Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

A melhor campanha publicitária de sempre!

27.02.18, Triptofano!

Antes demais, tenho a dizer que este post não é um post patrocinado. É bem verdade que me deram umas coisinhas, também está correcto que se me pagassem para fazer este post eu ficava assim mais do que feliz, mas ainda estou a anos luz de ser uma Pipoca e poder fazer vídeos a dizer que recebi milhares de coisas grátis em casa (inveja!!!).

 

Ontem, tive de fazer serviço na farmácia onde trabalho.

Para quem não sabe, fazer serviço consiste em passar a noite toda na farmácia, disponível para todas as urgências que a comunidade possa ter. Sim, porque ir comprar uma garrafa de álcool às três da manhã ou um boião de análise às cinco e meia pode ser uma urgência para muito boa gente. Para mim é apenas estranho, mas visto que estou a ser pago não me queixo em fazer negócio com todos os que queiram visitar a farmácia no período nocturno.

 

Na realidade não era eu que estava escalado para fazer o serviço, mas como a colega que o iria fazer adoeceu, perguntaram-se se eu poderia tomar o lugar dela. Apesar de não estar mentalmente preparado (eu preciso sempre de algum tempo para mentalizar-me que não vou ser raptado durante as horas em que estiver sozinho na farmácia) concordei.

 

Estava a ser uma noite fraca, possivelmente por causa da chuva, e a meia-noite já se aproximava galopantemente, quando ouço a campainha do postigo a tocar. Ajeito a bata, coloco o meu sorriso mais profissional, e dirijo-me à zona de atendimento nocturno.

 

E o que é que eu vejo?

 

Um rapaz e uma rapariga, na casa dos seus vinte anos, envergando felpudos roupões azuis. Se calhar vocês iriam-se surpreender ao ver duas pessoas em tal figura, mas para mim já é habitual ver pessoas a desfilarem-se de roupão na rua, no Lidl, na farmácia, por isso não estranhei.

 

O que achei surreal foi quando a rapariga me pergunta se eu já conheço o StilNoite e me aponta para uma caneca! Normalmente as pessoas trazem um bocado da caixa, uma foto no telemóvel, fazem uma descrição artística do produto, agora trazerem uma caneca com o nome do mesmo era inédito.

 

Demorei meio minuto a perceber que afinal não eram clientes, era uma campanha publicitária a divulgar o suplemento. Através do postigo deram-me meia dúzia de canecas e de almofadas de pescoço daquelas que se usam nos aviões. Despediram-se com um bom trabalho e um bom sono, entraram no carro com os seus roupões azuis e partiram a toda a velocidade em direcção à próxima farmácia de serviço.

 

Ainda não pude desfrutar do bom sono que me desejaram, mas que sem dúvida fiquei com um sorriso estampado na cara até agora fiquei!

 

WP_20180227_19_36_41_Pro.jpg

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.