Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

10
Nov17

Guilty Pleasure ou um Prazer com Culpa


Não é segredo que eu amo de paixão a Ana Malhoa, tendo essa devoção já ter sido responsável por discussões entre mim e o cara metade, sobretudo quando expresso a dúvida sobre quem seria essencial no casamento, a Diva ou o noivo!

 

Também não é desconhecida a atracção irracional que eu tenho pela Valesca Popozuda, cantante cujas harmonias fazem com que a prostituta barata que existe dentro de mim lute por sair.

 

Mas agora trago-vos algo diferente, que recentemente se tornou um guilty pleasure, ou falando em português, um prazer com culpa. Um prazer equiparado a quando estamos de dieta e comemos uma caixa inteira de gelado de chocolate, vindo a culpa depois por termos sido fracos e não termos resistido ao apelo de sereia que emanava do congelador.

 

O que vos vou mostrar é algo que de tão mau se torna bom. Algo que de tão desafinado se transforma num poema para os nossos ouvidos. Uma verdadeira ode ao brilho interior que todos nós temos, mas por vezes a sociedade tenta ofuscar.

 

Deixo-vos sem mais delongas, a sub-celebridade brasileira, Rose, a Doméstica das Bicha!

 

 

 

E para aqueles que adoram a Frozen, não podem deixar de ver a versão da Rose! 

 

 

29 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D