Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

05
Nov17

Triptofano, o Domador de Feras


No último post falei-vos do meu sonho de infância que acabei por não realizar, pelo menos até ao momento. Hoje venho-vos anunciar que, inesperadamente, descobri uma nova vocação.

 

Apesar de nunca ter ponderado tal hipótese, aparentemente tenho todas as qualificações para ir trabalhar para o circo como treinador de feras. Isto porque, quase um ano volvido, finalmente consegui ensinar um truque a uma das minhas porquinhas da índia, algo que para mim foi uma vitória indescritível. 

 

E se vocês acham que as porcas não são animais ferozes então convido-vos a virem cá a casa, abrirem o frigorífico e voltarem para a sala sem nada para as donzelas. Quando elas se derem conta que foram encher o bandulho e não lhes trouxeram nem um bocadinho de salsa vão ver como os dentinhos delas vão bater numa frequência ligeiramente assustadora e que lembra uma trituradora de papel.

 

O truque basicamente consiste em eu enfiar a cabeça dentro da gaiola delas (quase tão perigoso como enfiar a cabeça dentro da boca de um leão) e automaticamente a Escovinha vêm dar-me lambidelas no nariz para receber uma guloseima. Podem pensar que é algo relativamente fácil mas foram precisas muitas horas com a cabeça metida na casa delas, a esfregar um biscoito no nariz, para elas conseguirem perceber que era suposto virem-me dar beijinhos no nariz.

 

Elas salvo seja, porque a Escovinha já corre em direcção ao meu apêndice olfactivo, mas a Priscila fica à distância a olhar muito séria para mim, enquanto eu a tento hipnotizar para que ela venha ter comigo mas provavelmente ele deve achar que tenho os pêlos do nariz grandes demais ou coisa do género. A Láska, digamos que da última vez que tentei aproximar-me quase que me comeu metade de um dedo, por isso achei que era melhor deixá-la em paz.

 

Cada vez que realizo este truque penso em duas coisas.

Primeiro que vai haver o dia em que uma das porcas se engana e me arranca metade do nariz. Segundo, que quando elas estão a dar beijinhos provavelmente estão com a boca cheia de cocós, o que faz com que um ligeiro vómito me suba à boca. 

 

Talvez o circo não seja o local mais apropriado para mim no fim de contas.

 

 

O LEITOR DECIDE.png

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D