Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

27
Ago17

Há locais que nunca desiludem


Triptofano!

A passada quinta-feira os astros alinharam-se e aconteceu algo de inédito nos últimos tempos, eu e o cara metade tivemos uma folga juntos!

 

Ora não termos os dois de ir trabalhar significa ficar mais tempo na cama na ronha e a namorar, mas também é sinónimo de  mais tempo para discutirmos um com o outro. E o motivo da discussão prende-se sempre com o facto de nunca conseguirmos decidir onde é que queremos ir almoçar. Eis o que normalmente acontece:

 

Amor, escolhe um sitio bom para almoçarmos! - diz um de nós.

 

Hummm deixa ver - responde o outro - sugiro o chinês ali da esquina, o sushi de sempre ou irmos comer uma pizza. Qual preferes?

 

Ahhh pois chinês não me apetece. Sushi já comi ontem e ainda estou a arrotar ao salmão. Pizza tem muitos carbohidratos e ainda por cima estou a seguir a dieta da lua por isso não dá.

 

Então o que é que queres comer?

 

Não sei uma coisa qualquer. Escolhe tu, sabes que eu não sou esquisito!!

 

Olha vai comer mas é no......

 

Basicamente é este tipo de interacção que ocorre entre nós!

 

Esta quinta feira não foi excepção. Apetecia-nos um brunch mas aqueles que estavam abertos não eram do nosso agrado, e os que queríamos ou estavam fechados ou não serviam brunch aquele dia. O cara metade disse então que esquecêssemos o brunch e que fossemos comer uns ovos benedict! Eu não estava nada para aí virado mas pensei, se não alinho no raio dos ovos fico mas é sem almoço e tenho de o ver de trombas o resto da tarde. Por isso concordei e fomos em busca de tal pitéu!

 

E onde é que nós fomos? A um sítio que nunca desilude!

O Delidelux, mas o de Santa Apolónia, que têm uma qualidade superior ao da Avenida da Liberdade e tem a vantagem de ter esta vista.

 

IMG-20170827-WA0005.jpg

 

 

O Delidelux é um local simpatíquissimo, onde metade do espaço é ocupado com uma mercearia gourmet e onde a outra metade é zona de refeições.

Decoração impecável e acolhedora se quiserem ficar na parte de dentro, esplanada limpa e com bastante protecção contra o sol para evitar uma queimadura na careca se quiserem ficar na parte de fora.

O staff é extremamente simpático e atencioso - houve um pequeno engano quando trouxeram o nosso pedido que foi rectificado prontamente sem narizes torcidos como acontece noutros sítios - e o serviço foi rápido, algo que valorizo bastante porque há coisa pior do que estar com fome e a comida demorar eternidades a chegar mesmo quando somos os únicos seres vivos no restaurante?

 

Mas falemos da comida, comida deliciosa que fez as minhas papilas gustativas darem saltinhos de contentamento.

 

Primeiro começamos com um Gaspacho de Morango, fresco como a receita pede, ideal para combater o calor que se sentia. Estava tão bom que só não lambi a tigela para os turistas que estavam ao pé não acharem que o povo português não tem maneiras à mesa.

 

A acompanhar vieram uns aperitivos, umas tostinhas com queijo Emmental (segundo me esclareceu o cara metade, já que para mim só me importava saber que o queijo era forte e bom) e umas azeitonas que tinham estado em salmoura de laranja (mais uma vez o cara metade a impedir que eu achasse que eram apenas azeitonas). Como bebida ele pediu um chá da casa e eu um refresco de tangerina, daqueles à antiga, para fugir um bocadinho das bebidas tradicionais enlatadas.

IMG-20170827-WA0004.jpg

 

Depois veio a pedido do cara metade uma terrina de foie gras com pão artesanal e figo pingo de mel. Eu juro que o tentei dissuadir de pedir este prato. Fiz chantagem psicológica, lembrei-lhe os pobres dos patos que costumamos alimentar, se ele não tinha coração por ir comer foie gras. Ele não cedeu e comeu. E eu não aguentei e comi também. E estava tão bom, mas tão bom. Nunca pensei que os remorsos pudessem saber tão bem.

 

IMG-20170827-WA0003 (1).jpg

 

Nesta altura já estávamos com o estômago bastante aconchegado mas para quem não nos conhece nós somos moços de bastante alimento, por isso era hora de atacar os ovos benedict, na realidade tinham sido eles a força motriz para termos ido ao Delidelux. Os meus vieram com espinafres e cogumelos, num pão do caco escuro (talvez fosse de alfarroba mas acabei por não esclarecer a dúvida), os da cara metade servidos em pão do caco tradicional acompanhados com bresaola, que é um produto feito a partir de carne seca ao ar, previamente salgada e envelhecida durante um par de meses, que supostamente tem um ligeiro cheiro a mofo! Graças a Deus que o meu nariz anda sempre pifado senão lá se me ia a vontade de acabar o almoço.

 

IMG-20170827-WA0002.jpg

 

IMG-20170827-WA0001.jpg

 

 

Agora tenho de confessar uma coisa. Houve uma razão que me fez aceitar vir ao Delidelux além de querer ser um bom namorado. A sobremesa!!!

Eu simplesmente adoro o bolo de cenoura com queijo creme que eles vendem. Húmido, fofo, de fazer babar mesmo a pessoa com as glândulas salivares mais secas do planeta. Ainda por cima como é quase todo de cenoura tem de ser saudável. Eu quero acreditar que é saudável. Mesmo que não seja saudável eu vou comê-lo!

 

IMG-20170827-WA0000.jpg

 

O cara metade disse que eu era louco, que tinha que estar cheio, que me ia encher de açúcar. Afirmou veemente que se eu mandasse vir tinha de o comer sozinho.

No fim tive que lhe quase tirar o garfo da mão para conseguir comer um bocado!

 

 

 

30 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D