Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Tayybeh - A autêntica cozinha Síria

22.01.19, Triptofano!

Tayybeh em 10 segundos: Descubram um local que é muito mais do que um restaurante, viciem-se com o Falafel, apaixonem-se pelo iogurte cozido e pelas sobremesas com queijo, mas tenham paciência porque o serviço pode ser demorado!

 

Tayybeh

 

Tayybeh não é apenas a palavra árabe para "amável" e "delicioso".

 

Tayybeh é mais do que um serviço de catering, organização de eventos, refeições take away e escola de culinária do Médio Oriente.

 

Tayybeh é a partir de agora, ainda em soft opening e com data de inauguração oficial marcada para 1 de Fevereiro, sinónimo de um restaurante de cozinha síria localizado no Parque das Nações.

 

E mais do que um restaurante é um projecto de mulheres sírias com a finalidade de ajudar na inserção de refugiadas em Portugal, permitindo-lhes através da confecção de pratos tradicionais das suas terras natais darem a conhecer à comunidade portuguesa (e não só) a sua cultura gastronómica, ao mesmo tempo que obtêm uma fonte de rendimento.

 

Parte da minha família são retornados, cidadãos portugueses que após a descolonização das colónias tiveram que voltar para Portugal, com uma mão à frente e outra atrás, recebendo à chegada uma guia de marcha e 5 contos para refazerem na medida do possível a sua vida.

 

Por isso não posso deixar de sentir empatia por estas pessoas que deixaram as suas casas, a sua família e as suas origens, para virem para um país com uma língua e hábitos diferentes, na esperança de um futuro melhor em que possam viver sem medo e de forma digna.

 

Tayybeh

 

O Tayybeh tem tudo para ser o melhor restaurante de cozinha síria em Lisboa, apenas precisa de afinar alguns pequenos detalhes para conseguir atingir a perfeição.

 

Com um espaço amplo e agradavelmente decorado, o maior problema que eu verifiquei foi o tempo de espera. 

 

Depois de ter conversado um pouco no final da refeição com os responsáveis, explicaram-me que ainda não tinham conseguido contratar ninguém para os ajudar no serviço de mesa, apesar de eu pessoalmente achar que o próprio serviço de cozinha ainda não está optimizado de forma a minimizar o tempo de espera do cliente.

 

Por isso se andam sempre com o tempo contado ou são muito impacientes talvez seja melhor darem mais algum tempo ao Tayybeh antes de o visitarem, mas se a paciência é uma das vossas virtudes então vão ser recompensados com comida deliciosa.

 

Tayybeh

 

Primeiro escolhi, entre uma extensa lista que dificultou a tarefa, três entradas para iniciar a refeição.

 

O Falafel, umas bolinhas de pasta de grão-de-bico fritas com especiarias, estava delicioso, sendo que as sementes de sésamo branco davam-lhe um crocante espectacular, tornando-o absolutamente viciante.

 

O Musakan, um rolinho de frango misturado com cebola, azeite e Sumac, tinha uma massa perfeita sendo que o sabor global era agradável mas no meu gosto pessoal necessitava de algum toque de especiarias que o tornasse mais exótico ao paladar.

 

O Yalangi, umas folhas de uva recheadas com arroz, tomate, salsa, hortelã, azeite e molho de romã, pecou por um excesso de gordura que acabou por afogar a delicadeza dos outros sabores, mas certamente que corrigindo a proporção de ingredientes tornar-se-à uma entrada excepcional.

 

Tayybeh - Falafel, Musakan e Yalanji

 

Para pratos principais veio uma opção vegetariana e uma de carne.

 

O Herraa Esbao serve para mostrar o quão errados estão todos aqueles que dizem que os pratos vegetarianos não tem graça nenhuma.

 

Composto por uma base de massa farfalle com lentilhas e grão-de-bico, onde foi adicionado bagos de romã, cebola frita e pão frito, além de reconfortante e nutritivo, este prato é um verdadeiro festim para o palato de qualquer um.

 

Tayybeh - Herraa Esbao

 

De perder a cabeça foi o Kibbeh Labanieh, uma massa de carne e bulgur recheada com carne, cebola e nozes, elegantemente a repousar num excepcional iogurte cozido com amêndoas, que me fez salivar de forma descontrolada.

 

A única coisa que eu ponderaria mudar era a quantidade de hortelã adicionada ao preparado da carne.

 

Se fosse aumentada a carne teria uma nota mais acentuada de frescura que faria um ainda melhor contraste com a riqueza do iogurte!

 

O Kibbeh Labanieh veio servido com arroz sírio, que é surpreendente porque é basicamente um arroz onde é misturada aletria! (quem não se consegue decidir se gosta mais de arroz ou de massa tem aqui a solução para todos os seus dilemas!)

 

Tayybeh - Kibbeh Labanieh e Arroz Sírio

 

Para acompanhar a refeição veio um Karak, um chá preto a que é adicionado leite, cardamomo, açafrão e outras especiarias (pareceu-me reconhecer sementes de coentro e pimenta da Jamaica), resultando numa bebida doce e agradável, que é servida num conjunto tão bonito, mas tão bonito que me deu vontade de o levar para casa.

 

Tayybeh - Karak

 

No que toca a sobremesas há três opções.

 

Como eu já conhecia a Baklava quis aventurar-me com a Warbat Queshtah e com a Halawat al Jeben.

 

Qualquer uma delas é assim uma coisa sem explicação de tão boa que é!

 

Preparem-se para lamber os dedos, para lamber o prato e para pedirem a receita para replicarem em vossa casa.

 

A Warbat é feita de massa filo recheada com queijo creme, sendo servida com uma bola de gelado e uns apontamentos de caramelo (pessoalmente achei que o caramelo era dispensável visto ser demasiado amargo), enquanto que a Halawat é basicamente um rolo doce de queijo, com a camada externa constituída por massa de sêmola e queijo mozzarela e com um recheio de queijo creme, tudo perfumado pela inimitável água de rosas.

 

Tayybeh - Warbat Queshtah

Tayybeh - Halawat al Jeben

 

O Tayybeh tem a minha mais profunda admiração por ser um projecto que visa ajudar quem ambiciona ter o controlo do seu destino, por isso se têm curiosidade em provar os verdadeiros sabores do Médio Oriente, este é o local que precisam de visitar!

 

Tayybeh

 

Tayybeh Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato