Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Adeus Pele Cansada!

22.04.19, Triptofano!

Depois de um fim-de-semana muito pouco repousante por causa da minha dor de dentes tive de encarar a triste realidade que o espelho sem misericórdia me mostrava.

 

Não era só eu que estava a sentir-me cansado, a minha pele estava uma verdadeira lástima.

 

Baça, sem vida, com níveis de luminosidade negativas, a minha pele parecia mais a de um zombie dos tempos modernos com obrigações laborais.

 

Acho que todos nós já tivemos momentos em que a nossa pele não esteve no seu melhor.

 

Ou porque trabalhamos demasiado e dormimos muito pouco. Ou porque adoramos sair à noite e consumimos algumas bebidas alcoólicas. Ou porque a nossa predilecção é apanhar sol até ficarmos parecidos com uma lagosta grelhada.

 

Independentemente da causa a pele cansada diz mais sobre o nosso estilo de vida do que muitas vezes gostaríamos de revelar. 

 

E como eu sei o quão importante é termos uma pele luminosa (não digo brilhante, porque ninguém quer ser um farol numa noite de nevoeiro) vou partilhar convosco durante este semana alguns dos meus produtos preferidos para obter uma pele com um aspecto magnificamente saudável! 

 

 

Clinique Turnaround Overnight

 

Clinique Turnaround Overnight Revitalizing Moisturizer

 

Este creme de noite da Clinique é simplesmente um pequeno oásis criado para salvar todas as peles desidratadas que andam por este mundo, visto que pode ser usado desde alguém com uma pele muito seca até quem tenha bastante oleosidade, visto que o que vai conferir é hidratação à pele!

 

Sem parabenos, sem ftalatos e isento de fragrância, este Turnaround coloca-se à noite em todo o rosto e pescoço, evitando o contorno dos olhos, e de manhã....MILAGRE...uma pele hidratada, luminosa, cheia de energia, tal e qual aqueles anúncios da televisão.

 

Além de combater o aspecto baço da pele (causado pelos danos solares e pelo passar do tempo esse maldito) e de fortalecer a barreira de hidratação, o Turnaround da Clinique utiliza o período nocturno para optimizar o processo de renovação celular.

 

Mas mesmo ele sendo um pequeno milagre dentro de um boião não se esqueçam que a renovação celular é mais eficaz se efectivamente dormirem - por isso nada de fazer muitas noitadas! 

 

Na composição vão encontrar extracto de Semente de Castanha, ácido salicílico, fragmentos de RNA (com sorte ainda conseguem clonar umas moscas da fruta a partir dele) e uma tecnologia patenteada ultra-secreta chamada Salisome Time Release Delivery System.

 

Quem já usou este menino? Pessoalmente sinto que a pele fica com um toque extremamente suave e as linhas de envelhecimento causadas pela desidratação ficam mais esbatidas, mas talvez olhar-me ao espelho sem óculos também dê alguma pequena ajuda! 

Maldita Dor de Dentes

22.04.19, Triptofano!

Neste fim-de-semana fui visitado por uma maravilhosa, assombrosa, fantasticamente não desejada, dor de dentes.

 

Mas quando falo em dor de dentes refiro-me a algo tão lancinante que fazia com que a mais simples tarefa se tornasse um suplício, porque tudo era dor!

 

Começava com uma sensação de agulha a espetar-se e evoluía para algo tão gigantesco que me atacava o ouvido, o maxilar e uma mão cheia de dentes, causando-me vontade de os arrancar um a um tal era o desespero.

 

Meditei para controlar a dor, tomei anti-inflamatórios, rezei a todos os santos que conhecia, mas hoje, dia de vir trabalhar, a dor ainda não tinha melhorado.

 

É verdade que havia longos períodos de tranquilidade, mas quando ela voltava era simplesmente agonizante.

 

Em desespero de causa fui ao dentista ao pé do meu trabalho, convencido que iam-me dizer que consulta só daqui a um mês, visto a afluência de clientela que eles têm.

 

Milagre dos milagres - havia consulta para aquele momento exacto.

 

Menos de uma hora depois já me encontrava sem dores, com um dente desvitalizado (há cinco anos atrás tinha sido reparado mas a sina era que mais dia menos dia tinha que ser eutanasiado) e a boca completamente anestesiada, o que faz com que tenha de andar com guardanapos atrás já que não consigo evitar deixar de me babar compulsivamente.

