Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Annabelle 3 : O tédio

11.07.19, Triptofano!

Quando vi nas redes sociais pessoas que tinham ido à ante-estreia em Portugal do Annabelle 3 : O Regresso a Casa, a dizerem que tinha sido fantástico e que tinham ficado imensamente assustadas sabia que tinha de ir ver o filme.

Ao descobrir que na Tailândia um pobre turista tinha morrido durante o visionamento da película decidi que não podia esperar mais.

Para quem não sabe Annabelle é um filme de terror sobre uma boneca que foi possuída por um espírito maligno e que anda a dar facadas e a tentar sacar a alma de alguém como se não houvesse amanhã. (se os detalhes técnicos do enredo estiverem ligeiramente incorrectos desculpem-me mas vocês perceberam a ideia)

A Anabelle propriamente dita nem precisava de estar possuída por entidades demoníacas para deixar qualquer pessoa desconfortável.

Se alguém me oferecesse uma boneca com aquela expressão era certo e sabido que iria parar no aterro municipal mais perto num abrir e fechar de olhos.

Annabelle 3 : O tédio

Tendo em conta que vi o Anabelle 2 e adorei, estava com as expectativas mais do que em alta.

Tomei uma caixa de comprimidos de valeriana, reforcei a minha roupa interior com um penso maxi absorvente, e lá fui eu em direcção ao cinema.

Só que o Annabelle 3 revelou-se um autêntico tédio.

A primeira parte do filme (divido em duas partes por causa do intervalo que o cinema faz) só foi suportável porque ataquei sem dó nem piedade um pacote gigantesco de pipocas.

Se os primeiros dois minutos prometiam um filme "daqueles" o resto foi como estar a ver uma má adaptação cinematográfica dum livro do Nicholas Sparks.

As tristezas da não aceitação e dos dramas da juventude e dos pesos na consciência tornaram um filme que devia fazer-nos borrar a cueca num festival de bocejos e sobrolhos franzidos.

A segunda parte melhorou é verdade, mas nada por ai além.

Faltou consistência à história, os momentos de susto pareciam que tinham sido colados a cuspo e não havia aquele ritmo que prende a pessoa e quase que a deixa ser ar.

O pior foi quando finalmente as coisas começam a aquecer e a pessoa pensa que afinal o filme ainda vai dar uma reviravolta....acaba!

Mas assim um final sem jeito, fácil, sem graça.

As coisas até estavam a aquecer mas o bico do gás fechou-se antes de chegar ao ponto de ebulição.

Basicamente foi como uma pessoa estar ali nos preliminares a pensar que vai ser tão bom e maravilhoso e tudo e tudo e tudo e quando dá por ela a outra pessoa já tá a tomar banho e nós ficámos abandonados à nossa sorte.

Para piorar, depois do término da acção o filme ainda continuou, com mais um momento lamechas digno de alguma regurgitação, algo que eu aconselho que tentem evitar ao máximo porque ninguém merece limpar vómito do chão do cinema.

Anabelle 3 foi um tédio tão grande que até o Cara-Metade que foi comigo e odeia filmes de terror esteve a pontos de adormecer.

Apesar de, para ser honesto, o facto de ele ter passado metade do tempo com os olhos fechados e os dedos a taparem os ouvidos não tenha ajudado à tarefa de se manter acordado!