Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

Triptofano

Como ser 20% mais feliz?

05
Set17

A história do meu rapto


Triptofano!

Há cerca de um ano atrás apareceu-me uma mancha suspeita nas costas. Era um círculo perfeito arroxeado - provavelmente tinha-me encostado com demasiado força ou durante demasiado tempo a algo que tinha uma saliência circular. 

 

Não me doía, não me dava comichão nem tinha relevo por isso acabei por me esquecer dela.

Com o passar dos dias desapareceu.

No entanto pouco tempo depois outra mancha exactamente igual apareceu noutra zona das costas. Aí fiquei mais alerta, seria um fungo ou algum problema de pele que exigisse uma visita ao dermatologista? Novamente não havia mais nenhuma sintomatologia, apenas um círculo perfeito, meio arroxeado meio vermelho escuro.

 

Quando o aparecimento da misteriosa mancha circular ocorreu pela terceira vez consecutiva fiquei paranoico.

Passei a pente fino todas as superfícies da casa onde me pudesse encostar. O sofá, as cadeiras, o colchão, a sanita, aparentemente nada deveria poder provocar aquela mancha. Esmiucei no trabalho, verifiquei os assentos dos transportes públicos, cheguei ao ponto de inspeccionar os bancos dos carros das pessoas que me davam boleia. Nada, não consegui tirar nenhuma conclusão.

 

O tempo passou e eu acabei por me esquecer das manchas suspeitas. Mas esta sexta elas voltaram.

 

Primeiro uma mancha circular isolada, como podem ver nesta foto tirada sexta-feira.

IMG-20170905-WA0003.jpg

 

Depois uma segunda mancha que não estava lá na sexta-feira, nesta foto tirada no dia logo a seguir!

IMG-20170905-WA0002.jpg

 

Muitos devem estar a pensar que eu estou a endoidecer, que provavelmente há algum sitio onde eu me encosto que me está a provocar estas manchas ou que tenho um fungo manhoso na pele.

 

Mas e se eu vos disser que o ano passado não me apareceram manchas apenas três vezes? Que foram mais e algumas das vezes não foi apenas um círculo?

 

Um das vezes apareceu-me uma mancha roxa hexagonal, como se fosse uma porca que me tivessem cravado contra as costas.

Uma outra vez (infelizmente já não tenho as fotos mas o cara metade e a Tati Manu viram e podem comprovar que não perdi a minha sanidade mental) encontrei um padrão nas costas, exactamente igual a esta imagem que descobri na Internet.

Seattle_Washington_Marks.jpg

 

Agora sabem o que é mais incrível quando se pesquisa a suposta origem deste padrão? Todos aqueles que o possuem afirmam que foram raptados por alienígenas!

 

Sim, eu tenho a noção que possuo entre mãos uma história digna de aparecer na CMTV a cada quinze minutos, mas preciso de ser honesto convosco, não aconteceu mais nada (que eu me lembre) que possa associar a um rapto por parte de E.T.'s.

Não me lembro de nenhum feixe de luz a invadir o meu quarto, nem de nenhum ruído que me faça imaginar uma nave especial, nem de nenhuma presença opressora. Também não me recordo de acordar dentro duma sala toda branca com caras curiosas a olhar para mim e não há sinais de picadas no meu crânio que possam revelar testes ao meu extraordinário intelecto!

 

Infelizmente se realmente fui visitado por seres de outros planetas eles não se deram ao trabalho de deixar um cartão de agradecimentos debaixo da minha almofada nem sequer tiveram a cortesia de me adicionar no facebook! Antigamente quando uma pessoa tinha assim uma relação mais íntima com um estranho o mínimo que se fazia era mandar-lhe um convite para as redes sociais, isto se tivéssemos tido o discernimento de lhe perguntar o nome.

 

Talvez alguns acreditem que tenha realmente sido raptado por alienígenas ( e múltiplas vezes - pudera sou tão fascinante), talvez outros achem que estou a comer ovos contaminados com algo alucinogénico, mas eu apenas tenho um pedido a fazer.

 

Caros seres do espaço, se realmente estão-se a dar ao trabalho de vir ao meu quarto para me raptarem, por favor, mas por favor mesmo, de vez em quando em vez de me levarem a mim levem o cara metade. É que dava-me tanto jeito ter a cama só para mim para me poder refastelar ao comprido, nem que fosse só por um par de horas!

 

 

47 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Follow

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D