 

Confesso que sou muito relaxado no que toca a fazer check-ups dentários.

 

Sofro daquele mal do deixa andar ou do se não me dói o que é que vou lá fazer?

 

Mas é importante irmos nem que seja uma vez por ano ver o estado dos nossos dentes.

 

Ver se não temos nenhuma cárie chata que possamos controlar de início. Fazer uma limpeza para retirar a placa dentária em excesso. Ver se não temos algo que não devia estar lá - o cancro da boca é uma realidade e mata muita gente todos os anos.

 

Por isso não sejam preguiçosos como eu e vão ao dentista ver em que estado está a vossa boca!

 

E se tiverem pânico da bata branca falem comigo que eu recomendo-vos algo eficiente 

 

Varanda Azul - DEaR

19.04.19, Triptofano!

Varanda Azul - DEar em 10 segundos: Maravilhe-se com uma fantástica vista enquanto perde a cabeça com o tataki de atum, dê uma oportunidade ao risotto e ao entrecôte mas evite o crème brûlée. E não tire dúvidas com os empregados, provavelmente só vai ficar chateado!

 

Varanda Azul - DEaR

 

Antes de dizer o que quer que seja, tenho de enviar um grande aplauso virtual ao dono do Matateu, que teve a coragem de ambicionar dar uma nova vida ao Varanda Azul, restaurante icónico de Lisboa situado no Estádio do Restelo, que nos últimos anos se lançou numa queda vertiginosa atingindo níveis abaixo de zero de qualidade.

 

O objectivo do renovado Varanda Azul - DEaR (Drink, Eat and Repeat) é ser no espaço de um ano uma das maiores referências no mundo gastronómico lisboeta, especialmente no que toca ao segmento das carnes.

 

Posso já adiantar-vos que não é uma tarefa impossível esta a que o Varanda se propôs, mas há muito trabalho pela frente e muitas arestas por limar.

 

Quando eu e o Cara-Metade chegámos ao Estádio do Restelo, fomos brindados por uma intervenção policial de cassetete na mão e gritando palavrões contra um grupo de não muito simpáticos adeptos futebolísticos, o que nos fez seriamente pensar em dar meia volta e regressar a casa.

 

No entanto, a vontade de jantar foi mais forte do que qualquer receio de sermos levados num arrastão policial, por isso depois de nos esquivarmos ilesos entre o conflito chegámos ao Varanda Azul.

 

Varanda Azul - DEaR

 

A vista do restaurante é simplesmente magnífica.

 

De um lado a sempre maravilhosa presença do Cristo Rei e da Ponte 25 de Abril; do outro, com sorte e se uma pessoa não tiver grandes miopias, a possibilidade de ver as pernas torneadas de alguns praticantes de futebol em plena acção.

 

O serviço esse é uma facada no nosso baço.

 

Não sou um ditador do atendimento mas se um empregado não sabe responder a uma pergunta então o mínimo que se espera é que questione a cozinha e volte com uma resposta...........em tempo útil.

 

Não como nos aconteceu em que ainda hoje estou à espera de saber de que era feita a manteiga.

 

Também as respostas engraçadas (só que não) devem ser evitadas, como quando questionei que tipo de alga era a que estava a ser apresentada num prato e a resposta foi é alga do mar!

 

Nesse momento uma pessoa respira fundo, conta até 683 e faz o sorriso mais amarelo de que é capaz.

 

Porque é que estou a insistir nesta questão do atendimento?

 

Direi as vezes que forem necessárias até que alguém me decida ouvir que uma refeição não deve ser só despejar comida para a frente de uma pessoa.

 

Um restaurante que ambicione ser um dos melhores entre os seus pares tem que contar uma história, tem que envolver o cliente, e deve saber explicar os aspectos mais maravilhosos de cada prato de forma a dar-lhes uma outra dimensão no subconsciente de quem os aprecia.

 

Varanda Azul - DEaR

 

Mas falemos de comida.

 

Os couverts estavam para além de excelentes.

 

Tanto o pão com nozes, como o azeite com balsâmico e grãos de pimenta, passando pelas manteigas e terminando na tapenade, tudo estava irrepreensível e foi devorado num ápice.

 

Varanda Azul - DEaR

 

Para entrada veio a grande estrela incontestável da noite, o tataki de atum!

