Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

01
Nov17

Ver Lisboa Antes e Depois


Ultimamente, para deleite dos locais e dos turistas, Lisboa tem vindo a ser contemplada com a criação de novos miradouros, a partir dos quais, como a palavra indica, podemos observar esta cidade incrível e os seus (não menos deliciosos) arredores.

 

Apesar de há anos ouvir falar do miradouro do antigo restaurante panorâmico de Monsanto, nunca lá tinha ido.

Para tal não ajudaram as histórias de uma amiga, que ao aventurar-se há uns anos atrás, por uma falha na vedação que todos usavam para visitar o espaço, foi surpreendida pela polícia, que amigavelmente não lhe passou uma multa por trespasse de propriedade privada.

 

Já diz o ditado, quem tem cu tem medo, e o meu medo de ser apanhado pela polícia é proporcionalmente inverso ao tamanho do meu rabiosque - podem tirar as vossas conclusões.

 

Agora com o espaço aberto ao público, depois de terem sido criadas as condições de segurança necessárias para que ninguém mais deslumbrado com o cenário se esbardalhasse todo, fui visitar o miradouro.

A vista é fantástica. e podemos acompanhar a visualização de 360º da cidade com os azulejos representativos da mesma datados de 1966. Algumas coisas mudaram, cresceram umas árvores onde antes não haviam, mais uns prédios aqui, outros acolá, mas o essencial mantem-se.

 

Porém, o que mais me fascinou nesta visita, foi o espaço em si. O restaurante panorâmico de Monsanto, há cinquenta anos atrás devia ser algo assim de deslumbrante. Com a sua fachada, as grandes escadas, os salões amplos, não é difícil imaginarmos um tempo onde ricos e famosos, vestidos de forma irrepreensível, jantavam num local que se equiparava ao também faustoso Hotel Ritz de Lisboa, ou outros que da delicadeza faziam o seu cartão de visita.

 

Infelizmente muitos anos de abandono fizeram com que o espaço perdesse algum do seu charme, e a arte urbana, apesar de quando não é apenas uma data de riscos e letras ser verdadeiramente arte, merecia ter um espaço próprio, e não invadir um local que deveria ter sido melhor preservado pela câmara de Lisboa.

 

Se ainda não o visitaram, quando tiverem a oportunidade vão até lá. Respirem um pouco de ar puro e deliciem-se com o facto das hordas de turistas ainda não conhecerem este espaço - por enquanto!

 

RPM3.jpg

 

 

RMS2.jpg

 

 

RPM1.jpg

 

 

 

RPM4.jpg

 

 

RPM5.jpg

 

 

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D