Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

31
Jan18

A reintegração é para todos?


Mark Salling, actor que ficou conhecido por interpretar a personagem  Noah "Puck" Puckermam na série Glee, foi encontrado ontem sem vida, suspeitando-se que tenha cometido suicídio.

 

Por detrás deste acto poderá estar o facto de Mark ter-se declarado culpado pelo crime de posse de material pornográfico infantil e estar a aguardar a decisão do tribunal sobre qual seria a sua pena.

 

b55af7eed49801668f053315707efb0c--the-mohawk-noah-

Imagem retirada daqui!

 

Porém, a única incógnita ainda residia no número de anos que passaria encarcerado, porque o estigma que o acompanharia para o resto da sua vida, se tivesse tido a oportunidade de a viver, já era de todos sobejamente conhecido.

 

Nos Estados Unidos, a base de dados de agressores sexuais registados é de livre acesso. Qualquer pessoa pode aceder a um site na web, e através dele verificar se o novo vizinho ou aquele colega tão simpático do trabalho está identificado como um predador sexual.

 

Em alguns Estados as regras são ainda mais castradoras, sendo impedida a pessoa de habitar perto de escolas ou jardins infantis.

Mesmo que a condenação tenha sido por exibicionismo. Ou por voyeurismo. Ou mesmo por sexo consentido entre dois menores.

 

Qualquer pessoa que seja punida e catalogada como agressor sexual terá para sempre o seu registo (e muitas vezes a foto) numa espécie de Facebook perverso, tornando extremamente difícil a tarefa de arranjar uma casa, um trabalho, até mesmo uma família.

 

Para que serve a pena de prisão?

Supostamente para o individuo que errou pagar a sua dívida para com a sociedade, para ter tempo para se arrepender, para aprender com os seus erros, para melhorar como ser humano. Para quando sair em liberdade poder reintegrar-se na sociedade, começar do zero, apesar de ser impossível apagar certas manchas amargas na alma.

 

E eu questiono-me, a reintegração é para todos? Somos defensores da abolição da pena de morte mas não temos pudor em colocar um estigma tão pesado em cima de alguém que acaba por o matar ainda estando ele a respirar?

 

Criamos listas para termos um sentimento de falsa protecção, porque na realidade o perigo pode vir de qualquer direcção, mesmo que não o tenhamos encontrado numa qualquer pesquisa num site de acesso público.

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D