 

Um atum extremamente saboroso, numa conjugação vencedora de sabores onde se destacavam a voluptuosidade do abacate e a sensualidade perigosa da pimenta, a única coisa que alterava nesta criação soberba era a esferificação de vinagre.

 

Apesar de mostrar uma grande técnica, a adição das esferas de vinagre colocavam em grande perigo a harmonia palatina do prato, já que o mesmo tinha também sumo de lima criando, como tal, um significativo excesso de acidez.

 

Varanda Azul - DEaR

 

Para prato principal veio para mim um risotto de cogumelos com camarão, que apesar de ser impressionante ao olhar precisava de um pouco mais de cuidado para impressionar totalmente a barriga.

 

O camarão poderia estar mais bem temperado, faltando-lhe alguma alma para acordar as minhas papilas gustativas, e o arroz não estava uniformemente ligado.

 

De um lado do prato, e executado de forma correcta, estava fantasticamente cremoso, mas do outro lado era uma espécie de arroz malandrinho. (honestamente não consegui perceber como é que metade do arroz estava bem feito e o outro não!)

 

Varanda Azul - DEaR

 

O Cara-Metade pediu aquilo que o Varanda quer mostrar como sendo o seu melhor, um belo prato de carne.

 

O entrecôte australiano acompanhado com batatas fritas caseiras estava tenro e muito apetitoso, mas ligeiramente frio, o que revelou que ficou à espera do risotto para ser servido.

 

No que toca a carnes o segredo é atingir o ponto que o cliente pediu e ser servida sem grandes demoras, porque de outra forma algo que podia ser maravilhoso passa a ser simplesmente bom.

 

Varanda Azul - DEaR

 

As sobremesas balançaram entre o fantástico e a cara de dúvida interrogativa.

 

A banana com caramelo salgado era simples mas muito eficiente, cheia de sabor, apetitosa, criando uma verdadeira necessidade biológica de não a deixar de comer.

 

Varanda Azul - DEaR

 

O crème brûlée foi ligeiramente assustador.

 

Não tanto pelo excesso de sabor a limão mas pela espuma de licor de amêndoa que apresentava no topo.

 

A questão aqui é que se trata de uma boa ideia com uma péssima execução.

 

Quando chegou à mesa a espuma já estava meio derretida, dando uma aparência de que havia algo de estragado na sobremesa que não era suposto estar lá.

 

Ao estar meio derretida acabou por empapar a maravilhosa crosta queimada do creme, retirando aquele glorioso momento em que nos arrepiamos com o tão inconfundível som de açúcar a ser quebrado com uma colher.

 

Varanda Azul - DEaR

 

Não tenho dúvidas que o Varanda Azul - DEaR vai dar cartas num futuro não muito distante.

 

Basta dar uma vista de olhos pelo seu menu para perceber que há muita coisa fantástica e com imensa técnica.

 

Mas é imperativo crescer rapidamente, saber comunicar mais eficientemente e limar arestas que não se esperam encontrar num restaurante que quer ser de topo!

 

Varanda Azul - DEaR

 

 

Varanda Azul - DEaR Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

19.04.19, Triptofano!

Retrogusto 84 em 10 segundos: Descubra a melhor pizza vegetariana de Lisboa mas não se fique por aqui. Comece com uma maravilhosa focaccine, termine com um espantoso cannoli e antes de sair brinde com um shot de limoncello!

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Num dia comum, se me dissessem que teria de ficar na rua, ao frio, à espera durante mais de meia hora por uma mesa para poder jantar, eu pegaria nas minhas pernas e iria procurar outro local.

 

Mas quando estamos com uma vontade louca de pizza e damos conta que 85% das pessoas que também se encontram à espera são italianos então é porque talvez algo de mágico aconteça dentro do forno eléctrico.

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Pequena, confusa, com música que passa dos clássicos italianos a Frank Sinatra com uma pequena incursão a  batidas underground do início do milénio, com rabos a passarem ao pé da nossa cara e desconhecidos a partilhar a mesa do lado, é assim que se caracteriza a Retrogusto 84, uma Pizzeria situada na zona dos Anjos.

 

Apesar do aparente caos há uma sensação de conforto, uma espécie de regresso ao sentido de comunidade que nos faz querer ficar colados à cadeira a absorver as conversas em todas as línguas e os cheiros da comida acabada de fazer.

 

Há uma vibração de autêntica felicidade na Retrogusto.

