Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

18
Jul17

Cuidados mas nem tanto.


Triptofano!

Nestes últimos dias andei a fazer umas arrumações por casa, a mudar algumas coisas de sítio e a deitar coisas sem utilidade para o lixo. Ora durante este processo comecei a encontrar aqui e ali, meio que escondidos, produtos de cuidados faciais. Alguns ainda fechados, outros com uma dedada a menos. O que eu pensava que era um caso esporádico começou a atingir proporções assustadoras, porque quando mais eu procurava mais eu encontrava, pareciam cogumelos selvagens a brotar das frestas da minha mobília IKEA. Eu sei que é preciso ter cuidados com o rosto, que os rituais de beleza dão-nos felicidade, mas por favor, creio que isto é um exagero.

 

 

WP_20170718_21_16_51_Pro.jpg

 

 

Encontrei:

Cremes para primeiras rugas, rugas instaladas e rugas profundas. Para pele sensível, pele seca, pele normal e pele oleosa. Tenho pena da cara que vai usar tanto creme porque ou está com uma crise de identidade valente ou cada segmento facial tem um tipo de envelhecimento diferente do outro.

 

Máscaras de hidratação e clarificadoras(?!?!?!?!?!)

 

Um contorno de olhos. A única coisa que eu percebia ter-se mais que um, visto termos dois olhos, não, é aquela que só existe uma embalagem.

 

Quatro protectores solares com índices diferentes e um pós solar. Eu sei que isto é complicado de explicar mas, não é por uma pessoa colocar um trinta em cima dum cinquenta e depois um vinte que vai ficar com 100. O que conta é sempre o índice mais elevado. Eu sei que os raios UVA não estão para brincadeira mas continuo a achar um exagero.

 

Hipóteses que equacionei para a existência de tantos cremes espalhados pela casa

  • Vivo sem dar conta numa fraternidade com mais vinte pessoas e para vinte pessoas esta quantidade de cosméticos é aceitável
  • Tenho um monstro com 12 cabeças debaixo da cama e agora que andei a mexer nas coisas dele sem autorização à primeira oportunidade ele vai deglutir-me sem sequer pedir licença ou pagar-me um cocktail primeiro.
  • A minha casa vai-se transformar num mini mercado negro para todos os que querem combater a pele baça e precisarem de clarificar (?!?) o rosto.
  • Ninguém me disse nada mas isto é a preparação para um novo episódio de Acumuladores onde eu vou interpretar o papel do totó que não se apercebeu do que é que se estava a passar até o momento em que para entrar em casa teve de usar equipamento de alpinismo.

Respirei fundo (nunca se esqueçam de respirar fundo) e avancei de dedo em riste em direcção à pessoa que eu sabia ser a culpada pela situação.

Olha lá - disse eu - podes-me explicar porque é que encontrei n caixas de cremes espalhadas pela casa?

Hummmm - respondeu de forma visivelmente embaraçada.

Hummmm nada, achas que é normal uma pessoa precisar de tanta coisa?

Desculpa....

E o dinheiro que está ali empatado? Achas que somos ricos?

Não gastei dinheiro nenhum naquilo - disse ligeiramente indignado - foi tudo prendas que me deram lá no local de trabalho!

Pois mas mesmo que sejam prendas há um limite. Não tens cara para aquilo tudo. Quando te oferecerem de novo dás imediatamente a outra pessoa, percebido?

OK, desculpa.... - momento do beicinho.

 

Dei meia volta e fui beber um copo de água. Sentei-me no sofá a recuperar energias. É sempre desgastante discutir em frente ao espelho!

 

55 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D