Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

21
Ago18

5 Coisas para Fazer num Voo de Longo Curso


dESarrumada lançou um apelo na blogesfera relativamente a sobre o que fazer numa viagem de avião muito longa, especialmente quando se é portador de olhos sensíveis que impedem que uma pessoa leia ou veja televisão durante muito tempo seguido, e eu, como quase perito em ficar com o cu ligeiramente aquadradado, resolvi partilhar com ela e com todos os que tiverem interesse em saber, as minhas técnicas para que o tempo passe mais depressa quando estamos fechados horas a fio num avião.

 

 

1 - Destralhar

 

Todos temos uma mala/carteira/mochila onde acumulamos tralha desde 1986 e que religiosamente garantimos a todos os que nos quiserem ouvir que vamos arrumar no fim-de-semana seguinte (fim-de-semana este que nunca chega!).

 

É o local onde encontramos o panfleto que garante que a teoria que descendemos dos macacos é uma conspiração criada pelo governo manchado com óleo da metade do bolo de arroz de há três semanas atrás, a mecha de cabelo da colega do escritório que nos faz a vida negra e que vamos usar para fazer um ritual de magia negra e 46 pacotes de açúcar porque nunca sabemos quando é que vamos ter uma hipoglicémia e mais vale estarmos prevenidos que cairmos redondos no chão.

 

Uma viagem de avião é a oportunidade perfeita para mandar para o lixo o que não presta, comer aquilo cujo bolor ainda dá para ignorar e colocar em ordem as coisas que são importantes como o cartão de cidadão do nosso filho ou  a imagem de uma santinha que a nossa mãe nos deu e nunca tivemos coragem de deitar fora por medo de uma suposta maldição que nos daria pêlos púbicos encravados semanalmente.

 

Sim eu sei que uma pessoa já fica nervosa quando vai para o avião por causa do peso da bagagem e se tem que pagar algum extra ou não, mas vejam isto como um investimento. Vão levar quilos de coisas inúteis com vocês, mas vão finalmente ver-se livres delas para depois terem mais espaço para trazerem coisas inúteis de regresso - bem dizia Lavoisier que nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

 

Se forem viajantes assim mais abonados e tiverem wi-fi a bordo podem até aproveitar um par de horitas da viagem e fazer a validação electrónica das facturas, não deixando tudo para a última da hora como 99% da população!

 

 

2 - Meditar

 

Vocês sempre quiseram ser pessoas calmas, serenas, centradas e tudo e tudo e tudo, só que no dia-a-dia meditar é sinónimo de ficarem a ressonar no banco do comboio com baba a escorrer-vos pelo queixo e altas probabilidade de passarem a vossa paragem.

 

Um voo de longa duração é a vossa oportunidade para finalmente imbuírem-se no espírito da meditação. Saquem todas as apps que existam para o vosso telemóvel, ponham o volume do mesmo no máximo e embarquem na fantástica viagem dentro de vocês mesmos!

 

Ouçam os passarinhos, os gorgolejos dos rios, sintam luzes azuis a invadir a vossa cabeça, os vossos pés e mesmo entre o nalguedo.

 

Estejam conscientes da vossa respiração, do cheiro a suor da pessoa do lado e do barulho estranho que o motor do avião está a fazer.

 

Sintam os vossos chakras a alinharem-se, descubram verdades universais que antes não estavam ao vosso alcance, como o facto de terem o períneo sempre assado é devido ao papel higiénico reciclado que usam, pronunciem mantras de forma repetida mas evitem fazê-lo se estiverem a ir ou voltar para os Estados Unidos, porque as probabilidades de vos confundirem com terroristas aéreos é grande.

 

Se nada disto vos interessar podem sempre optar pela pintura relaxante, usando um daqueles livros de colorir que supostamente deixam uma pessoa mais calma mas que a mim provocam palpitações sempre que pinto fora da linha!

 

 

3 - Treinar para o Guiness

 

Todos nós sonhamos secretamente em um dia ter o nosso nome no Guiness.

 

Pode ser por algo extraordinário, como maior número de crianças africanas desparasitadas em simultâneo, ou algo não tão extraordinário, como maior perda de peso corporal devido a diarreia do viajante.

 

Uma viagem de avião de longo curso é o local perfeito para vocês conseguirem bater um record.

