Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Abaixo de 3 : Templários e o Rodízio de Pizzas

18.07.19, Triptofano!

Classificação do Templários no Zomato à data deste post: 2.7 em 5

O que dizem os comentários:

Apesar da extensa variedade de pizzas, doces inclusive, a qualidade e sabor das mesmas fica aquém das expetativas

As pizzas doces foi a parte mais negativa, a massa parecia estar crua e não dava para mastigar.. 

 ...as pizzas não fascinam

A qualidade das pizzas não é nada por aí além, apesar de realmente terem muita variedade. 

Abaixo de 3 : Templários

Quando o Cara-Metade (já devem ter reparado que é sempre o Cara-Metade que me coloca nestes apuros) me disse que tinha descoberto um restaurante maravilhoso para a rubrica Abaixo de 3 todo eu dei pulinhos de alegria.

No momento em que ele me informou que o restaurante servia rodízio de pizzas ao jantar mas durante o dia era uma pastelaria, suspendi os pulinhos e fiquei com a ligeira impressão de que era desta que ia parar ao hospital com uma gastroenterite.

O Templários, situado em São Domingos de Benfica, é um óptimo exemplo de um híbrido da restauração, sendo que o rodízio de pizzas com direito a refill grátis de bebida a um preço inferior a 10 euros é um verdadeiro achado.

A placa de publicidade garante que as pizzas do rodízio têm uma preparação especial e os ingredientes usados são de óptima qualidade, mas infelizmente a verdade é ligeiramente diferente.

Abaixo de 3 : Templários

Quando entramos e nos sentamos percebemos que o Templários não foi concebido à espera que as pessoas ficassem muito tempo no seu interior - as cadeiras e as mesas são típicas de um café, assim meio plásticas,  proporcionando muito menos conforto a uma pessoa do que as que normalmente se encontram num restaurante.

Mas a verdade é que isso não parece demover quem se dirige ao espaço para jantar, visto que o restaurante/pastelaria estava totalmente cheio, sendo o que nos salvou foi o facto de termos reservado mesa.

Abaixo de 3 : Templários

A refeição começou bem em termos de rapidez, porque mal nos sentámos já tínhamos duas fatias de pizza a voar para a mesa.

Só que foi basicamente uma prova de 100 metros no que deveria ter sido uma maratona, porque depois dessas duas fatias houve um compasso de espera gigantesco até que novas pizzas aparecessem, sendo que a partir daí o ritmo da entrega de comida fluiu de uma forma bastante razoável.

Mas e as pizzas? Como é que eram as pizzas?

Sendo totalmente honesto tenho que dar a mão à palmatória e assumir que a massa das pizzas era melhor que a de certas cadeias de fast-food que também possuem rodízio.

O único problema?

Muitas delas estarem ligeiramente a pender para o cru.

Talvez fosse eu que tivesse percebido mal o conceito e o Templários ser afinal um rodízio de pizzas natura, onde a massa é ligeiramente crua e muitos dos toppings são cozinhados o mínimo possível só para evitar que uma pessoa fique carregadinha de H. pylori, essa bicha do demo!

Massa crua no Templários

Por exemplo, a pizza napolitana, a primeira que nos serviram, vinha com uma maravilhosa rodela de tomate apenas e somente esquentada.

Na verdade o conceito natural/biológico/orgânico/natura do Templários é levado tão à letra que até aquele olho central do tomate não tinha sido retirado - #desperdíciozero!

A bela da Pizza Napolitana

Apesar desta foto retratar uma pizza com queijo-creme (que uma pessoa adora) serve para mostrar o belo do olho do tomate que saiu na rifa ao Cara-Metade

Mas não foi apenas a rodela de tomate que me fez torcer o nariz; uma das pizzas tinha um atum tão rançoso que só sabia a óleo e provocou-me uma pequena reacção alérgica no interior da boca (não estou a brincar!!! - estive quase a ligar para o 112 a pensar que podia ser um início de um choque anafilático); as azeitonas de uma outra sabiam àquelas azeitonas de lata da marca mais barata que podem encontrar no supermercado; a de bolonhesa tinha um aspecto extremamente duvidoso, sendo que o molho de tomate da base da pizza era também usado como topping.

