Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

19
Jul18

10 Coisas a Não Fazer Quando se Vai à Piscina!


Como vocês sabem ando um entusiasta da natação que até fico cansado só de pensar em todo o exercício físico que tenho feito. Passei de uma pessoa completamente inerte, morrendo todos os dias no sofá, para alguém que vai quase diariamente nadar 1,5 km. 

 

Os resultados estão à vista, diminui a minha massa gorda, aumentei a muscular e os meus níveis de energia subiram, apesar de ainda lutar contra uma vozinha na minha cabeça que diz que era melhor ficar esparramado na cama a comer batatas fritas e a pensar no vazio.

 

Estes meses de natação permitiram-me fazer uma compilação de coisas a não fazer quando se vai à piscina e que vou partilhar convosco.

 

1 - Comer Muito

 

Já não é a primeira, nem a segunda, nem a terceira vez que me vejo impedido de ir nadar porque alguém conspurcou a piscina. E pelo que apurei não é por crianças mas sim por adultos que esta conspurcação é feita.

Muitas vezes tal acontece porque as pessoas comem dois frangos assados e meio alguidar de arroz doce antes de ir nadar. Depois estão lá a exibir o seu estilo bruços, aquilo dá-lhes volta ao estômago e pronto, sai tudo cá para fora.

Algo que também se deve evitar de consumir antes de nadar são os produtos lácteos, que atrasam a digestão. Já imaginaram estarem lançados numa cambalhota para terminarem a piscina num estilo de mariposa e aquele queijinho fresco andar ali às voltas qual moeda perdida no tambor da máquina de lavar roupa? O resultado não pode ser bom.

 

2 - Comer Pouco

 

Ou melhor dizendo, não comer nada. Para evitar os problemas de digestão há sempre a ideia de que o melhor é ir de estômago vazio para a piscina, uma pessoa até queima umas calorias extra.

Pois, além dos níveis de energia serem muito menores, o que se traduz num rendimento abaixo do esperado, há o risco de haver uma quebra de açúcar/tensão/qualquer coisa do género, que só compensa se o nadador-salvador for um pão!

Tenho a dizer que a técnica do rebuçado na boca antes de nadar também não funciona, porque uma pessoa depois nem nada em condições porque está com medo que o rebuçado ou saia disparado contra a cabeça de alguém ou que seja engolido e cause uma asfixia assim meio que chata.

 

3 - Não Atar Convenientemente a Tanga

 

É muito aerodinâmica, dá uma pernona do caraças e deixa ali a genitália toda aconchegadinha, mas a tanga se não for convenientemente atada é o inimigo mortal do nadador. Já imaginaram o que é dar um impulso com os pés contra a parede e o vosso corpo ir e a tanga ficar atrás? Garanto-vos que não é uma experiência pela qual queiram passar.

 

4 - Nadar à Campeão Quando Há Outras Pessoas na Mesma Pista

 

Estão prestes a bater o recorde da Junta de Freguesia dos 25 metros de crawl. As vossas respirações são curtas e rápidas, as vossas braçadas são vigorosas, já sentem as pernas a arder do esforço. Estão mesmo a terminar, vão fazer uma última respiração quando uma pessoa no sentido contrário a nadar costas cria um mini tsunami que vos faz entrar meio litro de água pela boca dentro. Perdem a oportunidade de entrar para o Guiness e ainda tem que se controlar para não vomitarem naquele preciso momento.

 

5 - Dançar ao Som da Aula de Hidroginástica 

 

Obviamente que se forem à aula de hidroginástica que podem, e devem, dançar ao som das músicas que passam. Mas se estiverem noutra pista a nadar e começarem a mover furiosamente a anca porque os velhotes estão todos a desemperrar as articulações ao som do Despacito, assegurem-se de que ninguém está a olhar para vocês. Ou pelo menos que não fazem um requebranço sub-aquático até ao chão.

 

6 - Esquecer-se dos Chinelos em Casa

 

Uma pessoa não vai nadar sem tanga. Uma pessoa não vai nadar sem touca. Uma pessoa pensa duas vezes em nadar sem óculos. Mas quando alguém se esquece dos chinelos isso não é impedimento para ninguém que pé entre pé se enfia na piscina. Pois só tenho uma palavra a dizer relativamente a esta atitude: FUNGOS!

É preferível colocarem um saco de plástico a proteger cada pézinho ou fazer uma passadeira com papel higiénico do que se aventurarem a fincarem todos fungosos. É que os raios dos bichos depois são complicados de eliminar.

 

7 - Pensar na Vida Enquanto se Nada Costas

O que é que eu vou fazer amanhã? E o almoço, será que ainda consigo aproveitar aquela sopa de há duas semanas? Tenho mesmo que ir ao dermatologista ver este pelo encravado.

PUM

Quando uma pessoa se distrai a pensar na vida enquanto nada costas e não está atento às bandeirinhas de sinalização de fim de piscina é certo e sabido que vai atrair a atenção de todos com o estrondo que irá fazer depois de bater com a cabeça na parede.

 

8 - Ser Cegueta e Não se Levar Relógio

 

Sofro todos os dias com isto porque não tenho nenhum relógio à prova de água, e o único que existe na piscina é assim minúsculo e está numa parede lateral, ou seja, nem numa zona central do recinto se encontra.

Isto traduz-se por muitas vezes eu ter de atravessar a piscina toda para conseguir chegar ao pé do relógio para ver se ainda tenho tempo para nadar mais um pouco.

Se podia perguntar a alguém que horas eram? Já o fiz, e consegui descobrir uma pessoa mais cegueta que eu.

 

9 - Esquecer-se da Combinação do Cadeado do Cacifo

 

Já fiz um post inteiro relativo a este drama, mas nunca é demais reforçar que se tiverem um cadeado de combinação não se esqueçam do código secreto. Escrevam na mão, coloquem um papelinho dentro da tanga, façam um mantra, mas não se olvidem dos três a quatro números que vos permitem ter acesso à vossa roupa.

 

10 - Lançar Maldições aos Nadadores Lentos

 

Eu sei que eles irritam, eu sei que eles nos tiram do sério, eu sei que eles fazem de propósito para o nosso treino não ser tão bom, eu sei que às vezes dá vontade de os afogar ali mesmo e depois esconder o corpo, mas no fim de contas elas são humanos como nós.

Podem ser lentos mas pelo menos estão a fazer algo similar a exercício. Se podiam ir a uma aula melhorar o estilo em vez de irem ao horário livre? Podiam, mas não era a mesma coisa. Encarem isto como uma provação para entrar no Céu.

E se não aguentarem mesmo amaldiçoem-nos assim com uma coisa levezita, como uma candidíase nas virilhas ou uma hemorróida mais assanhada!

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D