 

Vê-se que as pessoas que trabalham lá são felizes, a tender a massa com mestria, agarrando punhados generosos de ingredientes e a servir com prazer pizzas atrás de pizzas em caixas de cartão para todos aqueles que não querendo esperar optam pela opção de take-away.

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

O resultado desta felicidade é uma comida maravilhosa, de conforto, que nos enche os olhos, a barriga e a alma, e não nos esvazia a carteira.

 

Para entrada eu e o Cara-Metade pedimos uma Focaccine de Mortadela, que era simplesmente deliciosa.

 

O creme de pistáchio conjugado com mortadela de alta qualidade criavam uma epopeia de sabores na boca, fazendo-nos revirar os olhos com gosto.

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Para prato principal o Cara-Metade escolheu uma pizza Ghiotta, com mozzarella, cogumelos, salsicha de porco, gorgonzola, azeite de trufas e um extra de burrata.

 

Quando foi servida rapidamente apercebemos-nos que a burrata vinha em falta e o azeite de trufas tinha sido aplicado de forma muito escassa, mas em menos de um minuto a situação foi resolvida, mostrando o profissionalismo desta pizzeria.

 

Saborosa, com uma massa cozinhada na perfeição, esta Ghiotta só precisava de um pouco mais de alma, algo extra que a pudesse destacar, apesar de não haver nenhuma falha que se pudesse apontar.

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Agora se procuram alma, se querem sentir aquela ohh la la sensation, seja em forma de arrepio no vosso clitóris do estômago ou através de um hiper-funcionamento do vosso eixo hipotálamo-hipófise, então tem de comer a Mizzica, a melhor pizza vegetariana de Lisboa.

 

Talvez quando começarem a ler os ingredientes torçam o nariz, porque combinar creme de queijo com creme de pistáchio e juntar ainda beringela, scamorza (um queijo de leite de vaca do sul da Itália), tomate cereja e noz pode ser a receita perfeita para o desastre.

 

Mas não é.

 

É simplesmente maravilhoso. É algo de transcendental. É uma porta que se abre para uma nova dimensão de sabores que antes desconhecíamos.

 

É imperativo provarem esta pizza uma vez na vida - a não ser claro que tenham alergia a frutos secos e aí não convém!

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Só há uma sobremesa disponível na Retrogusto, e é mais do que suficiente.

 

O Cannoli Siciliano pode não ser muito fotogénico mas é de vos fazer ficar com a boca caída a babarem-se como se tivessem tomado uma dose extra de Xanax.

 

Composto por uma massa doce frita em formato de tubo recheada com um creme de ricota e pequenos pedaços de chocolate, o cannoli é o fim mais que perfeito para uma refeição maravilhosa, que sem dúvida merece um brinde com o shot de limoncello que vos é trazido à mesa como oferta.

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

Se estão à procura da melhor pizza vegetariana de Lisboa tem que definitivamente visitar a Retrogusto 84.

 

Mas não se preocupem se não são fanáticos por vegetais, todas as outras opções são fantásticas!

 

Retrogusto 84 - A melhor Pizza Vegetariana de Lisboa

 

 

Retrogusto84 Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Em Ponto Maria: Sexo com Banda Sonora: Sim ou Não?

18.04.19, Triptofano!

Para o Em Ponto Maria desta semana, mais do que nunca, preciso da vossa ajuda.

 

O objectivo era fazer uma pequena dissertação filosófica sobre se o silêncio durante o acto sexual era mais ou menos envolvente do que uma música de fundo, mas eu achei que o mais importante era saber qual é a música que vos descontrola e vos deixa completamente em controlo.

 

Aquela música que vos faz sentir sensuais, que já conhecem de trás para a frente, que já tem uma coreografia completamente estudada com movimentos de chicote de cabelo (verdadeiro ou imaginário que os carecas também tem direito) e rotações de anca qual dançarina do ventre após o consumo de marijuana medicinal!

 

Aquela música que vos causa arrepios no fundo da espinha, que usam para se tornarem inesquecíveis para uma nova conquista, que vos faz ficar com aquele sorriso estampado na cara que diz vou-te comer e comem mesmo!

Aquela música que vos faz sair do vosso corpo, que vos leva a pegar nas mãos da outra pessoa e acariciar todos os centímetros da vossa pele, que vos revela toda a divindade sexual que há dentro de vocês e que tem de a muito custo refrear porque senão ainda dão um mau jeito às costas e uma pessoa tem que trabalhar e ligar ao patrão a dizer que se ficou empenado por ter dado tudo durante o acto sexual talvez seja informação a mais.

