Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

14
Dez17

Natal no Parque


IMG_20171214_210937_HDR.jpg

 

 

Muito honestamente não sou pessoa de ligar muito ao Natal.

Ao contrário do cara-metade que vibra com tudo o que diz respeito à época, eu seria capaz de passar todo o mês de Dezembro sem me lembrar das festividades e não ficar perturbado por causa disso.

 

Por causa deste meu despreendimento natalício é que o cara-metade ficou admirado quando eu lhe disse que queria ir ao Natal no Parque, que é uma iniciativa da Junta de Freguesia do Parque das Nações.

Esta consiste num pequeno número de concertos de Natal em locais chave da freguesia onde dão as vozes o Coro das Nações, coro nascido em Maio de 2016, mas com uma reformulação major há pouco mais de mês e meio, com direcção artística do Maestro Luís Bragança Gil.

 

Claro que eu não me ia lembrar do dia para a noite que afinal o meu objectivo de vida era ver um coro a cantar canções de Natal.

 

O que acontece é que uma amiga nossa - daquelas que está na categoria de super-mulher, sendo mãe, mulher, profissional e com tempo para 328 hobbies diferentes - me confessou que se tinha juntado ao coro, e eu achei que seria amoroso aparecer no espectáculo de abertura para dar apoio moral.

 

Fiquei surpreendido com o facto de que com apenas mês e meio de integração dos novos elementos, a qualidade do coro ser tão grande.

Foi fantástico ser transportado pela harmonia das vozes numa viagem perdida em nós mesmos tendo apenas como fio condutor a vibração da música.

 

O Coro das Nações pauta pela diversidade, e isso foi visível pelas canções que foram apresentadas, passando pelos tradicionais We wish you a merry Christmas e o Joy to the World, visitando influências tão distantes como o Linstead Market (tradicional da Jamaica), Mi Garganta (tradicional da Argentina) ou o Syahamba (tradicional Zulu/África do Sul), não deixando cair no esquecimento a língua portuguesa, representada por Natal d'Elvas, Este linho é Mourisco e Parto sem dor (este de Sérgio Godinho).

 

IMG_20171214_212224_HDR.jpg

 

 

Uma nota extremamente positiva foi o facto de ter sido celebrada uma parceria com a Refood Parque das Nações, sendo possível para quem quisesse, doar bens alimentares não perecíveis a favor da instituição.

 

Quem quiser passar uma hora do seu dia de forma diferente aconselho vivamente a ir a uma (ou mais) das sessões do Natal no Parque.

Não se vão arrepender e provavelmente vão voltar para casa a trautear uma das músicas, como me aconteceu a mim!

 

IMG-20171214-WA0001.jpg

 

Nota: A actuação na Biblioteca de Marvila acontece por convite da própria, visto este espaço não pertencer à Freguesia do Parque das Nações. Haverá também um concerto de Ano Novo no dia 5 de Janeiro, pelas 19 horas na Escola Vasco da Gama.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D