Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Triptofano

O teu aminoácido essencial!

Há uma deadline para tirar os enfeites de Natal?

14.01.19, Triptofano!

Hoje quando estava a sair de casa cruzei-me com o vizinho da frente, e o olhar que ele me lançou fez-me ficar com os pêlos dos sovacos mais hirtos que os de uma vassoura nova a estrear!

 

Mentalmente enumerei todos os cenários que pudessem ter criado ruído em minha casa e impedido o vizinho de descansar tranquilamente!

 

  • Festa de Kizomba até às quatro da manhã? - Não
  • Luta ilegal de galos? - Também não
  • Tentativa de vídeo porno caseiro interrompido por causa de uma hérnia entre L4 e a L5? - Podia ser mas não!

 

Até que percebi que o olhar de desprezo dele não se devia a nenhuma fonte de barulho que tivesse vindo de minha casa mas sim ao gorro de Pai Natal que eu ostensivamente ainda apresentava na porta.

 

É verdade que já estamos a meio de Janeiro, mas bolas, o dia de Reis não foi assim há tanto tempo, por isso é relativamente normal uma pessoa ainda ter os adereços de Natal não é?

 

O meu presépio continua montado, a ganhar uma camadazinha jeitosa de pó que eu estou à espera que solidifique, para depois borrifar com um spray verde e ter musgo bio-orgânico para o próximo Natal. 

 

Também de pedra e cal está a árvore com todas as suas bolinhas e fitinhas e estrelinhas e outras coisas acabadas em inhas que uma pessoa demora duas horas e meia a por por isso vai deixar até Março para fazer render o trabalho que teve. 

 

O único enfeite que está inactivo são as luzes de Natal, não que as tenha tirado mas porque ligá-las todas as noites estava-me a aumentar a conta da electricidade que era uma coisa estúpida, e o pessoal quando é pobre tem de escolher entre luzes epilépticas coloridas ou acender o aquecedor para não ficar sem circulação nos dedos dos pés o que levaria a gangrena na certa.

 

Eu sei que não sou o único a manter o espírito festivo porque de vez em quando deparo-me com uma grinalda numa porta, vejo uma árvore montada através de uma janela aberta, ou reparo num Pai Natal que continua pendurado no estendal da roupa a tentar trepar para dentro de casa! (ou será que está a tentar fugir de quem lá mora....?)

 

Afinal se o Natal é quando um homem quiser porque é que os enfeites natalícios não podem permanecer montados até lá para a altura da Páscoa, quando uma pessoa finalmente ganha coragem para os arrumar?

O que oferecer a quem não gostamos?

14.01.19, Triptofano!

É verdade que o mundo está cheio de pessoas criativas mas, quando eu achava que já tinha visto de tudo, aparece alguém com uma ideia para além de extraordinária que consegue deixar-me literalmente de boca aberta.

 

Bem sei que devemos cultivar o amor pelos outros e apregoar no nosso dia-a-dia a tolerância e o perdão, só que nem sempre isso é possível.

 

Todos nós já tivemos um patrão abominável que nos atormentou com bullying emocional e nos fez correr para a casa-de-banho com os olhos a suar, um ex-namorado que nos garantiu que era para sempre e que não havia mais ninguém na vida dele só para no mês seguinte receber um prémio do Tinder como utilizador mais frequente, uma amiga do coração a quem confiámos em segredo que tínhamos uma atracção sexual pelo pai do nosso marido e a porca publicou tudo no Facebook tagando-nos e ao nosso marido e ao pai dele, ou uma colega jeitosa dos tempos do secundário que roubava os namorados a toda a gente e que teve a cara de pau de ir à reunião dos Vinte Anos Depois ainda extremamente jeitosa, fazendo-nos odiar ainda mais as nossas gordurinhas localizadas (não é que quem tenha gordurinhas não seja jeitoso mas vocês percebem a ideia!).

 

O que oferecer a estas pessoas de quem não gostamos de forma a podermos sentir o doce sabor da vingança?

 

Um estalo na cara? Herpes labial? Um talão de desconto do Continente fora de prazo?

 

E se eu vos dissesse que podíamos oferecer cocó?

 

A Shitexpress é uma empresa especializada em mandar cocó de animal para aquela pessoa que nos faz ficar com glaucoma só de pensarmos nela.

 

Basta seleccionarmos o tipo de cocó que queremos (basicamente cocó de cavalo), escolhermos se pretendemos um pacote mais simples ou algo mais requintado, dar-mos a morada de quem queremos que receba a maravilhosa prenda e finalmente pagar, com paypal ou bitcoins, de forma a mantermos o nosso anonimato.

 

Infelizmente o serviço não vem com um registo vídeo da expressão da pessoa quando abre a encomenda, por isso teremos que nos contentar em imaginar o momento a não ser que tenhamos escolhido alguém que trabalhe connosco e o presente venha directamente para o local de trabalho.

 

Mas como todas as moedas tem dois lados cuidado ao receberem algum embrulho suspeito.

 

Podem ter sido umas pessoas menos simpáticas no passado e alguém ter resolvido ofertar-vos um pacote cheio de merda.

 

E nunca se sabe quando a Shitexpress passa ao nível seguinte e ao abrirem a vossa encomenda ela simplesmente rebenta, mas em vez de confettis pelo chão ficam com pedaços de cocó espalhados pela casa toda....