 

Preciso muito de saber qual é a música que vos espoleta as hormonas, que desencadeia reacções hormonais em cadeia, que vos deixa o pito ou similar aos saltos.

 

Se tiverem vergonha - que não deviam ter que este espaço é um local de não julgamento - deixem o vosso comentário em anónimo, mas o importante é não ignorarem este meu pedido e escolherem uma música para partilharem comigo!

 

Muitos de vocês devem estar a perguntar-se qual é a minha música!

 

Outros tantos já devem estar à espera que eu escolha um dos múltiplos sucessos da grande artista Ana Malhoa.

 

Mas não, a música que acompanha as minhas melhores performances sexuais, que me traria fama e fortuna se me tornasse dançarino exótico, a música com a qual já ia torcendo um pénis alheio é o Into You - Ariana Grande!

 

E a vossa qual é? 

 

 

 

Em Ponto Maria Oficial.jpg

"A coisa andou a cozinhar e eis que atingimos o ponto!!! Quinta-feira quente. Quentinha. A escaldar! A Maria chegou para tornar este dia banal da semana no dia mais ansiado por vós. Conjuntamente com a dESarrumada tivemos a ideia de lançar uma rubrica semanal que vai abordar temas da actualidade que são completamente aleatórios e imprescindíveis ao mesmo tempo. Fiquem por aí e percam-se nos nossos devaneios."

 

Tem andado a lavar os dentes correctamente?

17.04.19, Triptofano!

Todos nós sabemos que a saúde oral é de extrema importância, apesar de muitas vezes sermos demasiado preguiçosos para lavar os dentes antes de ir para a cama ou não termos tempo à hora de almoço por causa do trabalho que nos faz andar a 1000 à hora.

 

Tem andado a lavar os dentes correctamente?

 

No entanto, nunca é demais recordar, que uma boca com determinadas doenças, como por exemplo, com doença periodontal, pode aumentar o risco de diabetes, doença cardíaca, cancro do pâncreas, pneumonia e, pior que isto tudo, um mau hálito insuportável que faz cair para o lado qualquer pessoa que tentemos beijar de forma mais prolongada.

 

A lavagem dos dentes deve ser feita seguindo a regra do 2-2-2. 

 

Pelo menos 2 vezes ao dia, durante pelo menos 2 minutos (e não são 2 minutos aldrabados contados a correr) e ficando 2 horas sem comer depois da escovagem!

 

A lavagem deve ser feita utilizando uma escova manual ou eléctrica (ou uma híbrida que isto há sempre novidades no mercado a aparecer) que deve ser mudada idealmente de três em três meses.

 

Antigamente uma boa forma de recordar que tínhamos de trocar de escova era com a mudança de estação, mas tendo em conta que o tempo está completamente maluco mais vale jogar pelo seguro e apontarmos no calendário.

 

A escovagem dos dentes deve ser feita na vertical e não na horizontal, como 99% das pessoas fazem.

 

Honestamente parece um bocado anti-natural escovar os dentes para cima e para baixo, especialmente nos de trás onde este movimento se torna um bocado complicado, mas a verdade é que é a forma mais correcta de o fazer.

 

Por isso é que sou um defensor da escova eléctrica, porque aí basta ligar a bicha e passar dente por dente, sem ter que se fazer mais nada.

 

Isto claro se comprarem uma cabeça redonda, porque existem cabeças a imitar as das escovas manuais que pessoalmente acho que não são de todo eficientes.

 

Depois de escovar os dentes a utilização de fio dentário ou de escovilhões é benéfica para a saúde oral porque ajuda a remover a placa bacteriana dos espaços entre os dentes.

 

Nesta altura vocês devem estar a pensar que este post é para encher chouriços e eu não vou fazer nenhuma revelação escandalosa.

 

Pois bem, enganam-se, e se eu vos disser que o correcto é depois de escovarem os dentes não bochecharem a boca com água?

 

E não, também não é suposto irem passar a boca por um colutório com flúor.

 

O correcto, e apoiado pela Ordem dos Médicos Dentistas, é cuspir apenas o excesso de dentífrico.

 

Desta forma vão ficar com uma ligeira espuma na boca que vai continuar em contacto com os vossos dentes e gengivas, que é benéfica porque vai estar a libertar os seus agentes protectores e reparadores.

 

Então mas e aquela história de finalizar a limpeza com um colutório para sentir a boca fresca e ter uma limpeza mais completa?

 

Infelizmente parece que é apenas uma bela acção de marketing!

 

Isto não significa que tenham de despedir-se do vosso maravilhoso elixir de menta fresca que vos faz ficar com a boca quase em chamas.

 

Podem e devem usar o colutório nas alturas em que não conseguem escovar os dentes, ou, como eu faço, antes da escovagem utilizar um irrigador dentário onde podem diluir uma pequena porção de elixir bucal.

 

Já conheciam esta recomendação de não bochechar depois da lavagem? Conhecem mais algum hábito de saúde oral que queiram partilhar? 

Extreme Makeover

16.04.19, Triptofano!

Aqui o Triptofano está quase a fazer dois anos de existência, algo que quando comecei a escrever nunca achei que fosse possível pois pensava que iria desistir do projecto após uma ou duas semanas.

 

Mas o tempo passou e cada vez estou mais motivado para escrever neste cantinho que é meu mas sobretudo é de todos os que me dão o prazer da sua visita, de forma mais anónima ou deixando a sua marca nos comentários e favoritos.

 

Já estava na altura do blog ter um visual mais polido e personalizado que reflectisse a sua identidade própria, por isso, graças a uma pessoa espectacular que muito estimo, foi possível fazer um Extrema Makeover ao Triptofano.

 

O que é que acham do novo aspecto deste nosso espaço?

 

Gostam, não gostam, tem mais coisas com que se preocupar na vida?

 

Há algum erro, alguma falha que notem e gostassem de ver corrigida?

 

Já agora aproveito para perguntar se o blog tem correspondido às vossas expectativas ou se gostariam de me ver a abordar outro tipo de conteúdos!

 

O vosso feedback é de extrema importância para a vida longa e saudável do Triptofano enquanto blog e enquanto blogger! 

 

Um grande beijinho e um abraço muito apertado a todos vocês que fazem deste espaço uma parte tão importante e tão saborosa da minha vida!

 

Obrigado, do fundo do coração!

A Casa Ideal na Trafaria

16.04.19, Triptofano!

Casa Ideal em Dez Segundos: Encontre genuínos sabores portugueses junto à outra margem do rio, não deixe de provar as ovas de choco frito, delicie-se com o fantástico polvo à lagareiro mas cuidado, o bolo de bolacha é feito com margarina!

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Neste fim-de-semana deixei Lisboa e rumei em direcção à outra margem do rio, para procurar a Casa Ideal na Trafaria.

 

Foi não muito longe do rio e do seu cenário bucólico de pequenos barcos ao sabor das ondas que me inundou as narinas que encontrei tal casa, pequena, despercebida, meio escondida numa ruela, mas cheia de energia pululante vinda do seu interior.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

A Casa Ideal é um restaurante tradicional, daqueles com quadros de notas antigas nas paredes e salpicado com pratos com dizeres e provérbios, onde o peixe e outros habitantes aquáticos têm lugar de destaque, numa cozinha simples, sem pretensões nem fusões, mas extremamente deliciosa, e onde o serviço é rápido, eficiente, completo e profissional!(can i get an Amen?)

 

Casa Ideal - Trafaria

Casa Ideal - Trafaria

 

Quando cheguei todas as mesas estavam ocupadas, por isso esperei alguns minutos no exterior, onde um pequeno sistema de som dava os acordes para um passo de dança que seria exequível caso não fosse tão pé de chumbo.

 

Rapidamente, para enganar-nos a fome enquanto esperávamos, vieram rissóis e chamuças, que foram devorados num ápice, de tão saborosos que estavam.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Noutro ápice já me encontrava dentro do restaurante, diante de um maravilhoso requeijão com doce de abóbora e uma cesta com uma miscelânea de pães que teve de ser reabastecida mais que uma vez, sendo que a broa de chouriço mereceu um lugar especial no meu coração e estômago.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Decidimos, eu e os outros três convivas, que antes de atacarmos o prato principal iríamos experimentar uma dose de choco frito e uma outra iguaria, ovas de choco fritas.

 

O choco estava divinal e as ovas, apesar de ligeiramente salgadas, eram algo de outra dimensão.

 

Por causa da sua textura, as ovas poderão não agradar a todos os palatos, mas é algo que eu recomendo provar-se pelo menos uma vez na vida, para não se morrer na ignorância gastronómica.

