocês percebem que não é apenas simpático convosco por serem assim sensualões mas sim com todos os clientes da sala? Aquele funcionário que descobrem que afinal é o patrão mas que não se comporta com a falta de humildade e pedantismo que muitos patrões têm dentro da cavidade craniana?

 

É este tipo de funcionário que o Beija-me Burro possui, e é este tipo de serviço gourmet que eleva um espaço a um nível mais acima.

 

Beija-me Burro

 

Se estão à procura de deliciosos petiscos gourmet que vos encham as medidas então ponham os pés ao caminho e vão até ao Beija-me Burro.

 

Mas liguem primeiro a reservar, é que a probabilidade do espaço estar cheio é grande, já que a fama de boa comida espalha-se depressa.

 

Beija-me Burro Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

4 comentários

Comentar post