Molho de tomate com molho de tomate? Bolonhesa a sair...

A pizza de atum/choque anafilático

Pizza de azeitonas de lata

Agora a pior de todas, aquela que nunca achei que alguém fosse servir, foi a de camarão e alho.

Com camarões meio-cozinhados-meio-sushi, a adição de alho laminado seco elevou esta pizza a todo um outro nível de surrealismo alimentar.

Posso garantir que se houvesse algum vampiro que me quisesse vir chupar a jugular bastava mandar-lhe um bafo para cima que ela caía redondo no chão. 

Eis a Pizza espanta vampiros

O que me deixa triste é que o Templários até tinha potencial, não fosse pegar em ingredientes de baixa qualidade e atirá-los para cima da pizza dando-lhes apenas uma esquentadela.

A pizza de frango, a de bacalhau com natas e a de queijos são exemplos de algumas das ofertas do espaço que são realmente boas e que dão vontade de comer (especialmente quando a massa da pizza não está crua claro!).

Uma boa pizza de frango!

A pizza de bacalhau era saborosa!

Apesar dos pimentos fazerem mal ao estômago de muita gente eu gostei

Bacon e fiambre numa boa combinação

Pizza de queijo - a preferida do Cara-Metade

Colesterol de Amor poderia ser o nome desta Pizza (mas não era...humpf)

O refill gratuito de bebidas é outro ponto forte do espaço, porque não há aquele problema de comermos cinquenta fatias e ficarmos embuchados até ao Natal.

Apesar de ninguém nos torcer o nariz quando pedimos a décima coca-cola zero (uma pessoa tem de cortar as calorias em algum sítio certo?) não há muita coerência na forma como as bebidas são servidas.

Umas vezes vem com gelo, outras com uma rodela de limão que mais parece uma roda de um camião, outras vezes sem nada, é uma verdadeira lotaria.

O pneu de limão!

Mas o que me deixa verdadeiramente triste por ter de dar uma nota tão fraca ao Templários é o facto do serviço ser extremamente simpático.

Pessoas sorridentes, amorosas, afáveis, que estão sempre em cima de vocês a garantir que estão hidratados, que dão um sorriso gigantesco quando alguém pergunta timidamente se pode ficar com duas fatias da pizza de frango, e que mantém a compostura quando alguém se benze perante a oferta de uma pizza só de alho! (cruz credo, coisa do demo!)

Ah, e não me podia esquecer do grande final que é a pizza doce! 

A pizza doce vem inteirinha para a mesa e há a possibilidade de escolher os topping que queremos.

Eu e o Cara-Metade escolhemos um topping de nutella (que pronto, não era bem nutella mas marchava), um de M&M's (que neste caso eram mesmo M&M's e ainda marcharam melhor), um de caramelo (ligeiramente enjoativo mas que eu comi até ao fim tá claro) e um de beijinho, que surpreendentemente foi o meu preferido, visto este topping consistir em leite condensado e coco, e eu não ser assim o maior adepto de coco deste país! 

A pizza doce do Templários

Abaixo de 3: O Veredicto

Abaixo de 3: O Veredicto

O Templários merece estar abaixo de 3, com muita pena minha é certo, mas para ser totalmente justo é um 2.5.

A simpatia dos funcionários, a gulodice da pizza doce, o preço fantástico do rodízio e o facto de terem refill grátis de bebidas são tudo pontos a favor do Templários, mas que não são suficientes para compensar a tremenda falta de qualidade de alguns dos ingredientes e o facto da massa das pizzas estar sistematicamente mal-cozinhada.

É sem dúvida aliciante poder comer-se pizza até rebentar, mas aos 32 anos de idade ambiciono uma experiência ligeiramente melhor do que uma reminiscência às pizzas congeladas que a minha mãe comprava no supermercado da zona, e que eu, na minha ingénua ignorância alimentar, devorava como se fosse a melhor coisa do mundo!

Abaixo de 3 : Templários

Templários Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

14 comentários

Comentar post