Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

25
Ago17

A minha liberdade de expressão


Triptofano!

Eu prometi a mim mesmo que ia tentar manter-me afastado de polémicas, ser querido e amoroso, distribuir carinhos e alegrias e ser aquela pessoa sempre adorável e positiva!

 

Mas pronto não consigo. Por mais que eu tente fugir do fogo parece que há alturas que corro directamente contra ele. E isto tudo ainda por causa da polémica dos blocos de actividades da Porto Editora.

 

Não vou falar sobre os livros. Afinal não sou detentor de toda a informação, não estive com os livros nas mãos e por isso não sou a melhor pessoa para falar sobre o assunto. Vou abordar sim um post do blog Insensatez que esteve em Destaque no Sapo.

 

No post fala-se sobre  a liberdade de expressão. Algo que todos nós gostamos de ter. Se eu não a tivesse provavelmente não poderia estar a escrever este texto. E provavelmente mesmo que o escrevesse ele nunca seria lido! O que me choca é o facto da blogger defender que a liberdade de expressão é um direito que nunca deve ser colocado em causa. Que a partir do momento em que se pede para alguém apagar uma referência sexista ou xenófoba estamos a violar um direito inviolável de quem a escreveu.

 

Claro que fiquei chateado com este texto, mas pensei que não deveria dar muita importância, afinal quem de nós já não escreveu coisas que depois se arrepende?

Mas uma pequena incursão no blog da autora fez-me descobrir que a sua opinião não é só de agora. Existem mais referências sobre como a liberdade de expressão deve ser mais importante do que o respeito pelos outros. Chega-se a referir que existem meios legais para condenar quem difama ou hostiliza verbalmente outra pessoa, mas que não se deve limitar a liberdade de expressão de alguém!

 

Eu peço desculpa a todos os que me leem regularmente pelo que vou dizer, mas o mundo está doido?

 

Então eu agora posso ir aos vossos blogs dizer tudo e mais alguma coisa só porque me deu na real gana e depois vou-me escudar atrás da liberdade de expressão?

Posso ir gozar com pessoas doentes, rebaixar seres humanos já fragilizados só porque tenho liberdade de expressão?

E se não gostarem do que eu digo então activem os recursos legais para me colocarem um processo em cima!?!

Mas se está prevista na lei a possibilidade de ser chamado a tribunal por difamação onde é que está a minha liberdade de expressão então? Parece que as coisas não são assim tão preto no branco!

 

Só espero que a blogger que escreveu este texto reflicta melhor acerca das suas convicções e que um dia não tenha nenhum arrependimento. Porque às vezes só percebemos a dor dos outros quando nós próprios a sentimos.

 

E sabem o mais engraçado nisto tudo? Defende-se com unhas e dentes a liberdade de expressão mas a caixa de comentários da blogger é moderada. Se calhar tem medo da liberdade dos outros!

28 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D