 

Casa Ideal - Trafaria - Choco Frito

Casa Ideal - Trafaria - Ovas de Choco Frito

 

Quando ao prato principal a escolha foi quase consensual, polvo à lagareiro para três das pessoas, sendo que a quarta recebeu uma bela posta de peixe-espada grelhado, cujo sabor não desiludiu.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Mas o polvo minha gente, o polvo tenro, delicioso, numa fantástica cama aquática de azeite, provocou estalidos involuntários de língua tal era a satisfação.

 

A dose era extremamente bem servida sendo que não houve nem estômagos nem olhos que se tenham queixado por falta de comida.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

No campo das sobremesas, poderiam ter sido um final perfeito mas mereciam um cartão amarelo por causa do bolo de bolacha.

 

Quando perguntamos se o mesmo é feito com manteiga não se deve dizer que sim se na realidade é feito com margarina, para diminuir o preço de custo do mesmo, porque para os paladares mais apurados a diferença será notória e a experiência de degustação não tão agradável.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Porém, o bolo de mousse de chocolate, um pedaço de pecado em forma de comida, conseguiu trazer equilíbrio para o último momento do almoço e desculpar a ofensa da margarina.

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Se estão à procura de um restaurante longe das hordas de turistas, com um preço justo e uma comida genuinamente saborosa então a Casa Ideal está à vossa espera.

 

E não se esqueçam de depois fazerem um passeio à beira-rio, para ajudar na digestão tanto da comida como dos pensamentos acerca dela!

 

Casa Ideal - Trafaria

 

Casa Ideal Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Desodorizantes com Alumínio: Sim ou Não?

15.04.19, Triptofano!

Não há semana que se passe que não receba um cliente a pedir um desodorizante sem alumínio, e quando lhe pergunto o porquê a resposta é sempre a mesma: Cancro da Mama.

 

Desodorizantes com Alumínio: Sim ou Não?

 

Minto, houve uma vez um cliente que me disse que tinha lido algures que o alumínio podia ser um desencadeador da doença do Alzheimer e por isso queria desesperadamente trocar de marca de desodorizante para uma que não tivesse esse metal.

 

Que haja este tipo de desconhecimento no grande público eu até compreendo, mas quando me chegam receitas médicas a pedir especificamente desodorizantes sem alumínio por causa do suposto risco de desencadear cancro da mama apetece-me arrancar os cabelos.

 

Minha gente, a história que o alumínio dos desodorizantes causa cancro é um mito, são fake news, não há nada que o confirme!

 

E não sou eu que o venho dizer, o National Cancer Institute deixa bem claro que não há nenhuma evidência científica que mostre que o alumínio dos desodorizantes é culpado pelo desenvolvimento de casos de cancro da mama - ou de Alzheimer!

 

Claro que vocês podem-me dizer que não há estudos que mostrem que o alumínio dos desodorizantes é culpado, mas também não há estudos que mostrem que ele é inocente!

 

Mas por esse ponto de vista também não há nenhum estudo científico que mostre que seja seguro comer favas sem desenvolver cancro do estômago.

 

Ou passar uma tarde inteira a ver Netflix sem que nos apareça um tumor no cérebro.

 

Ou fazer o que quer que seja sem ficarmos carregadinhos de células que decidiram dividir-se feitas parvas só porque sim!

 

Se ainda não estão convencidos deixem-me esclarecer-vos que a quantidade de alumínio presente em cada desodorizante é relativamente pequena, e é uma quantidade ainda mais pequena que vai ser efectivamente absorvida pelo nosso corpo.

 

Para chegar-se a uma concentração que pudesse ser minimamente prejudicial tinham que barrar-se de desodorizante de manhã e à noite, sem parar, como se estivessem a tentar quebrar um recorde do Guiness.

 

E mesmo assim muito provavelmente não iriam conseguir ter qualquer problema.

 

Ok, vocês são daquelas pessoas cépticas que acham que sou pago por uma empresa de desodorizantes com sais de alumínio que fez um cambalacho com uma industria farmacêutica que vende medicamentos para o cancro da mama, e na verdade o alumínio é a pior coisa do mundo.

 

Só espero é que não fumem, viste que o tabaco possui alumínio na sua composição.

 

E já agora que não cozinhem nada com folha de alumínio porque....surpresa das surpresas....é feita de alumínio!