 

Deixo-vos algumas sugestões de records que podem tentar conquistar:

  • Maior número de trombos nas pernas sem causar morte devido a estarem há quinze horas sem se mexerem
  • Maior volume de urina armazenada na bexiga porque sempre que tentam ir à casa-de-banho está uma fila descomunal mas na realidade não querem é confessar que tem medo de ficarem presos dentro da dita cuja mesmo sabendo que ela dá para abrir por fora
  • Menor tempo para comer tudo (incluindo a manteiguinha e bolachas) aquilo que vem no tabuleiro do almoço sem dar nenhuma cotovelada no passageiro do lado
  • Maior tempo de permanência com o cinto posto após aterragem até desaparecer o sinal luminoso (pessoalmente acho que este é o mais fácil de ganhar, que mal se sente uma rodinha a bater na pista começa logo a ouvir-se os cintos todos a abrirem-se)
  • Maior número de malas encafuadas no espaço para bagagens por cima dos assentos sem que nenhum outro passageiro reclame pelo facto de ter de colocar a dele no fundo do avião
  • Maior número de minutos que conseguem aguentar sem ideias homicidas relativamente à criancinha que está a berrar descontroladamente desde o check-in e vos coloca em causa a vossa sanidade mental

 

4 - Criar um argumento para uma história da TVI

 

Que melhor local para porem as vossas capacidades de argumentista em acção que um avião repleto de passageiros com cheiro a sandes de torresmos embrulhadas em película aderente e a bálsamo tigre do chinês para as dores do reumático?

 

Será que o casal à vossa frente é mesmo um casal ou estão simplesmente a disfarçar porque na realidade são mulas de droga?

O passageiro do 18 F será o pai perdido da jovem do 24 B visto terem o mesmo nariz batatudo?

A criança de oito anos que está a ouvir em repeat os maiores êxitos da Floribella será na verdade um reptiliano disfarçado a congeminar planos para conquistar o mundo?

Quem é que libertou um peido pantufa, o idoso atrás de vocês ou o homem de negócios ao vosso lado? E porque é que o peido cheira tão mal, será que há uma intolerância ao glúten não diagnosticada?

 

Como podem ver cinco horas depois tem 4 temporadas de telenovela que podem vender à TVI e dessa forma prolongar mais três semanas as vossas férias!

 

 

5 - Flertar com os Comissários de Bordo

 

Antes de mais que fique bem claro que eu estou a falar de flertar, não assediar descaradamente, já que não pretendo que ninguém seja preso e depois venha colocar as culpas em mim.

 

Flertar com o comissário de bordo é algo que além de fazer o tempo passar mais depressa pode trazer algumas regalias, como um desconto extra no dutty free, ou um cobertorzinho suplente quando colocam o ar condicionado no máximo e parece que vamos morrer de hipotermia, ou mesmo mais uma daquelas garrafinhas de vinho que não devíamos beber porque já estamos visivelmente alcoolizados.

 

Flertar com o comissário de bordo (ou a comissária de bordo, cada um seduz quem quiser que eu não julgo) é toda uma arte. Não se pode ser descarado que para isso uma pessoa concorria ao Love on Top. 

 

Algumas técnicas para um flirt com sucesso:

  • Lançar a cabeça para trás enquanto se mexe no cabelo de forma sensual no momento em que estamos a entrar na casa-de-banho do avião fazendo o comissário imaginar o que poderiam fazer dentro daquele cubículo
  • Pedir su-mo-de-to-ma-te articulando cada sílaba de forma pronunciada mostrando as nossas beiças quando ele questionar o que desejamos beber
  • Deixar cair os amendoins todos para dentro da t-shirt/blusa e fazer um ar de admiração/ai-que-tonto-que-sou para a depois levantarmos afim de sacudir os ditos cujos enquanto mostramos os nossos super definidos abdominais!
  • Quando nos perguntar se queremos o prato de carne ou vegetariano responder você muito rápido seguido de um ataque de tosse super natural
  • Pedir que nos ajude a tirar a mala do compartimento das bagagens, mesmo que tenhamos um metro e noventa - nesse caso alegar que os nossos pulsos são delicados. Quando ele estiver a retirar a mala aproveitar para tentar ajudar e roçar um bocado o nosso corpo no dele. Esta operação ainda terá mais sucesso se no fim tirarmos um livro da mala com um título sugestivo como Sem Limites ou Dar Tudo Sem Compromisso, e fizermos questão que ele veja que além de sensuais também somos intelectuais, que isto ler não é para todos!
  • Durante a noite, quando todos estiverem a roncar, chamar o comissário e pedir um copo de água, alegando que estamos muito secos e precisamos que ele nos hidrate, enquanto mordemos o lábio subtilmente, de forma a não sermos vulgares.

 

E pronto, estas são as minhas sugestões para passarem mais rapidamente o tempo que estiverem enclausurados dentro de um avião!

 

Lembram-se de mais algumas? :)

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D