Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

26
Dez17

Encontra alguém que tenha vivido noutro país (pelo menos um mês)


A Cherry perguntou-me se podia contar a história dela passada no estrangeiro.

 

E eu ri-me.

 

Ia um bocadinho contra as regras mas também qual é a piada das regras se não as podermos contornar um bocadinho?

 

~

 

"E que país é esse?, perguntam vocês.

Pois bem, tenho a dizer-vos que vivi nove “esplêndidos” meses em São Miguel, Açores 😊

 

Calma calma. Bem sei que os Açores não são um país mas, como sabem, eu estou grávida e não se recusam desejos de grávida! Para além disso é Natal. Assim sendo, por uns minutos, vamos fingir que São Miguel é um país, e deixem-me dar-vos a conhecer os encantos da ilha. Boa? 😂

Para quem não sabe, o M – o lindo e encantador homem que eu escolhi para ser o pai da herdeira 😍 – é de São Miguel. Sim, o M é açoriano (por favor, não leiam isto a tentar imitar o sotaque Micaelense. Por favor! É deprimente ver as pessoas tentarem fazer isso.)

 

Então, num dia pleno de divagações e “delírios”, como tantos outros que ele tinha – e tem -, desafiou-me para nos mudarmos para os Açores. Nesse dia, contrariamente a todos os outros, eu disse-lhe “sim.”

 

Assim sendo, no dia 6 de Setembro de 2015, lá fomos nós de armas e bagagens morar para a ilha.

 

Claro que eu já conhecia São Miguel antes de ir para lá morar! Conhecia...ah, brincalhona! - Tinha lá passado uma semana de férias em 2011 e outra semana em 2014. Por isso pode dizer-se que conhecia tão bem aquela ilha como qualquer outro turista. Mas isso impediu de embarcar nesta loucura? Infelizmente, não o fez nem por um segundo! 🙄

 

E infelizmente porquê? Vamos ver desta perspectiva: se alguém, alguma vez, bater com a cabeça e pensar em seguir as minhas pisadas, só tenho um conselho a dar (um daqueles que eu adoraria que me tivessem dado a mim antes de entrar naquele avião): Não vá se estiver habituado - e “gostar” - do stress e da agitação do Continente! 😶

 

 

São Miguel é lindo. Tem pessoas fantásticas. Tem paisagens de cortar a respiração. Tem comida divinal (só não opino sobre o cozinho das Furnas porque é dos poucos arrependimentos que trago de lá: não provei 😕). São Miguel tem tudo o que é bom e faz bem! Para quem vai de férias...

 

Isto porque tudo em São Miguel – e provavelmente nas outras ilhas – é feito com calma, tranquilidade e serenidade!

 

Ninguém lá buzina se tiver que esperar 10 minutos numa fila interminável porque alguém deixou o carro mal estacionado para fazer uma entrega.

Ninguém lá reclama se tiver 2 minutos à espera para ser atendido porque a funcionária está parada a ouvir a última cusquice que outro cliente que já foi atendido tem para contar.

Ninguém lá stressa se tiver que parar no meio de uma estrada para uma manada de vacas passar de um pasto para o outro.

 

E isso é mau? NÃO! Nada mesmo! Eles sim sabem aproveitar a vida e o que ela tem de melhor para nos dar! Ninguém anda em correrias desnecessárias, ninguém se preocupa com o que não interessa. Ninguém stressa com o que não podem controlar.

 

Tenho a dizer-vos que eles, naquela ilha “pequenina” no meio do atlântico, têm muito para nos ensinar.

 

Contudo, para quem é como eu, que se irrita por acordar 5 segundos mais tarde ou que começa logo a hiperventilar se o condutor da frente fizer abrandar 2 km/h, não consegue sobreviver nesta calmaria. Acreditem: a calma deles causa-nos stress! 😂

 

Digo-vos: eu que não suporto Lisboa por causa de todo o barulho, confusão e trânsito que comporta, tinha saudades. Tinha saudades de ouvir as buzinas, de ouvir as sirenes, de ouvir a agitação quotidiana. E, muito provavelmente, também foi isso que ditou o nosso regresso ao Continente - as saudades. A incapacidade de lidar com toda a paz e tranquilidade que os Açores emanam 😶

 

Ainda hoje recomendo a qualquer pessoa que faça uma visita à ilha. Eu própria quero lá voltar e apresentar aquela pérola à herdeira. No entanto já sei, por experiência própria, que não é um bom local para eu morar sem provocar um colapso nervoso antes dos 35 anos 😟

 

No entanto, agora que penso nisso, quem sabe, talvez, seja um bom sitio para esbanjar a reforma...! 😂"

 

 

 

 

Querida Cherry, se tu voltas aos Açores e não me trazes um carregamento de bolo do caco lêvedo (isto se não fosse a Mula a corrigir-me tinhas muito que correr os Açores à procura do bolo do caco ) nem sei o que te faço mulher! Não se esqueçam de visitar o divertídissimo blog da Cherry aqui, onde podem ficar a saber das novidades da loja Tendência, e se quiserem espreitar as restantes histórias é só irem aqui!

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D