 

Mas com toda esta polémica não seria mais fácil para as empresas formularem produtos sem este metal?

 

O problema é que o alumínio é extremamente eficiente!

 

Os sais de alumínio formam tampões de gel temporários que tapam a zona superior da maior parte dos poros sudoríparos, levando a que menos suor seja libertado.

 

Com a fricção e com o natural processo de renovação da pele estes tampões vão sendo removidos, voltando a pessoa a suar sem restrições.

 

Os sais de alumínio também tem a maravilhosa capacidade de diminuir o número de bactérias responsáveis pelo cheiro desagradável que associamos ao suor, e que insiste em entrar-nos nariz adentro quando usamos um qualquer transporte público.

 

Por isso não tenham problema em usar desodorizantes com alumínio.

 

Até informação em contrário, mas isso como em tudo no campo da ciência, eles são seguros e eficazes, sendo que a não ser que tenham uma alergia a este metal, a vossa saúde não está em perigo!

Mudar a vibração: os resultados até agora!

15.04.19, Triptofano!

Na sexta-feira escrevi que ia passar a dedicar cinco minutos após acordar a mudar a minha vibração interna de forma a atrair coisas positivas para a minha vida.

 

Essa mudança de vibração passava por visualizar o que eu queria para o meu dia em termos de sentimentos e em sorrir tanto com os músculos da cara como com todas as células do meu organismo.

 

A verdade é que resultou, não porque o mundo tivesse mudado drasticamente mas porque a minha postura relativamente ao mundo tinha-se alterado.

 

Fui trabalhar mais alegre, com um sorriso no rosto, com uma entoação menos enfadada, e as pessoas reagiram positivamente a isso.

 

Incrivelmente nesse mesmo dia tive um maravilhoso destaque na página do Sapo que me trouxe bastantes visitantes, o que me encheu de felicidade.

 

Agora tenho a dizer-vos que não é fácil manter este estado de positivismo mental.

 

O nosso cérebro é extremamente manhoso e houve uma altura do dia em que os pensamentos negativos começaram a inundar-me e eu tive de fazer uma pausa de cinco minutos, enfiar-me na casa de banho e obrigar-me a vibrar de outra forma.

 

Não posso esperar que o mundo me dê aquilo que eu não sou e muito menos aquilo que não estou preparado para receber.

 

Apesar de sexta-feira ter corrido bem desleixei-me no sábado, acordei tarde e ignorei os cinco minutos de meditação - Triptofano no seu melhor a destruir o encadeamento de dias necessários para se formar um hábito.

 

Como não meditei fui nadar irritado por não ter meditado, e enquanto estava a fazer exercício senti que as coisas não iam correr bem naquela manhã, que ia discutir sobre algo idiota, que ia ficar paralisado pela ansiedade.

 

O pior de tudo isto é que eu tive a consciência das coisas mas não fiz nada para as mudar.

 

Deixei-me vibrar de forma negativa e obviamente os resultados foram negativos. 

 

No domingo voltei a meditar, mas compreendi que para mim só funciona se for fora da cama.

 

Tenho de sair da cama e sentar-me numa cadeira ou ficar em pé encostado a uma parede e visualizar aquilo que eu quero para o meu dia!

 

Se o fizer enquanto estou deitado o meu cérebro relaxa demasiado depressa e volto a dormir, e acabo por não conseguir mudar por completo a vibração do meu corpo.

 

Hoje acordei a horas, já dediquei alguns minutos a dizer ao Universo aquilo que quero e que estou preparado para receber, e agora no duche vou reforçar as minhas vibrações positivas, de forma a perceber se o dia corre-me realmente bem ou se tudo isto foi um mero acaso.

 

Ter um pensamento positivo, ter a consciência dos sentimentos que inundam o nosso cérebro e conseguir controlá-los e transformá-los não é uma tarefa tão fácil como eu pensava.

 

Requer muita disciplina e estar atento a todos os sinais, mas creio que os resultados valem a pena o esforço.

 

Entretanto, por sugestão da dESarrumada vi um vídeo no Youtube sobre este assunto da nossa vibração interna e da lei da atracção.

 

Tem partes interessantes e algumas outras que ou eu ainda não estou preparado para perceber ou que são demasiado livro de auto-ajuda.

 

No entanto quem tiver curiosidade em ver basta carregar aqui.

 

Nunca é demais termos conhecimento, depois só precisamos de decidir em que é que acreditamos!